A omissão do cidadão de bem

16jun2021

Resistência Antifascista Artista 01

.
A OMISSÃO DO CIDADÃO DE BEM

.
Até hoje, muitos se perguntam como Adolf Hitler pôde fazer todo o mal que fez e por que a maioria dos alemães aceitou as ações do nazismo, por mais cruéis que fossem.

O contexto social e político da época contribuiu, mas houve algo fundamental: a omissão dos que poderiam ter feito algo e não fizeram. Muitos “cidadãos de bem” fecharam os olhos para os crimes dos nazistas, pois não mexiam com suas famílias ou seu dinheiro. Mesmo discordando totalmente do governo, pessoas influentes se calaram, por receio de desagradar, por interesses comerciais, por covardia.

A situação do Brasil tem muitos pontos em comum com a Alemanha de Hitler. Quando o governo genocida de Jair Bolsonaro for devidamente julgado, o que já está ocorrendo, o posicionamento dos brasileiros influentes também será julgado. É por isso que não se deve tentar ser neutro em tempos de crise como a que vivemos, pois a neutralidade significa aceitar passivamente o que acontece ou pode acontecer, ou seja, é um posicionamento.

Há artistas, esportistas e outros famosos que não se posicionam contra o genocídio do governo Bolsonaro por medo de perder público ou prejudicar seus valiosos contratos. Hoje, ganham fama e dinheiro, sim, mas a covardia ficará marcada em sua testa com o sangue dos inocentes e seu nome apodrecerá eternamente na lata de lixo da história.

.
Ricardo Kelmer 2021 – blogdokelmer.com

.

.

Viajando na Maionese Astral CAPA 07aVIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS – LEIA COMENTÁRIOS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01-

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: