Diga a senha

03/11/2021

03nov2021

Muitas vezes na vida não percebi que a senha é mais simples, bem mais simples

Diga a senha 01a

DIGA A SENHA

.
Paternidade. Acho bonito. Mas ela sempre soou como uma camisa de força para os meus anseios de voar no imprevisível dos ventos aí pelo meio do mundo. É, não tive filhos… Mas, como Manuel, o Bandeira, trago dentro do peito meu filho que não nasceu.

Felizmente, a vida me deu seis sobrinhos. Quando era pequeno, o mais velho, Levy, que já passou dos 30, começou a me chamar de Dedéi e o apelido familiar ficou. Para os amigos, sou Ricardo, Rica, Kelmer, Kelmito, Kelmérico, Mizifio… Para os sobrinhos, Tio Dedéi, o fulerage.

É assim que também me chama o Caio, que eu chamo de Caiote. Ele tem 9 anos, morou por 4 anos em Portugal com a mãe e recentemente retornou ao Brasil. Quando brincamos de luta, ele é o SuperCaiote. E quando veste sua camisa do Fortaleza, se transforma no SuperCaiote Tricolor, para imenso orgulho do tio. Em breve, iremos juntos ao estádio. Duro vai ser convencê-lo a não levar o tablet.

Um dia, quando ainda era bem filhote, ele passava pela sala e o irmão Levy barrou-lhe a passagem com a perna, e lhe falou, todo sério: “Diga a senha”. Sem entender que nova brincadeira era aquela, Caiote respondeu o que lhe pareceu óbvio, em sua sábia inocência: “A senha”. Levy caiu na gargalhada e liberou a passagem. Quando ele me contou, ri muito também, e achei aquilo de uma simplicidade e profundidade geniais, e desde então adoro barrar a passagem do Caiote e lhe pedir que diga a senha. Ele diz “A senha”, eu libero a passagem, ele passa e pode o mundo enfim seguir seu rumo, liberto do súbito atravanco que um tio e seu sobrinho amado, que não têm nada melhor para fazer, lhe causaram.

Corta para mim, eu aqui costurando esta croniqueta e matutando… Muitas vezes na vida não percebi que a senha é mais simples, bem mais simples. Que a resposta certa era tão óbvia que não me dei conta, e fiquei preso a questões e subquestões que são lindamente filosóficas, mas não têm o poder de subir a cancela e me deixar passar. Infelizmente, devo ter perdido muito tempo e energia, e estragado relacionamentos, e desperdiçado oportunidades, complicando a obviedade das coisas. Putz…

Caiote, você vai crescer, em breve será adulto, e eu estarei velho. Provavelmente, morrerei primeiro, de curva no caminho ou de punhal de amor traído, não sei. Mas até lá, você aguente, pois continuarei sendo o Tio Dedéi fulerage a lhe barrar a passagem e pedir a senha. Só para ver você respondendo outra vez de novo “A senha”. Só para eu nunca mais esquecer daquilo que um dia você, sem querer, me lembrou, e que o corre-corre da vida sempre quer me fazer esquecer. Que a simplicidade é a última das estações.

.
Ricardo Kelmer 2018 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

Momentos felizes 01

Momentos felizes – Se tem uma coisa que não é nada criteriosa em relação aos atributos dos candidatos, é a felicidade. Qualquer idiota pode ser feliz

Breg Brothers com fígado acebolado – Encher a cara, curtir dor de cotovelo e brindar a todas as vezes em que fomos cornos…

Maluquice beleza – Já que a formiga só trabalha porque não sabe cantar, Raulzito pegou a linha 743 e foi ser cigarra

Dez segundos para ser feliz – Seus olhos continuam sorrindo mesmo quando ela conta, sem pudor, das imensas bobagens que fez em nome de sua busca por felicidade

Carma de mãe para filha – Os filhos sempre pagam caro pelos pais que não se realizam em suas vidas

Insights e calcinhas – Uma calcinha rasgada pode mudar a vida de uma mulher? Ruth descobriu que sim

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer
(saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01-
 


Bilaus saidinhos

25/10/2021

25out2021

Acontece todo dia: o cidadão se descuida e, pronto, lá está o danado se enxerindo pelas brechas, observando o movimento do mundo

BILAUS SAIDINHOS

.
Tem muito bilau saidinho nesse mundo. Aposto como você já viu pelo menos um, não viu? Pode falar, tenha vergonha não. Acontece todo dia: o cidadão se descuida e, pronto, lá está o danado se enxerindo pelas brechas, observando o movimento do mundo. Tadinhos, eles também têm direito a dar uma escapulida, saber das novidades, né, trabalham tanto… Bem, há os que já se aposentaram, é verdade, mas esses também merecem, como os idosos que ao fim da tarde sentam-se à varanda para pegar uma fresca e espiar o povo que passa.

Por isso, mizifia, da próxima vez que você flagrar um desses bilaus saidinhos, cumprimente, diga um oi. É um gesto distinto.

Sugestões para puxar um papo:

“Oooiii! Como você se chama? Quantos anos você tem?”

Ou: “Ei, sabe a senha do wifi?”

Ou então: “Você vem sempre aqui? Parece de fora.”

.
Ricardo Kelmer 2016 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

O verme incansável e os grilos zumbis – O nematomorfo fará de um tudo para alcançar seu objetivo

Águas entre nós – O rio Minho é a fronteira entre o português e o galego

Namoro ao entardecer – Elas trocam juras roçando-se com seus galhos e soltando as folhas como doces beijinhos largados

A primeira namorada – Minha primeira namorada foi uma boneca chamada Amiguinha

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

.
01- 


Cristina sem vergonha de ser feliz

16/08/2021

16ago2021

Alegre e festeira, autêntica e de personalidade forte, ela marcou o entretenimento de Fortaleza

Cristina Cabral 20210812 1

CRISTINA SEM VERGONHA DE SER FELIZ

.
Cristina Cabral se foi. Vítima da doença de Parkinson, nos últimos anos isolara-se. Fomos muito amigos e trabalhamos juntos. Baiana arretada e formada em Jornalismo, Cristina morou em São Paulo e, após mudar para Fortaleza, trabalhou como produtora de eventos, tornando-se referência por seu profissionalismo.

Conheci-a em 1999, no inesquecível Luau da Opção (1999-2000) que ela organizava na barraca Opção Futuro, de Carlinhos Aragão, uma festa maravilhosa que chegava a reunir duas mil pessoas num clima alto astral de beira de praia. Também na barraca Opção Futuro, ela produziu aos sábados, no fim de tarde, inesquecíveis shows com Lily Alcalay (falecida em 2003) e Banda Marajazz.

Em 2002 e 2003, fizemos juntos a festa Lua Loka, na barraca Biruta. Em 2008, Cristina produziu na boate do Restaurante Docentes & Decentes (Varjota) algumas edições da festa 30 e Alguns Anos, com a banda Baby Dolls. Em 2009, criei um evento literário-musical chamado Letra de Bar, no Bar do Papai (rua Torres Câmara), tendo ela como produtora e Ricardo Black como entrevistador. Seu irmão mais novo, Paulinho, era DJ e morreu em 2001 num trágico acidente enquanto trabalhava, fato que a marcou profundamente.

Cristina era alegre e festeira, autêntica e de personalidade forte. Sabia receber muito bem as pessoas e era querida pelos músicos e DJs. Impossível resumir aqui tudo que ela proporcionou para o entretenimento de Fortaleza.

Viver e não ter a vergonha de ser feliz…, ela adorava essa música do Gonzaguinha, dizia que lembrava seu irmão querido. Cristina deixa três filhos e muita saudade em nós que tivemos a sorte de conviver com ela. Obrigado por tantos bons momentos, Cris.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

RK 200905 Cristina Ca, Black 1

Ricardo Black, Cristina Cabral e eu no evento Letra de Bar (Bar do Papai, Fortaleza-CE, 2009)

.
.

LEIA NESTE BLOG

IntocaveisPutzBand1994-201aA celebração da putchéuris – A história fuleragem da Intocáveis Putz Band

A sociedade feladaputa de Geraldo Luz – Crítica social, literatura, filosofia, anarquismo, sacrilégios explícitos e sodomismos irreparáveis

Breg Brothers com fígado acebolado – Encher a cara, curtir dor de cotovelo e brindar a todas as vezes em que fomos cornos…

O brega não tem cura – Porque o senhor sabe, né, o brega sempre puxa uma dose, que puxa outra, que puxa a lembrança daquela ingrata, que puxa outra dose…

Odair José, primeiro e único – Se você, meu amigo, é desses que sentem atração por esse universo pré-FM, feito de bares de cortininha, radiola com discos arranhados e meninas vindas do interior… então escute Odair

Maluquice beleza – Já que a formiga só trabalha porque não sabe cantar, Raulzito pegou a linha 743 e foi ser cigarra

Paz e amor express – Durante cinco dias, o Festival Express cruzou a leste-oeste do verão canadense levando em seus vagões os ideais da união pela música, a esperança ainda viva de um mundo de paz e amor

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer
(saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01-
 


Não quero dinheiro

11/08/2021

11ago2021

Vivo uma vida simples, adoro carne moída com ovo mexido, compro óculos no camelô… Mas, na verdade…

Não quero dinheiro 01.

NÃO QUERO DINHEIRO

.
Diante dos recentes casos de golpes financeiros pelo Whatsapp, informo aos amigos:

Nunca, jamais em tempo algum, pedirei dinheiro emprestado pelo Whatsapp. Nem por Instagram, Facebook, Twitter, e-mail ou qualquer rede social. Acho isso tão deselegante.

Porém, há outro motivo. É, acho que tá na hora de revelar meu segredo. Seguinte. Tenho esse jeitão mulambo, né? Vivo uma vida simples, adoro carne moída com ovo mexido, compro óculos no camelô… Mas, na verdade… sou um milionário. Poizé. Tempos atrás, ganhei uma bolada na mega sena.

Então, serei eu um milionário excêntrico? Não. Na verdade, sou um milionário esquecido. Eu sempre esqueço que sou podre de rico, acredita? É sério. É por isso que uso roupa até desbotar e adoro pesquisar promoção de miojo.

Portanto, se algum dia chegar mensagem minha pedindo dinheiro, não empreste. E denuncie à polícia. Estamos combinados, né? Ótimo. E se você precisar de miojo, outro dia vi uma promoção de compre 15 e pague 10. Sai muito em conta.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

.

DICA DE LIVRO

Viajando na Maionese Astral CAPA 07aVIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

LEIA NESTE BLOG

BarDoAraujoEASalvacao-04aBar do Araújo é a salvação – Espremido entre duas igrejas evangélicas, o Bar do Araújo é a última resistência dos ateus. E do bom humor

Amor de bar – Uma homenagem aos bares que amamos

Períneos ensolarados – Com vocês, a nova sensação da temporada: o banho de sol no períneo

As ciclistas orgásticas da Colômbia – Ciclistas adotam uniforme polêmico e usam a energia de seus orgasmos para vencer corridas

O verme incansável e os grilos zumbis – O nematomorfo fará de um tudo para alcançar seu objetivo

> mais textos sobre humor

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Miojo raiz harmoniza com q vinho? Alberto Perdigão, Fortaleza-CE – ago2021

02- Adoro você. Um abç meu amigo. Bruna Torres Nepomuceno, Floriano-PI – ago2021

03- Por isso é bom ser bilionário!!!! Francisco Lopes Bonfim, Fortaleza-CE – ago2021

04- eu sempre desconfiei que tu enviavas os lucros de escritor ricaço para paraísos fiscais. Ivone Zete, Fortaleza-CE – ago2021

05- Você é incrível, meu querido sobrinho . Mi Brother. ! Leonor Oliveira Moreira, Fortaleza-CE – ago2021

06- Prefiro cuscuz que miojo. Rosangela Primo, Fortaleza-CE – ago2021

07- Achei massa o “jeitão mulambo”. Quanto ao “miojo” ñ pode exagerar pelo sódio! Régis Aragão, Fortaleza-CE – ago2021

08- ah meu primo como eu te admiro kkkkkkk. Maria Célia Oliveira Garcia, Fortaleza-CE – ago2021

09- OH Menino Danado ! Love U. Edith V Dragaud, Fortaleza-CE – ago2021

10- Passa aí o endereço de onde tem essa promoção? Leve 15 paga 10… Marcos Antonio Ribeiro Santos, Fortaleza-CE – ago2021

11- Isso é uma caipirinha ou caipirosca? Saúde! Haroldo Aragão, Fortaleza-CE – ago2021

12- Maravilha!! Cesar Di Cesario, Campina Grande-PB – ago2021

13- O meu foi clonado hj. Tatiana Santos Moreira, Fortaleza-CE – ago2021

14- “essa aparẽncia de mero vagabundo e mera coincidência”, deve-se ao fato de ter vindo ao mundo com a incubência: ser rocheda. A proposito, onde acho o “baseado nisso”? José Roger Barros, Fortaleza-CE – ago2021

15- Tamo junto nessa idéia. Quando se tem a si mesmo. Pra quê dinheiro? Sou do troca tudo por coisas criativas e úteis. Marcos Pacoli, Fortaleza-CE – ago2021

16- Kkkk. Ticiana Castelo, Fortaleza-CE – ago2021

17- Vc é o nosso Guimarães Rosa moderno… abraços. Maria Ines Ramalho, Fortaleza-CE – ago2021

18- Eu queria era essa Caipirinhas aí. Magah Costa, Tune-Suíça – ago2021

19- Oh Ricardo Kelmer …miojo não por favor…dá uma pesquisada no que provoca o consumo de miojo… Danila Gomes, Fortaleza-CE – ago2021

20- Adorei a prosa! Glau Mota Brasil, Fortaleza-CE – ago2021

21- Poxa, eu também sou milionária, pensei que era só que vivesse assim, kkkk. Cristiane Ribeiro, Fortaleza-CE – ago2021

22- Ganhou na Mega Sena e não me disse nada.Me admiro muito, nem joga, sua mãe sim, joga e nunca ganhou nada. Vilma de Oliveira, Fortaleza-CE – ago2021

23- Você gosta também de um franguinho assado, farofa e feijoada. Vilma de Oliveira, Fortaleza-CE – ago2021

24- Sei não, viu? Acho que milionários não usam a expressão “em conta”. 🤔 @elinaudobarbosa, Fortaleza-CE – ago2021

25- Se chegar uma mensagem minha pedindo dinheiro, pode depositar! Já já mando o PIX! @martacrisostom0, Brasília-DF – ago2021

26- Pois eu estou pobre, pobre, pobre… tem como arranjar aí 20 mil pra eu pagar meu aluguel? 😎😎😎😎😎 @ana.eufrazio.5, Fortaleza-CE – ago2021

27- Tirando o miojo (que eu acho totalmente deselegante! 😂), eu estou na mesma, uma milionária mulambenta que curte demais uma caipirinha! 😍😂 @renatakelly_ce, Fortaleza-CE – ago2021

28- 😂😂😂😂😂😂 @soniamvcastro3010, Fortaleza-CE – ago2021

29- 😂😂😂😂 @sandra_macedobr, Fortaleza-CE – ago2021

30- Fechou!!! Hasta La Victoria!!! @ten.prof.edvaldo, Fortaleza-CE – ago2021

31- 😂😂😂 @fabiana.azeredo, Fortaleza-CE – ago2021

32- Kkkkkkkkk ….bom demais. @p_ardal, Fortaleza-CE – ago2021

33- Pena…já iria quebrar meu… cofrinho! Márcia Matos, Fortaleza-CE – ago2021


Crônica de uma morte evitável

30/06/2021

30jun2021

Galvonis 20210628 01

.
CRÔNICA DE UMA MORTE EVITÁVEL

.
Meu pai, um saudável idoso de 89 anos, tomou as duas doses da vacina em março. No início de junho, teve febre leve por 3 dias, descobriu que estava com covid e foi para o hospital da Unimed, onde a tomografia dos pulmões mostrou que ele poderia se tratar em casa. No hospital, a médica lhe receitou ivermectina e azitromicina (do kit covid, só faltou a cloroquina). Voltou para casa, não melhorou e no sábado 05jun retornou ao hospital, sendo internado com 50% dos pulmões comprometidos, e 3 dias depois foi intubado e transferido para a UTI. Ele morreu neste domingo à noite, após três semanas internado.

Meus sentimentos se misturam entre a tristeza e a indignação pelo atendimento ineficiente que meu pai recebeu quando foi a primeira vez ao hospital (a médica que o atendeu se chama Patrícia Mesquita Vilas Boas, otorrinolaringologista), o que só aumenta minha raiva do presidente genocida, que continua a incentivar o uso de medicamentos sem eficácia, a desrespeitar as medidas sanitárias e a zombar dos mortos. Se meu pai tivesse tomado as medicações corretas, provavelmente seria tratado em casa, sem precisar voltar ao hospital.

Obrigado a todos que cuidaram dele, em especial ao doutor Guilherme Dourado. Aos que aderiram à campanha #Vaidarcerto, deixo uma indagação: Vai dar certo para quem? Para meio milhão de brasileiros que morreram, como meu pai, deu muito errado, e dará muito errado para outros milhares que morrerão.

A nós, que seguimos vivos, um alerta: a vacina contra covid é necessária, mas como qualquer outra vacina, não garante 100% de imunização. Portanto, mesmo vacinados, precisamos seguir muito cuidadosos enquanto o vírus estiver circulando. E, igualmente importante: continuemos a denunciar os crimes desse governo genocida. Os responsáveis precisam pagar pelas desgraças que causaram e continuam causando.
.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

.

ESCLARECIMENTO – Optei por não citar o nome da vacina que meu pai tomou porque essa é uma informação que não tem importância para o relato. Como já não bastasse lutarmos contra o negacionismo de parte da população, ainda há os que querem escolher que vacina tomar. Essas pessoas não entendem que a nossa estratégia de sobrevivência à pandemia é coletiva, e não individual. Precisamos atingir o mais rápido possível um alto percentual de imunização grupal, e qualquer vacina ajuda nessa estratégia. Querer escolher vacina é uma postura egocêntrica e mesquinha, quase negacionista, que reforça a desinformação geral e em nada contribui para a diminuição da nossa tragédia.

> Postagem no Facebook

> Postagem no Instagram

.

.

DICA DE LIVRO

Viajando na Maionese Astral CAPA 07aVIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01- 

> Postagem no Facebook

> Postagem no Instagram

.


A omissão do cidadão de bem

16/06/2021

16jun2021

Resistência Antifascista Artista 01

.
A OMISSÃO DO CIDADÃO DE BEM

.
Até hoje, muitos se perguntam como Adolf Hitler pôde fazer todo o mal que fez e por que a maioria dos alemães aceitou as ações do nazismo, por mais cruéis que fossem.

O contexto social e político da época contribuiu, mas houve algo fundamental: a omissão dos que poderiam ter feito algo e não fizeram. Muitos “cidadãos de bem” fecharam os olhos para os crimes dos nazistas, pois não mexiam com suas famílias ou seu dinheiro. Mesmo discordando totalmente do governo, pessoas influentes se calaram, por receio de desagradar, por interesses comerciais, por covardia.

A situação do Brasil tem muitos pontos em comum com a Alemanha de Hitler. Quando o governo genocida de Jair Bolsonaro for devidamente julgado, o que já está ocorrendo, o posicionamento dos brasileiros influentes também será julgado. É por isso que não se deve tentar ser neutro em tempos de crise como a que vivemos, pois a neutralidade significa aceitar passivamente o que acontece ou pode acontecer, ou seja, é um posicionamento.

Há artistas, esportistas e outros famosos que não se posicionam contra o genocídio do governo Bolsonaro por medo de perder público ou prejudicar seus valiosos contratos. Hoje, ganham fama e dinheiro, sim, mas a covardia ficará marcada em sua testa com o sangue dos inocentes e seu nome apodrecerá eternamente na lata de lixo da história.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

.

Viajando na Maionese Astral CAPA 07aVIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01-


Nas cavernas da pandemia

14/04/2021

14abr2021

Em alguns anos, olharemos para trás e encontraremos o que foi pintado nas cavernas desses dias tenebrosos

.
NAS CAVERNAS DA PANDEMIA

.
Um ano de pandemia… Tenho pensado sobre o papel do artista em tempos como o que vivemos. Como teria sido enfrentar tantos dias difíceis sem a companhia da arte? Você já parou para pensar nisso?

Nossos peludos antepassados pintavam as paredes das cavernas sem saber por que faziam isso. Era um impulso instintivo a que simplesmente obedeciam. Hoje, suas belas criações são fundamentais para compreendermos o nosso passado e o nosso presente. Em alguns anos, olharemos para trás e encontraremos o que foi pintado nas cavernas desses dias tenebrosos. Sim, os escritores e os artistas não pararam de produzir, mesmo em meio a tanto sofrimento, mesmo sem saber se eles sobreviveriam. Era um impulso instintivo. Era a vida se debatendo contra a morte.

Valorizemos nossos artistas enquanto estão vivos. Talvez eles não saibam bem por que fazem o que fazem, mas nós sabemos que sem o que eles fazem seria impossível sobreviver.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

..

VIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Importante reflexão. Gostei! Isadora Dias Gomes, Fortaleza-CE – mar2021

02- HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA GENIAL! Pati Rabelo, Fortaleza-CE – mar2021

 


Vai dar muito errado

02/04/2021

VAI DAR MUITO ERRADO

.
À primeira vista, essa campanha #vaidarcerto, lançada em Fortaleza, parece louvável. Podemos vê-la nas redes sociais, nas fachadas das lojas… Quem seria contra uma mensagem tão simpática em meio à tragédia da pandemia de covid-19?

Lamento lembrar que nem tudo que reluz é ouro. Apesar da boa intenção de alguns que aderiram à campanha, infelizmente estão se aproveitando de uma mensagem positiva de otimismo para desviar a atenção da população para o centro do problema. É muito cinismo. Na defesa da campanha, alguns chegam a exibir o número de recuperados, o que nada significa, pois até os recuperados podem se reinfectar. Outros apelam para a necessidade de fé, a mesma fé que faz muita gente contrair o vírus nas igrejas. E há os empresários que fazem de tudo para furar a fila da vacina, para dar certo logo para eles.

É claro que é importante manter a esperança e é ótimo que as empresas incentivem práticas saudáveis. Porém, só o distanciamento social e a vacinação em massa é que têm o real poder de frear o avanço da pandemia. Infelizmente, a imunização demorará a atingir um número satisfatório, pois o governo federal recusou-se a comprar as vacinas quando teve a oportunidade ainda em agosto de 2020 e segue boicotando os melhores esforços com seu negacionismo científico e sua insistência no falso dilema saúde-economia.

No fim do ano, a coisa terá dado errado, muito errado para 800 mil pessoas. Talvez eu ou você que agora me lê nem estejamos vivos para chorar essas mortes. Mas o importante é que vai dar certo, né?

.
Ricardo Kelmer, abr2021 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

Um futuro pela frente 100Um futuro pela frente – Após ter uma visão do futuro, Adélio quer impedir que Dijair Coronaro, um jovem e ambicioso capitão do Exército, não se torne presidente do Brasil.

No museu da pandemia – Definitivamente, a humanidade fracassou…, ela pensou, triste

Robinho, Bolsonaro, Deus e a cultura do estupro – Culpado por estupro, Robinho diz que Deus está no comando e que fará um gol para homenagear Jair Bolsonaro.

A alma fascista do governo Bolsonaro – Roberto Alvim apenas escancarou a alma fascista do governo Bolsonaro. Mas a alma fascista continua lá

O beijo da resistência contra a besta do fascismo – O fascismo não faz política ‒ ele é a negação da política, pois não dialoga, apenas agride, persegue e censura

 

.

.

Resistência antifascista

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.
 
Comentarios01


COMENTÁRIOS

01- 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼 Juliana Ricarte, Fortaleza-CE – abr2021

02- Dia desses, noutro grupo, houve um debate sobre essa expressão “Vai dar certo”. Eu reviro os olhos quando a ouço ou vejo, pelo menos no contexto dessa pandemia. Essa e “vai passar”. Já deu tudo muito errado, vivemos o caos e um desastre completo. Claro que em um momento isso vai passar, mas é um saco ter que ouvir isso quando você está cercado de morte por todos os lados. Cupertino Freitas, Fortaleza-CE – abr2021

03- Sinceramente, não tem como dar certo. Estamos morrendo pelas mais diversas causas. Não temos vacina para todos, não temos hospital para todos e, muito provavelmente, não teremos cemitério para todos. Bevenuta Sales, Fortaleza-CE – abr2021

04- É verdade! O marketeiro apropria-se de uma expressão popular e a transforma num jargão político para expressar um interesse político! Carlos Bonfim, Fortaleza-CE – abr2021

05- Realmente, nada está dando certo, e se der, já vai ser tarde demais. 😓😓 Vânia Dias, Fortaleza-CE – abr2021

06- Excelente texto, perfeito. Moacir Bedê, Fortaleza-CE – abr2021


A verdade vencerá

09/03/2021

09mar2021

.
A VERDADE VENCERÁ

.
Justiça tardia não é justiça. É verdade que a anulação das condenações de Lula deixa claro que ele sofreu uma absurda perseguição política e lhe oferece, enfim, a chance de um julgamento justo, além de lhe restituir os direitos políticos e revelar cada vez mais a podridão da Lava Jato. Mas tudo isso não apaga a imensa injustiça feita. Quem devolverá a Lula os 580 dias passados na prisão? Quem ressuscitará dona Mariza, que morreu assistindo ao massacre diário do marido? Quem fará voltar a roda do tempo para nos livrar de um presidente genocida? Quem consertará a estátua da Justiça brasileira?

.
rk – blogdokelmer.com 2021

.

.

Resistência antifascista

.

 

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer

.
.
.
.

Comentarios01

COMENTÁRIOS


A crueldade do Capitão Cloroquina

25/02/2021

25fev2021

.
A CRUELDADE DO CAPITÃO CLOROQUINA

.
A tragédia que ora vivemos seria menor não fosse a incompetência do governo Bolsonaro. Incompetência? Não, não foi apenas isso. No início, Jair Bolsonaro menosprezou o perigo do coronavirus e contribuiu para o negacionismo científico, espalhando desinformação e teorias conspiratórias e incentivando a desobediência às medidas de distanciamento social. E assim 50 mil brasileiros perderam a vida. E daí?, zomba o presidente.

Depois, guiou-se pelo falso dilema “economia versus saúde”, acreditando que seria mais vantajoso que o vírus agisse livremente para eliminar logo os mais frágeis, visando a imunidade de rebanho − que jamais viria, pois o vírus pode vitimar as pessoas mais de uma vez. Outros 50 mil perderam a vida, e tudo que o presidente tem a dizer é que todos um dia vão morrer. Para piorar, insistiu o máximo que pôde em falsos tratamentos preventivos e gastou uma fortuna em remédios ineficazes. Mais 50 mil mortos, aos quais o presidente responde, insensível: “Eu não sou coveiro”.

Em 2020, Bolsonaro teve a chance de garantir as doses de vacina necessárias e que agora tanto nos fazem falta, mas negou-se a fazê-lo. Com isso, ajudou a empurrar mais 100 mil para a tumba. E ele continua dificultando. E ele segue gerando aglomerações. Não é apenas incompetência – é crueldade. É um projeto criminoso. Se depender do Capitão Cloroquina, em 2022 ainda haverá muitos brasileiros a vacinar, e até lá choraremos meio milhão de mortos.

Parabéns a você que ajudou a eleger o presidente genocida. Parte desses mortos vai também para a sua conta.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

Um futuro pela frente – Após ter uma visão do futuro, Adélio quer impedir que Dijair Coronaro, um jovem e ambicioso capitão do Exército, não se torne presidente do Brasil.

No museu da pandemia – Definitivamente, a humanidade fracassou…, ela pensou, triste

Robinho, Bolsonaro, Deus e a cultura do estupro – Culpado por estupro, Robinho diz que Deus está no comando e que fará um gol para homenagear Jair Bolsonaro.

A alma fascista do governo Bolsonaro – Roberto Alvim apenas escancarou a alma fascista do governo Bolsonaro. Mas a alma fascista continua lá

O beijo da resistência contra a besta do fascismo – O fascismo não faz política ‒ ele é a negação da política, pois não dialoga, apenas agride, persegue e censura

.

.

Resistência antifascista

.

 

.

Seja Leitor Vip e ganhe:


Contracenando com Franzé

10/02/2021

10fev2021

Ele sempre daquele jeitão bonachão dele, o humor fino e irônico, a risada gostosa. Seu amor pelo cinema era contagiante

.
CONTRACENANDO COM FRANZÉ

.
Conheci Franzé Santos em 1996. Ele era Relações Públicas do Shopping Aldeota e fizemos lá o lançamento do meu romance O Irresistível Charme da Insanidade, iniciando uma bela amizade. Em 2000, ele dirigia o Espaço Unibanco Dragão do Mar e acertamos parceria com a CABOCA (Confraria Cearense de Apoio às Boas Causas), que eu criara e que dava ingressos de cinema para as mulheres eleitas 10 Mais do Ano.

Durante anos, no meio da semana, era sagrado: lá estava eu no Espaço Unibanco, unzinho na cabeça, a saborear um dos filmes da programação que Franzé selecionava com louvável esmero, e ao fim papeávamos sobre o filme e a cena cultural da cidade, ele sempre naquele jeitão bonachão, o humor fino e irônico, a risada gostosa. Sua paixão pelo cinema era contagiante.

Franzé dirigiu o Cinema de Arte da Credimus nos anos 1980 e foi Diretor de Promoções do Sistema Verdes Mares, e nos últimos anos exerceu o cargo de Diretor do Museu da Fotografia de Fortaleza. Era um agitador cultural por natureza, culto e de alma nobre. Fortaleza deve muito a ele.

Em 2017, quando voltei à terra natal após 13 anos fora, foi Franzé quem me indicou um flat na Pinto Madeira, onde ele morava. Era um vizinho sempre generoso. Nesses dois anos de vizinhança, várias vezes me salvou, levando as comidinhas saborosas que preparava, com a repetida recomendação de devolver o prato, pois fora herdado de sua querida mãe, dona Mazé. Virávamos horas em bons papos sobre cinema e literatura, e ele fazia questão de adquirir meus novos livros, comentava meus textos… Quando fui a São Paulo, trouxe-lhe de presente os filmes La La Land, Manchester à Beira-mar e Moonlight, que ele solicitara, e incluí no pacote o sul-coreano A Criada, do diretor Park Chan-Wook, que ele adorou, especialmente a trilha sonora.

Em setembro de 2020, eu já morando em outro lugar, enviei-lhe meu novo livro, Viajando na Maionese Astral, e ele comentou: “O pouco que li, adorei, aliás, bem à sua maneira…” Foi nossa última conversa.

Sabe, Franzé, o mundo deu outra volta e virei novamente dono de bar. Você não chegou a conhecer, é o Simpatizo Amor de Bar, na Aldeota. Quando a situação melhorasse, eu te convidaria para ir conhecer, tomar umas comigo e falar dos agitos culturais. Mas façamos uma pequena mudança no roteiro. Esta semana irei lá, sentarei naquela mesinha do canto e brindaremos, eu e você, à vida, à arte e à amizade, e te agradecerei por tudo. Na mesa ao lado, alguém rirá de me ver falando sozinho e fazendo tim-tim com um outro copo invisível. Na sequência, a câmera abrirá o plano e mostrará o cajueiro do outro lado da rua, onde os pássaros se reúnem ao fim da tarde para gorjear as novidades. E os créditos subirão na tela.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

..

VIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Muito triste com a morte do Franzé. Jane Soares Cruz Cabral, Fortaleza-CE – fev2021

02- Como você descreveu bem seu amigo, uma homenagem linda. Ligia Eloy, Lisboa-Portugal – fev2021

03- Linda homenagem! Ernesto Enrique Hernández, Rio de Janeiro-RJ – fev2021

04- Meus sentimentos. Celia Sporrer, Fortaleza-CE – fev2021

05- Conheci o Franzé numa campanha politica. Depois o encontrei varias vezes no Espaco Unibanco.Vez ou outra trocava um ideia com ele. Muito culto realmente. Tales Alexandre Lula Haddad, Fortaleza-CE – fev2021

06- Como ele gostava de compartilhar receitas e filmes. A cara dele.   muito bem escrito Ricardo. Nucia Costa Melo, Fortaleza-CE – fev2021

07- Um abraço pra tu. Veronica Guedes, Fortaleza-CE – fev2021

08- Estive com Franzé , deveras (o via sempre no Cine Dragão), duas vezes: uma para cumprimentá-lo e, na dura, sensibilizá-lo para uma exibição gratuita para os educando/as da EFA dom Efa Dom Fragoso que não conheciam uma sala de cinema, ele topou! A segunda vez foi no dia da exibição. Fiquei muito grato. Ivo Sousa, Fortaleza-CE – fev2021

09- O pouco que conheci do Franze Santos; desde a CREDIMUS, até o cinema do Dragão do Mar; sempre foi muito agradável e de informações preciosas pra mim. Bela descrição e homenagem que você faz Ricardo Kelmer; Luz e paz pra o Franze Santos. Fernando Piancó, Fortaleza-CE – fev2021

10- Meu amigo querido. Jane Azeredo, Fortaleza-CE – fev2021

11- Meus sentimentos. Soares Oliveira Soares Oliveira, Fortaleza-CE – fev2021

12- Que bonito, Kelmito. Sinta-se abraçado, que Sr.Franzé esteja em um bom lugar. Marta Pinheiro, Fortaleza-CE – fev2021

13- Lindo texto! Que bom deixar lembranças preciosas, que pena perder amigos dessa forma… Verônica Oliveira, Fortaleza-CE – fev2021

14- Fizemos trabalho juntos.. aprovou pelo SVM a.produção “Agosto dos homens” no Obá Obá do amigo Erivaldo Alves…sucesso total. É tanto q teve mais 2 edições. Dessa forma como vc o descreveu. Adil Chaves, Fortaleza-CE – fev2021

15- Sublime seu texto  Franze inesquecível. Andre Marinho, Fortaleza-CE – fev2021

16- Que lindo, Ricardo… Só você para fazer esta perda ter imagens. Selma Santiago, Fortaleza-CE – fev2021

17- Belo depoimento Jornalista. José Anderson Freire Sandes, Fortaleza-CE – fev2021

18- Que belezura. Ricardo Andrés Bessa, Fortaleza-CE – fev2021

19- Momento triste retratado num texto emocionante, que me remeteu ao percurso e à amizade de vcs ( mesmo sem conhecê- los). Kátia Lula da Silva, Fortaleza-CE – fev2021

20- Bela e justa homenagem. Walber Steffano, Fortaleza-CE – fev2021

21- Franze ,siga em paz!. Tete Vieira, Fortaleza-CE – fev2021

22- Franzé Presente! Uma destas figuras humanas que justificam sua passagem na Terra! Agora só não entendi porque iria esperar a pandemia passar para lhe convidar a tomar uns tragos, já que o bar está aberto e com muita frequência normal de pessoas que gostam de conversar, beber e ouvir uma boa música mesmo na Pandemia. Agora mesmo o bar continuando aberto em meio a um lockdown absurdo e sem qualquer base científica, Franzé não está mais entre nós para degustar uma breja gelada… Candido Alvarez, Fortaleza-CE – fev2021

23- Espaço Unibanco foi tocado por ele muito bem. O café da manhã de domingo muito legal. Saudades. Luiza Perdigão, Fortaleza-CE – fev2021

24- Gente , o Franze morreu? Eu não tô acreditando. Arrasado. Apesar dele virar Bolsominion no final, eu amava o Franze. Entrevista que fiz com ele em Canoa: https://youtu.be/0Bw4IQdgE7c Felipe Muniz Palhano Xavier, Fortaleza-CE – fev2021

25- Nunca esqueço das pré estreias glamourosas do cinema nacional no Espaço Unibanco, as fofocas com ele quando encontrava…papo bom demais, era verdadeiro , falava o q pensa. Franze foi um dos maiores produtores culturais de Fortaleza! Viva o Franze! um dos melhores papos de Fortaleza, super articulado, admirava ele muito. Eu tô chorando. Poxa Franze. Felipe Muniz Palhano Xavier, Fortaleza-CE – fev2021 

26- Franze tinha muita história pra contar. o cara teve cara a cara com Janis Joplin. Joanice Sampaio, Fortaleza-CE – fev2021

27- Quando moramos longe da terrinha há um bom tempo e alguém falece, algo volta no tempo, uma certa nostalgia, talvez pq um pouco de nós se vai também… Ana Cristina Baptista Teixeira, Porto Alegre-RS – fev2021

28- 😢 Silêda Franklin, Fortaleza-CE – fev2021

29- Fará falta e, sim, Fortaleza lhe deve uma cena muito inteligente com suas curadorias. Suzana Costa, Fortaleza-CE – fev2021


A marreta do padre

05/02/2021

05fev2021

A MARRETA DO PADRE

.
O ato do padre Júlio Lancellotti, em São Paulo, derrubando com uma marreta as pedras cimentadas sob um viaduto, foi grandioso e desde já passa para a galeria de imagens da resistência antifascista no Brasil. Revoltado com a estratégia higienista da prefeitura paulistana para resolver a questão das pessoas em situação de rua, Julio Lancellotti fez o certo, o óbvio: devolveu a essas pessoas o único lugar que elas possuem para morar.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

.

Resistência antifascista

.

 

.

Seja Leitor Vip e ganhe:


São Paulo 467 anos

25/01/2021

25jan2021

Quando vi, estávamos casadinhos. Foram onze anos de intensa convivência, na alegria e na tristeza

 

SÃO PAULO 467 ANOS

.
Hoje é aniversário dela. Mas deixe-me voltar uns anos no tempo. Para dizer que antes, era o medo. Sim, eu a temia, mas nem tinha consciência disso. O medo arquetípico daquilo que pode nos libertar – hoje sei.

Até que, numa noite de outubro de 2006, um sonho veio me dizer “vá!”, e foi tão enfático que eu obedeci, mesmo sem saber como ela me receberia. O Louco das cartas do tarô, a se jogar no mundo, confiando nas asas de sua própria ingenuidade…

Quando vi, estávamos casadinhos. Foram onze anos de intensa convivência, na alegria e na tristeza, Planalto Paulista, Sumaré, Pinheiros, livros, teatro, saraus, amores e amizades… Aprendi a aceitá-la do jeitinho que ela é e ela me ensinou a mágica de ser, ao mesmo tempo, escritor, ator canastrão e muambeiro de eletrônicos da Santa Efigênia.

Sabe, ela me abriu as portas de um novo mundo e de um novo eu, e devo muitíssimo a ela. Sim, hoje é Fortaleza, essa loirinha desmiolada de sol, quem dorme e acorda comigo, mas nessas idas e vindas que a vida traz, nós três nos entendemos bem.

Feliz aniversário, São Paulo! 

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

..

VIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- não esqueça dela. ela faz bem pra caramba. Shirlene Holanda, São Paulo-SP – jan2021

02- Suas andanças me são familiares menos Fortaleza que sonho conhecer. Fez bem! Malu Ferreira, São Paulo-SP – jan2021

03- Parabéns pelo maravilhoso texto. Clea Fragoso, Fortaleza-CE – jan2021

04- Também consegui me encantar com a “cidadivosa” quando a conheci! Tereza Cristina, Fortaleza-CE – jan2021

05- Lindo! Declaração de amor bem bonita. Também admiro São Paulo, um universo fascinante. Ligia Eloy, Lisboa-Portugal – jan2021

06- eu só fiquei 3 anos em Sampa e, depois, 15 no Rio de Janeiro. Foi no Rio que nasceu meu filho, o maior amor da minha vida. Mesmo assim, São Paulo foi e é a minha cidade do coração, com todos os perrengues que passei lá. Nutro um amor enorme por ela, tive acesso a tanta arte, tanto conhecimento, foram 3 anos muito bem vividos. Discordo de você se achar ator canastrão. Desde lá nos anos 80, quando você contava suas histórias, suas piadas, nas mesas dos bares, eu já achava que você tinha uma veia artística para os palcos. Lisieux Bevilaqua, Fortaleza-CE – jan2021

07- “Porém com todo defeito te carrego no meu peito… são, são paulo, quanta dor…” Arnaldo Afonso, São Paulo-SP – jan2021

08- Adorei, Kelmer!!!! Barbara Garcia, São Paulo-SP – jan2021

09- Lindo sem barba. Parabéns pelo lindo texto. Vilma de Oliveira, Fortaleza-CE – jan2021

10- Obrigada por homenagear minha cidade. Bj. Marcia Soares Fernandes, São Paulo-SP – jan2021

11- Aprecio ler seus livros. Maria Ines Ramalho, Fortaleza-CE – jan2021

12- Você é muito a cara de Sampa! Reny Diel, Porto Alegre-RS – jan2021

13- Kelmer, “esta bichinha” me pegou pelo coração e vivi 8 anos por lá. Ela é todo o mistério da vida com suas não-identidades, diversidades, generalidades, diferenças e tudo o que pode ser. Parabéns São Paulo. Tenho uma parte do meu coração com você! Érico Baymma, Fortaleza-CE – jan2021

14- que lindo!!! Olinda Evangelista, Florianópolis-SC – jan2021

15- Imensamente lindo! Somos brasilianos! Carlos Bonfim, Sobral-CE – jan2021

16- Maravilha esse texto! Amei. Lúcia Menezes, Rio de Janeiro-RJ – jan2021

17- Eu te admiro muito meu sobrinho com esse jeito meio confuso e inteligente , parabenizo por tudo que você merece . Seja sempre iluminado com os seus desejos extraordinários e fabulosos. Leonor Oliveira Moreira, Fortaleza-CE – jan2021

18- um grande abraço primo. Maria Célia Oliveira Garcia, Fortaleza-CE – jan2021

> Postagem no Facebook


Não tente controlar o vento

06/01/2021

06jan2021

Uma resposta para lavar a nossa alma antifascista

.
NÃO TENTE CONTROLAR O VENTO

.
Esta semana vi o filme 2020 nunca mais (Death do 2020), encomendado pela Netflix aos criadores da série Black mirror. Com roteiro de Annabel Jones e Charlie Brooker e direção de Alice Mathias e Al Campbell, o filme é um divertido pseudodocumentário sobre alguns dos acontecimentos que fizeram de 2020 um ano tão bizarro.

Ri muito. Adoro aquele típico humor inglês. Com o foco direcionado para o trio covid, Donald Trump e Boris Johnson, ficaram de fora as imbecilidades de Jair Bolsonaro. Compreensível. Foram tantas que precisariam de um filme só para elas.

O filme terminou e eu pensei: poderá 2021 ser tão bizarro quanto foi 2020? Difícil? Pois eu, sinceramente, acho que a coisa vai piorar. A febre só retrocede após atingir seu ápice. O neofascismo, a ganância capitalista e o fanatismo religioso só cederão se forem seriamente confrontados, e ainda não foram.

Sabe a Elba Ramalho, aquela cantora que já afirmou ter sido chipada por extraterrestres? Pois mal entrou 2021 e a peçoa umana abre o bico para dizer que a pandemia de covid é uma maligna estratégia dos comunistas para destruir os cristãos. Gente… Isso a Netflix não mostra. O que deduzir de tamanho absurdo? Que o chip dos etês veio com defeito, só pode.

Parafraseando Manuel Bandeira em seu poema Na boca, felizmente existe o uísque na vida. Vou tomar uma, porque a aberração tá de um jeito que só vai bebendo. Um brinde aos comunistas malvados, que raptarão Elba e a levarão ao alto daquele serrote em Quixadá, para que o Comandante Asthar, da Confederação Intergalática, troque seu chip.

E, felizmente, existe também Chico César, ufa, para mostrar que a Paraíba não produz apenas cristãos com lamentável deficiência cognitiva. Em resposta a um admirador, que lhe pediu para não fazer músicas de cunho político, Chico falou o óbvio, que toda arte tem um cunho político, que não lhe peçam para silenciar e morrer calado, que ou respeite ou saia, que não tente controlar o vento, e que não veio botar ninguém para dormir, mas está aqui para acordar os dormentes.

Putz, que resposta! Lavou a nossa alma! Foi tão bonita que fui ler atentamente e antevi nela uma música. E já convidei meus parceiros musicais a botar uma melodia nesse trecho e enviar para o Chico. Acho que ele vai gostar.

Não tente controlar o vento
Não pense que a fúria
Da luta contra as opressões
Pode ser controlada
Eu sou parte dessa fúria
Não sou seu entretenimento
Não vim botar ninguém pra dormir
Vim acordar os dormentes
Sou o fio da história feito música
No pescoço dos fascistas
E dos neutros

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

.

NÃO TENTE CONTROLAR O VENTO
Texto original de Chico César – Adaptação: Ricardo Kelmer
Música: Joaquim Ernesto – Arranjo: Leandro Cavalcante
Vozes: Itauana Ciribeli e Leandro Cavalcante

.

.

.

.

LEIA NESTE BLOG

Robinho, Bolsonaro, Deus e a cultura do estupro – Culpado por estupro, Robinho diz que Deus está no comando e que fará um gol para homenagear Jair Bolsonaro.

A alma fascista do governo Bolsonaro – Roberto Alvim apenas escancarou a alma fascista do governo Bolsonaro. Mas a alma fascista continua lá

O beijo da resistência contra a besta do fascismo – O fascismo não faz política ‒ ele é a negação da política, pois não dialoga, apenas agride, persegue e censura

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01-

 
> Postagem no Facebook

 


A arte venceu a morte

29/12/2020

29dez2020

Foi por isso que decidi que, assim como os músicos que seguiram tocando enquanto o Titanic afundava, eu seguiria até o fim escrevendo

A ARTE VENCEU A MORTE

.
Não foi fácil finalizar e lançar meu livro VIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL enquanto tentava sobreviver e manter a sanidade no meio de uma devastadora pandemia que já matou 200 mil pessoas. A situação era absolutamente nova. Eu precisaria buscar forças desconhecidas em mim e reinventar estratégias de divulgação e venda. Em certo momento, achei que forçava a barra. Como alguém pode pensar em literatura no meio de uma catástrofe?

Em respeito aos mortos, pensei em adiar tudo para quando findasse a tempestade. Mas… e se eu não sobrevivesse a ela?

A proximidade da morte muda tudo. A mim, ela fortaleceu convicções e eu mudei para ser ainda mais eu. Foi por isso que decidi que, assim como os músicos que seguiram tocando enquanto o Titanic afundava, eu seguiria até o fim escrevendo. Se a indesejada das gentes chegasse, ela me encontraria fazendo o que nasci para fazer.

Lançar este livro neste momento significa, para mim, a vitória da arte sobre a morte. Eu sobrevivi para contar a minha história, que é também um pouco da história de meus amigos e de muitos outros. Bem, a tempestade ainda não passou, é verdade, e não sei como estarei daqui a uma semana. Porém, a sensação que me preenche agora é de vitória. E devo isso à literatura.

E devo essa vitória também a você, que me lê e acredita no que faço. Muito obrigado!

.
Ricardo Kelmer 2020 – blogdokelmer.com

.

..

VIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

.

Quem Apagou a Luz?
Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá
(ensaio)

Lançado em 1995, este livro resume, numa linguagem descontraída, as crenças e vivências que norteavam o grupo esotérico do qual o autor participou nos anos 1990, abordando temas como experiências fora do corpo, reencarnação, vida após a morte, extraterrestres e guias espirituais.

A partir de 2000, quando o autor assumiu seu ateísmo, este livro deixou de ser publicado, interrompendo uma trajetória de sucesso. Porém, em 2020, para divulgar seu livro Viajando na Maionese Astral – Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo, ele decidiu relançá-lo numa edição especial, junto com o Maionese.

> SAIBA MAIS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Parabéns! Ana Claudia Domene, Albuquerque-EUA – dez2020 

02- A arte venceu a morte porque você venceu em uma história inteira de vida. Venceu porque se dedicou ao que melhor te representa. Parabéns!!!! Te ler é muito divertido e inspirador, Mizifi…. Ale Magna, Fortaleza-CE – 2020

03- O seu jeito de lidar com os ruídos da vida e os desafios dela, pra mim, é inspirador! E nestes dias tão difíceis que estamos todos enfrentando, você não permitiu que a adversidade e a dinâmica do mundo sufocassem a sua arte.
Viu porque me sinto uma pessoa privilegiada por lhe conhecer e fazer parte da sua vida?! E ler você então, é maravilhoso demais… Lana Arrais, Fortaleza-CE – dez2020


Momentos felizes

30/11/2020

30nov2020

Se tem uma coisa que não é nada criteriosa em relação aos atributos dos candidatos, é a felicidade. Qualquer idiota pode ser feliz

MOMENTOS FELIZES

.
Sabe o que eu acho, meu amor? Que a felicidade não passa de uma preocupação inútil, que inventaram para vender margarina, casamento e previdência privada. Aliás, se tem uma coisa que não é nada criteriosa em relação aos atributos dos candidatos, é a felicidade. Qualquer idiota pode ser feliz, já percebeu?

Desculpa falar assim a essa hora do domingo, você ainda de camisola, mal saída de seus sonhos azuis. É que essa pandemia, tanta gente morrendo… A morte à espreita tem me feito questionar a vida. E se a felicidade for um terreno no céu, que passamos a vida inteira a pagar, sem receber sequer um recibo? Vem logo que o café está esfriando.

Olha, certíssimo está Odair José, que há quarenta anos nos diz, na sabedoria simples de sua canção, e que ainda ontem ouvíamos no meio do nheco-nheco, lembra?, felicidade não existe, o que existe na vida são momentos felizes. É tão óbvio, mas tão óbvio… que não captamos. Tivéssemos entendido, não desperdiçaríamos a vida suando desesperadamente para ser feliz, como se a felicidade estivesse sempre a dez metros no futuro, e jamais no aqui do agora. Acabou o adoçante.

Vem, me dá um abraço bem acochado e esqueçamos desse negócio de ser feliz. Vamos parar de pagar o terreno no céu. Em vez da tal felicidade, que ninguém sabe que horas vai chegar ou se ficou mesmo de vir, melhor viver a vida hoje, vivendo as nossas verdades mais íntimas enquanto estamos vivos, antes que venha uma nova pandemia e nos extermine como a baratas inconvenientes. Você viu minha chinela?

Meia hora depois, nós nos despedindo na pracinha, ela me perguntou: Se eu viver as minhas verdades mais íntimas, isso me fará feliz, ou apenas estarei sendo honesta comigo mesma? Ela ali sob a luz suave da manhã, o vento a brincar com seu cabelo, o olhinho dela ainda sonolento pela noite que mal dormimos, tão linda… Suspirei, sem saber o que dizer. Quem me salvou do silêncio inquisidor foi o ônibus, que chegou zuadento a abrir suas portas. Sábado você me responde, ela falou, enquanto baixava nossas máscaras para o derradeiro beijo. Lá dentro, fez coraçãozinho com as mãos, e achei gracioso, como não achar? O ônibus saiu e eu o acompanhei correndo pela calçada, feito um idiota feliz. Outros passageiros viram a cena ridícula, mas ela não, já havia sentado.

Voltei para casa pensando nisso. Seriam os cães felizes exatamente por correrem atrás dos carros sem perceberem a inutilidade do que fazem?

.
Ricardo Kelmer 2020 – blogdokelmer.com

.

.

ODAIR JOSÉ – A NOITE MAIS LINDA DO MUNDO

.

.

LEIA NESTE BLOG

Dez segundos para ser feliz – Seus olhos continuam sorrindo mesmo quando ela conta, sem pudor, das imensas bobagens que fez em nome de sua busca por felicidade

Insights e calcinhas – Uma calcinha rasgada pode mudar a vida de uma mulher? Ruth descobriu que sim

Carma de mãe para filha – Os filhos sempre pagam caro pelos pais que não se realizam em suas vidas

Cerejas ao meio-dia – Linda e poética, ela dá a volta no carro e todas as buzinas se calam. Claro, um poema de cereja em plena avenida, não é todo dia

A gota dágua – A força da tempestade, o poder do desejo. Ela deveria resistir, mas…

Ventos do óbvio – Ela tinha o controle de sua vida, ela e mais ninguém. Renascer. Renovar-se

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- 


A fugaz eternidade do agora

21/10/2020

21out2020

O barco kelmérico tá meio avariado, admito, e ainda não me acostumei totalmente com o eu que não mais sou e até dia desses ainda era

A FUGAZ ETERNIDADE DO AGORA

.
Povo da minha aldeia. Hoje, 21out, guardo mais um aninho no baú das vivências. Putz, foi um ano difícil, viu? Várias tormentas por atravessar. O barco kelmérico tá meio avariado, admito, e ainda não me acostumei totalmente com o eu que não mais sou e até dia desses ainda era – estará o sátiro incansável evoluindo pra velhote safado? Bem, o fato é que cá estou eu, sobrevivido no agora pra contar a história.

Foi em meio à tormenta, porém, que coisas boas aconteceram. Consegui finalizar meu livro de memórias exóticas (Viajando na Maionese Astral, em fase de pré-venda), o livro que abre o terço final da minha jornada. E, pra minha sorte, Tereza Lana tá ao meu lado, e adoramos parar na estrada só pra capturar a fugaz eternidade do nosso poético agora. Obrigado, amada.

A outra novidade é o Simpatizo Amor de Bar, que montei com Vaninha e Paulo Henrique. Com ele, além de proporcionar entretenimento às pessoas, pretendo contribuir um pouco mais pra cena cultural e literária de Fortaleza, a minha loirinha desmiolada de sol. Como você pode ver, o tempo não desbotou meus idealismos, que bom.

Estarei no bar na quinta e na sexta, quem puder, apareça. Quem não puder, brinde aqui mesmo comigo ao agora, esse relâmpago de tempo tão implacavelmente fugaz.

SIMPATIZO AMOR DE BAR
22out, quinta-feira: Show com Moacir Bedê, Natasha Faria e Fábio Amaral
23out, sexta-feira: DJ Estácio Facó

Quarta a sábado, 17h a 23h
Rua Sabino Pires, 6 – Aldeota – Fortaleza-CE
esquina com Leite Albuquerque, ao lado do Frangolândia

.
Ricardo Kelmer 2020 – blogdokelmer.com

.

.

.

.

LEIA NESTE BLOG

Dez segundos para ser feliz – Seus olhos continuam sorrindo mesmo quando ela conta, sem pudor, das imensas bobagens que fez em nome de sua busca por felicidade

Insights e calcinhas – Uma calcinha rasgada pode mudar a vida de uma mulher? Ruth descobriu que sim

Ser feliz é para os fracos – Se tem uma coisa que não é nada criteriosa em relação aos atributos dos candidatos, é a felicidade. Qualquer idiota pode ser feliz

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- 

> Postagem no Facebook


Robinho, Bolsonaro, Deus e a cultura do estupro

17/10/2020

17out2020

Culpado por estupro, Robinho diz que Deus está no comando e que fará um gol para homenagear Jair Bolsonaro

.
ROBINHO, BOLSONARO, DEUS E A CULTURA DO ESTUPRO

.
A pressão funcionou: temendo perder seus patrocinadores, o Santos Futebol Clube desistiu de contratar o jogador Robinho, que foi condenado na Itália, em primeira instância, a nove anos de prisão por participar de estupro coletivo contra uma jovem de 23 anos no camarim de uma boate. Pelo relato do próprio Robinho, ele “apenas” pôs o pênis em sua boca. “Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu”, contou o jogador a um amigo, segundo consta no processo.

Robinho culpou a Rede Globo por persegui-lo, disse que ela está a serviço do Diabo e que Deus está no comando de sua vida, e afirmou ainda que fará um gol e homenageará seu ídolo Jair Bolsonaro, aquele que falou para uma mulher que não a estupraria porque ela não merecia, e que se gaba de ter feito quatro filhos homens, mas no quinto deu uma fraquejada e nasceu uma mulher.

No mundo ainda muito machista do futebol, coisas abomináveis acontecem e não vêm a público. É uma bolha, onde imperam leis mafiosas que visam defender o jogador mau-caráter, especialmente quando ele é rico e famoso e as ocorrências envolvem mulheres. Esse caso do cristão e cidadão do bem Robinho é típico, e quando ele, canalhamente, busca refúgio na religião e evoca o auxílio do presidente misógino e fascista, o caso revela-se em toda sua podridão e expõe a tragédia moral de uma sociedade que elegeu como presidente a aberração de nome Jair Bolsonaro.

Que as torcidas antifascistas (como a Resistência Tricolor, do Fortaleza, da qual eu e minha namorada fazemos parte) e os torcedores conscientes cobrem de seus clubes, cada vez mais, a postura correta, não apenas em relação à cultura do estupro e à violência contra a mulher, mas a todas as formas de preconceito e opressão.

.
rk – blogdokelmer.com 2020

.

.

.

 

.

LEIA NESTE BLOG

O beijo da resistência contra a besta do fascismo – O fascismo não faz política ‒ ele é a negação da política, pois não dialoga, apenas agride, persegue e censura

A alma fascista do governo Bolsonaro – Roberto Alvim apenas escancarou a alma fascista do governo Bolsonaro. Mas a alma fascista continua lá

.

.

.

.

 

 

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01-

 
> Postagem no Facebook

 


Muita perda e nenhum ganho

25/06/2020

MUITA PERDA E NENHUM GANHO

.
A escritora Lya Luft, 81 anos, autora de Perdas e Ganhos, é mais uma a engrossar as fileiras dos arrependidos. Frustrada com o presidente da República que ajudou a eleger, ela afirma estar muito entristecida com a situação do país.

A senhora está triste, dona Lya? Puxa… Olha, eu respeito seus sentimentos, mas deixe-me dizer algo. Jair Bolsonaro não enganou a ninguém. Ninguém. Durante anos, ele atacou as mulheres, ofendeu homossexuais, negros, índios e nordestinos, afirmou que as minorias teriam que se curvar à maioria, disse que iria metralhar os opositores, assumiu-se admirador de um torturador assassino, a quem homenageou em pleno Congresso, incentivou a sonegação de impostos, apoiou milícias armadas e lamentou que a ditadura militar não matou trinta mil pessoas, entre muitas outras coisas deploráveis.

Durante anos, a senhora, como todos nós, ouviu esse perigoso discurso fascista, típico de quem despreza a democracia e os direitos humanos. A senhora sabia disso tudo, mas, mesmo assim, votou nele, conscientemente. Por esse motivo, a senhora não tem o direito de reclamar. Mas tem o dever moral de nos ajudar a consertar essa tragédia nacional, que só aconteceu graças a pessoas que, como a senhora, votaram num demente psicopata e cruel para ser o governante do país porque não queriam a esquerda no poder.

Bem, a senhora ao menos teve a decência de assumir publicamente seu erro, coisa que a grande maioria não fará.

.
Ricardo Kelmer 2020 – blogdokelmer.com

.

.

Resistência antifascista

.

.

LEIA NESTE BLOG

O beijo da resistência contra a besta do fascismo – O fascismo não faz política ‒ ele é a negação da política, pois não dialoga, apenas agride, persegue e censura

A alma fascista do governo Bolsonaro – Roberto Alvim apenas escancarou a alma fascista do governo Bolsonaro. Mas a alma fascista continua lá

.

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01-

 
> Postagem no Facebook

 


Um brinde na varanda

26/03/2020

26mar2020

Quem da sua família você deixaria morrer para que a economia não seja prejudicada?

UM BRINDE NA VARANDA

.
Tenho amigos e familiares que são seguidores do grande deus Mercado. São fieis que cultivam em seus mantras diários palavras perfumadas de empreendorismo, meritocracia e maximização dos lucros. Apesar de pensarmos diferente, são pessoas de quem gosto, e é por isso que inicio este texto com uma pergunta para elas: Quem da sua família você deixaria morrer para que a economia não seja prejudicada?

As máscaras higiênicas são o rosto da pandemia de covid-19, mas são as máscaras do caráter que estão a cair e a revelar quem é quem. Para a imensa maioria, é a saúde das pessoas que deve ser priorizada, mas para os fieis mercadistas, o grande deus manda rezar assim: Se é certo que cinco ou sete mil morrerão, e eu não estarei entre eles porque posso pagar por um bom hospital, então que morram, mas a economia não pode parar, amém.

Um dos problemas dessa oração é que se rígidas medidas não forem tomadas, como a quarentena social, os mortos não ficarão em apenas cinco ou sete mil e a tragédia escorrerá também para os serviços de saúde privada. Porém, os seguidores do deus Mercado avaliam, em sua cega fé, que a grande maioria de mortos será de pobres e idosos, e isso não afetará tanto a economia, ou ao menos o seu negócio. É essa lógica neoliberal que guia os pronunciamentos e a criminosa postura do presidente da República, que critica a “histeria” porque é comprometido até a medula com os interesses das grandes companhias e dos acionistas da Bolsa de Valores, e dos líderes religiosos, que o ajudaram a ser eleito ‒ com as igrejas vazias, coitados, como arrecadarão seus abençoados dízimos?

Jair Bolsonaro é um demente fascista, mentiroso e cruel, disso já sabíamos. A desagradável surpresa fica por conta de seu ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que ia num razoável caminho de sensatez, mas que infelizmente parece ter fraquejado diante do mórbido patrão & seus filhinhos. Bem, isso não surpreende de todo, já que Mandetta, no recente caso da compra de máscaras para seu ministério, favoreceu a empresa que financiou suas campanhas a deputado, em vez de buscar melhores preços. Como ministro da Saúde, vê-se que ele realmente entende de economia.

Voltando à pergunta do início do texto. Não nos iludamos. Se for necessário, os fieis seguidores do deus Mercado sacrificarão, sim, seus pais e avós, sem problema. E no ano que vem, na varanda de seus apartamentos, conferirão as cotações na Bolsa e, enxugando a lágrima que insiste em não cair, erguerão um brinde aos mártires que deram suas vidas por um deus que está sempre de olho nas melhores ações. Amém.

.
Ricardo Kelmer 2020 – blogdokelmer.com

.

.

 

Resistência antifascista

.

.

LEIA NESTE BLOG

O beijo da resistência contra a besta do fascismo – O fascismo não faz política ‒ ele é a negação da política, pois não dialoga, apenas agride, persegue e censura

Polícia ou milícia? – Que o erro e a coragem de Cid Gomes nos ensinem sobre o extremo perigo do fascismo policial

.

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01- Coerência e sabedoria. Vou compartilhar. Olivia Brasil, Fortaleza-CE – mar2020

02- Canalhas! Seu texto ferve, meu caro! Leo Mackellene, Sobral-CE – mar2020

03- SENSACIONAL. Moacir Bedê, Fortaleza-CE – mar2020

04- Ótimo texto. Fátima Fernandes, Brasília-DF – mar2020

05- Com certeza, a idéia é esta, um velho é apenas estatística, não é um pai ou mãe, um avô ou avó, um ente querido que está partindo por causa de um doença disseminada. Esta ideologia está sendo propagada, quero ver na hora que começar a mortandade. E veja, a morte por asfixia é muito cruel e não vai ter respirador. Você já pensou, uma pessoa que trabalhou a vida inteira ter uma morte destas? Ligia Eloy, Lisboa-Portugal – mar2020

 


%d blogueiros gostam disto: