Nasceu a minha Maionese

05/08/2020

05ago2020

Meu livro de memórias exóticas 

NASCEU A MINHA MAIONESE

.
Gente, eu podia estar roubando ou matando, mas tô aqui lançando meu livro de memórias exóticas VIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL. Adquirindo a versão eletrônica, que custa R$ 9, você poderá descontar o valor no lançamento do livro físico, que farei em breve com o que eu conseguir arrecadar com o livro eletrônico.

Diverti-me bastante escrevendo esse livro, principalmente na parte em que conto sobre meu grupo esotérico que iria salvar o mundo e revelo minha polêmica vida passada na Dinamarca medieval, na qual eu tinha uns rolos com uma escritora paulista da atualidade e um músico muito conhecido de Fortaleza, que hoje é um grande amigo.

Bem vindo à minha maionese. Garanto que você dará boas risadas. 🙂

VIAJANDO NA MAIONESE ASTRAL
Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo
Miragem Editorial, 2020

Enquanto relembra as pitorescas histórias de quando largou uma banda de rock para liderar um aloprado grupo esotérico e lançou-se como escritor com um livro espiritualista de sucesso (Quem Apagou a Luz? – Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá) que depois renegou, o autor fala, com bom humor, sobre sua suposta vida no século 14, carreira literária, amores, sexo, drogas ilegais, prostituição e crises existenciais, reflete sobre sua relação com o feminino, o xamanismo, a filosofia taoista e a psicologia junguiana e narra sua transformação de líder de jovens católicos em falso guru da nova era e, por fim, em ateu combatente do fanatismo religioso e militante antifascista.

> SAIBA MAIS

.
OPÇÕES

Na Amazon (Kindle): R$ 9
Direto comigo: R$ 9 (PDF com dedicatória)

– Viajando na Maionese Astral + Quem Apagou a Luz?: R$ 15 (PDF com dedic.)
– somente Quem Apagou a Luz?: indisponível

Entre em contato: rkelmer@gmail.com

PAGAMENTO

Bradesco – ag. 7737 – conta 30268-6 (Ricardo)
Banco do Brasil – ag. 2793-6 – conta 11733-1 (Sebastião)
Caixa Econômica – ag 0578 – OP 013 – conta 14921-2 (Tereza)
Cartão/boleto: Pag Seguro

NA AMAZON: clique aqui

.
Ricardo Kelmer 2020 – blogdokelmer.com

.

.

Quem Apagou a Luz?
Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá
(ensaio)

Lançado em 1995, este livro resume, numa linguagem descontraída, as crenças e vivências que norteavam o grupo esotérico do qual o autor participou nos anos 1990, abordando temas como experiências fora do corpo, reencarnação, vida após a morte, extraterrestres e guias espirituais.

A partir de 2000, quando o autor assumiu seu ateísmo, este livro deixou de ser publicado, interrompendo uma trajetória de sucesso. Porém, em 2020, para divulgar seu livro Viajando na Maionese Astral – Memórias exóticas de um escritor sem a mínima vocação para salvar o mundo, ele decidiu relançá-lo numa edição especial, junto com o Maionese.

> SAIBA MAIS

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- 


Portugal, 2a temporada

15/07/2016

15jul2016

Trinta e cinco dias de música e literatura em terras portuguesas

PortugalSegundaTemporada-07a

PORTUGAL, 2a TEMPORADA

.
Entre 15 de maio e 19 de junho de 2016 eu estive novamente em Portugal, dessa vez com meu parceiro Felipe Breier, a realizar uma temporada musical-literária, com apresentações do Vinicius Show de Moraes e sessões de autógrafos dos meus livros, incluindo o mais recente, Versos Safadinhos para Noites Românticas ou Vice-versa.

Minha irmã Ana Érika nos hospedou em Braga, no norte do país, e nesse período nos apresentamos dez vezes em três cidades. Em Braga, as apresentações aconteceram na Associação Cultural Sol em Movimento, no restaurante Caldo Entornado, no bar Notre Dame, na livraria Mavy, na livraria Centésima Página e no Rossio Café Bar. Na Lousã, foram no Parque Carlos Reis e no 94 Bar, e na cidade do Porto, elas aconteceram nos espaços culturais Gato Vadio e Casa Bô. Fizemos também uma apresentação informal na casa dos amigos Neto e Virgínia, na Lourinhã. A capital Lisboa ficou de fora por não dispormos de bons contatos e uma estrutura de apoio suficiente lá, mas quem sabe dê certo numa futura temporada.

Fomos carinhosamente recebidos e fizemos muitas amizades. Agora, de volta, temos dentro de nós um tanto da alma portuguesa, e isso nos enriquece. Obrigado a todos que nos ajudaram. Um obrigado especial a Ana Érika, Caiote, Juliana, Susana, Andrea, Elisabete, Graça, Alex e Adriana.

A sensação é de gratificação: nossa proposta de unir música e literatura brasileiras num concerto para bares e livrarias foi bem aceita, mais do que prevíramos. Para o escritor que sou, saber que em Portugal ficarão vários livros meus e vários novos leitores, uau, isso é bom demais. E como é bom constatar que Vinicius de Moraes ainda vive na memória afetiva de boa parte do povo português. Saravá!

.
> A 1a temporada (dez2015 a jan2016) está aqui:
Ibéria, 1a temporada

.

PORTUGAL, mai-jun2016

.

RK201605FelipeB-210

De Lisboa, eu e Felipe fomos direto para Lourinhã, no litoral, comemorar o aniversário de minha amiga Virgínia. Lá, em sua casa, apresentamos trechos do Vinicius Show de Moraes para ela, Neto e seus amigos. Que noite deliciosa! Como presente de aniversário, bom cearense que sou, levei duas garrafas de Ypióca. Que ajudei a baixar, evidentemente.

.
.

?????????????

Com Felipe, Neto e Susana no Buddha Eden, em Carvalhal. Localizado na Quinta dos Loridos, o Buddha Eden é o maior jardim oriental da Europa, com cerca de 35 hectares, e foi criado em protesto contra a destruição dos Budas Gigantes de Bamyan, um dos maiores atos de barbárie cultural da história. Com seus enormes budas, pagodes, estátuas de terracota e esculturas cuidadosamente dispostas entre a vegetação, é uma obra impressionante. Para construí-la, foram usadas mais de 6 mil toneladas de mármore e granito.

.
.

RK201605Felipe-01

Evoé, Baco! No Buddha Eden. Por falar em vinho, em Portugal compra-se uma ótima garrafa de vinho (cheia, evidentemente) pelo equivalente a R$ 8. Putz… Desse jeito, até quem não bebe, bebe.

.
.

VSM201605SolEmMovimento-01

Chegamos em Portugal sem nenhuma apresentação marcada. Tudo que tínhamos era o interesse de dois bares em Braga, que eu conhecera em minha primeira temporada portuguesa (dez2015 e jan2016). Uma tarde, na livraria Centésima Página, conhecemos uma brasileira, que nos levou para conhecer a Associação Cultural Sol em Movimento. Foi lá que, dias depois, fizemos a primeira apresentação pública do Vinicius Show de Moraes e a primeira sessão de autógrafos dos meus livros. Obrigado, Carla e Ângela.

.
.

VSM201605NotreDame-03

A segunda apresentação foi no Notre Dame, no centro histórico de Braga, um bar de inspiração gótica que toca muito rock dos anos 80. Foi uma noite bastante divertida, onde portugueses e brasileiros se confraternizaram no ritmo da bossa nova e do samba e na poesia de Vinicius. Obrigado, Pedro Bacelar.

.
.

VSM201605CaldoEntornado-02b

Com Felipe, concentrando com um saboroso Douro para a apresentação/sessão de autógrafos no restaurante Caldo Entornado, no centro histórico de Braga. Obrigado, Rodrigo e Inês.

.
.

VSM201605LivrariaMavy-303a

Quarta apresentação. Livraria Mavy, em Braga. Que, na verdade, é um bar, onde funcionava uma antiga livraria, vizinho a Sé, no centro histórico. Virou um delicioso snack bar, mas manteve o nome e boa parte da estrutura da livraria. Obrigado, Filipe Morgado.

.
.

?????????????

No fim de maio acontece a Braga Romana, festa que dura cinco dias e que relembra o tempo de dois milênios atrás, quando Braga integrava o Império Romano, evocando o seu cotidiano como Bracara Augusta, a cidade-capital da província da Galícia (ou Galécia, ou Galiza). Na foto, eu e minha querida amiga e sócia Marcinha, que durante uma semana esteve conosco, a impressionar os portugueses com seu charme e sua beleza.

.
.

?????????????

Estou num bar a me esquentar com um copo de vinho do Douro, quando de repente ela passa na rua, seguida de três músicos vestidos como árabes de há dois mil anos. Ela, a sinuosa dançarina, deslizando seu poético bailado para os meus olhos subitamente fisgados. Ah, a sedução do feminino… Mais embriagante que o melhor vinho.

.
.

RK201606FelipeB-02a

Na estação de comboios de Coimbra, a caminho da Lousã.

.
.

RK201606FelipeB, Juliana-06a

Em Coimbra, com Felipe e a namorada Juliana, que nos acompanhou e ajudou na produção dos eventos.

.
.

RK201606Coimbra-225

Ela, a imponente Universidade de Coimbra. Criada em 1290 e atualmente com cerca de 20 mil alunos, ela é a mais antiga de Portugal e uma das maiores universidades do país, oferecendo todos os graus acadêmicos em arquitetura, educação, engenharia, humanidades, direito, matemática, medicina, ciências naturais, psicologia, ciências sociais e desporto.

.
.

VSM201606-109

SAUDADES DO BRASIL NA LOUSÃ

Situada a leste de Coimbra, Lousã é uma cidadezinha pequena, ladeada por serras onde dormitam dezenas de pequeninas aldeias semi-habitadas, que hoje são atração turística junto às trilhas ecológicas da região.

Na Lousã, eu e Felipe Breier nos apresentamos em duas noites, a primeira no Parque Carlos Reis, e a segunda no 94 Bar. Fomos recebidos com aquele tipo de hospitalidade e carinho que já não encontramos nos grandes centros urbanos, aquele benquererzinho que nos cativa e não dá vontade de ir embora nunca mais para sempre. Foi lá que apresentamos pela primeira vez Saudades do Brasil em Portugal, o fado que Vinicius fez para Amália Rodrigues e que está registrado na histórica gravação feita na casa de Amália, em 1968. Não somos fadistas, obviamente, mas fizemos do jeito que nossas almas sentem a melodia e a poesia dessa obra.

Na serra, serpenteando pelas curvas da estrada e visitando as aldeias praticamente abandonadas, senti, como explicar, algo assim como se cruzasse um portal do espaçotempo, e vivi sensações estranhas, de saber-me de lá, de pressentir mistérios que jamais desvendarei, de um dia ter que voltar… Lá, na aldeia de Catarredor, conheci Ana e Carlos, que nos receberam em sua psicodélica casinha feita de pedras de xisto, e com quem papeamos gostosamente num poético fim de tarde de sexta-feira, agraciados pela deslumbrante paisagem da serra. Ao saber do motivo que nos levara a Lousã, Carlos, em sua longa barba branca de ermitão do xisto, nos contou algo incrível: em 1972, no antigo Teatro Avenida, em Coimbra, ele assistiu a um show… de quem? De Vinicius e Toquinho. Uau, e você gostou?, eu quis saber, já impressionado. E ele: Sim, claro, eles eram muito bons, e nessa noite eu vi com meus próprios olhos: Vinicius bebeu duas garrafas de uísque. E não foi direto pro hospital, né?, completei, rindo com ele, eu transbordante de gratidão por aquele inusitado encontro.

Obrigado a todos que tão bem nos acolheram e apoiaram, em especial a Susana, Graça, Elisabete e Andrea. Obrigado ao grupo de teatro Barraca Preta, aos amigos do Parque Carlos Reis e ao Zé Artur. Lousã, eu voltarei, viu? Só para me perder novamente nas curvas misteriosas do teu espaçotempo.

.
.

RK201606Lousa-248

A psicodélica residência de Ana e Carlos, na aldeia de Catarredor, na serra da Lousã.

.
.

RK201606Elisabete,Susana,Ana-01

Com Susana, Elisabete e Ana. Um momento fora do tempo, na serra da Lousã.

.
.

RK201606LousaCarlos-01

Carlos, o ermitão da Lousã. Em 1972 ele teve o privilégio de assistir ao show de Vinicius e Toquinho no antigo Teatro Avenida, em Coimbra. E eu tive o privilégio de conhecê-lo.

.
.

VSM201606Porto-120

VINICIUS AO VINHO DO PORTO

Porto é a segunda maior cidade de Portugal, com 240 mil habitantes (Lisboa, a primeira, tem 550 mil, e Braga, a terceira, tem 140 mil). É conhecida mundialmente pelo seu vinho, suas pontes e sua arquitetura contemporânea e antiga, além da Universidade do Porto e de seu principal clube de futebol, o Porto. Foi lá, vindos de três dias na Lousã, onde eu e Felipe Breier apresentamos duas vezes o Vinicius Show de Moraes.

A primeira apresentação foi no Gato Vadio, um interessante espaço cultural de inspiração anarquista, que dispõe de livraria e bar e promove eventos diversos. Ficamos superfelizes de ver o espaço lotado, todos muito respeitosos e atentos ao que cantávamos, recitávamos e falávamos. Nessa noite, dormimos no Rés da Rua, um casarão antigo onde as pessoas vivenciam a filosofia da vida compartilhada, unindo e dividindo comunitariamente custos, necessidades e alegrias (obrigado, Celestino!).

No domingo pretendíamos tocar ao cair da tarde no calçadão da Ribeira, mas após cinco dias de estrada e três apresentações, o cansaço não permitiu. Na terça, já recuperados, nos apresentamos na Casa Bô, outro casarão antigo que une artistas e adeptos de um estilo de vida ligado à ecologia e à vida simples. Lá, dispensamos microfones e nos apresentamos sentados sobre a beirada do palco, num delicioso clima intimista de sarau. Vale destacar: na plateia estava um casal vindo de Vigo, na Espanha, especialmente para ver nosso concerto. Quanta honra!

Obrigado ao pessoal do Gato Vadio, da Casa Bô e do Rés da Rua, pelo carinhoso acolhimento. Estamos muito contentes por ter levado ao Porto a arte de Vinicius de Moraes, e também por agora fazer parte da história desses espaços, onde reunem-se pessoas que, assim como Vinicius, acreditam que, sim, um outro mundo é possível. Um mundo com mais arte e respeito à vida, e menos competição. Com menos consumismo, e muito mais amizade e alegria. Saravá!

.
.

RK201606FelipeB,Juliana-22a

Pelas ruas do centro de Porto, com Felipe e Juliana.

.
.

RK201606Braga-124c

Na livraria Centésima Página, com o CD do Vinicius Show de Moraes e o livreto Versos Safadinhos para Noites Românticas ou Vice-versa. De modo geral, os portugueses são contidos e discretos em relação ao erotismo, e a literatura erótica em Portugal não tem tanto mercado quanto no Brasil. Meu livreto causava um certo estranhamento na maioria das pessoas, um quase constrangimento, mas a curiosidade prevalecia e acabavam dando uma olhadinha… e compravam. Afinal, a humanidade se divide em dois tipos de pessoas: as que gostam de sacanagem e as que assumem que gostam de sacanagem.

.
.

RK201606-293

O sistema de transporte ferroviário de Portugal é de matar de inveja aos brasileiros. Ele nos faz ver como o Brasil errou feio ao priorizar os automóveis, em vez de investir e modernizar seu sistema ferroviário. Rápidos e eficientes, os comboios (trens) cruzam as regiões do país, pondo-se como ótima alternativa ao transporte rodoviário. Costuma ser um pouco mais caro, mas é muito mais seguro e ecologicamente limpo, e pode-se comprar os bilhetes pela internet, com bons descontos. Se tem wi-fi? Sim, tem.

.
.

VSM2016Rossio-152c

As duas últimas apresentações, em Braga. Primeiro, na charmosa livraria Centésima Página. Obrigado a Sofia e Helena pela oportunidade de cantar e recitar poesia na presença dos nossos ídolos, que, das estantes, enriqueceram deveras nosso concerto. Depois, no Rossio Café Bar, um aconchegante espaço onde é possível escutar música brasileira de alta qualidade. Nessa noite de despedida, cantamos e dançamos Vinicius de Moraes unindo nossos sotaques aos de portugueses, brasileiros, uruguaios e franceses, numa divertida celebração da arte e da amizade. Obrigado, Rui Carlos.

.
.

RK201606Neto,Virginia,Ana,Andrea,Caiote-01

Em Lisboa, aquela tradicional ginjinha no Largo de São Domingos. Com Neto, Virgínia, Andrea, Ana Érika e Super-Caiote Tricolor.

.
.

RK201605FelipeB-801

Com Felipe, em Braga, brindando à nossa parceria. Nas dez apresentações que fizemos, experimentamos vários tipos de acordo com o contratante. Em alguns locais, recebemos cachê fixo (entre 60 e 150 euros), e a casa não cobrou ingresso ou couvert dos clientes. Em outros, as pessoas contribuíram voluntariamente (o velho chapéu), o que nos rendeu entre 25 e 90 euros. Houve também uma vez em que a casa cobrou ingresso, a 2 euros, que nos foi integralmente repassado e nos rendeu 40 euros. Em todas as apresentações, vendíamos nossos CDs a 5 euros (Felipe levou também o dele) e livros (entre 3 e 6 euros), e isso nos rendia um trocado a mais. Excetuando duas apresentações em Braga, recebemos abaixo da média do que geralmente recebemos no Brasil, mas, considerando que somos absolutamente desconhecidos para os portugueses e levando em conta as casas em que nos apresentamos e o momento econômico do país, o resultado final foi bom. Em Lisboa, certamente ganharíamos mais, porém lá ainda não temos bons contatos e uma estrutura de apoio suficiente.

.
.

RK201606Sintra-300b

Domesticado em Sintra. Hummm, nem tanto. Continuo com minha velha certeza: melhor correr os riscos da liberdade que viver numa escravidão tranquila.

.

Lousa201606ClassificadosSexuais-04

Leitura obrigatória: os classificados sexuais nos jornais portugueses. Ah, é uma diliça! Prazer linguístico de primeira qualidade. Como no Brasil, alguns anúncios chamam atenção pela criatividade. “Corpo danone”, por exemplo. O que pode significar isso? Será que ela tem gosto de iogurte? Num outro anúncio, a rapariga se define “boa como milho”. Milho cozido ou assado? “Recém-divorciada” é um clássico, é daqueles termos que atiçam a imaginação do cidadão: Hummm, ela se separou agora, quer compensar o tempo perdido… Outra rapariga apela ainda mais: “carente, namorado ausente”. Uau, namorado ausente é ainda melhor que recém-divorciada, né não? Há uma que “atende sem cueca”. Ops! Calma, eu explico. Cueca, em Portugal, é roupa íntima, masculina ou feminina. Ah, bom… Dúvida sanada, imaginemos: o cidadão sobe as escadas, bate na porta, a rapariga abre e, tchan!, ela já está sem calcinha, entendeu? Taí, gostei dessa, vou ligar agora mesmo.

Os termos e os cacoetes linguísticos me divertem demais, e eles nos falam bastante sobre a cultura do país. Minete, por exemplo. O termo significa sexo oral na mulher. Lendo os anúncios, constatei que é um serviço oferecido com destaque, mais que o boquete. Fiquei intrigado, pois no Brasil prostitutas não costumam alardear a oferta desse serviço. Então fui pesquisar e descobri que para grande parte da população, o sexo oral na mulher ainda é um tabu, algo sujo ou pervertido, não praticado por mulheres sérias e honestas. Por esse motivo, é comum que os homens portugueses, principalmente os mais velhos, busquem fazê-lo com prostitutas e não com suas esposas ou namoradas. Algumas oferecem minete “à canzana”, ou seja, à moda dos cães (de quatro), o que pode significar que a rapariga também aprecia o passeio da língua pelo glorioso fiofó. Quanto ao minete com leitinho, deixo para você imaginar o que pode ser.

.
.

?????????????

De repente, numa vitrine, o Feminino Sagrado transparece para mim. E, como sempre acontece, o mundo para, e eu sou tocado pelo poder do arquétipo, e é impossível prosseguir sendo o mesmo…

Por falar em Feminino Sagrado, obrigado, moça bonita, sim, você mesmo, obrigado por tudo. Pela surpresa, a súbita e estranha cumplicidade, as horas encantadas… Aquela lua na sacada do hotel, a poética sintonia de almas e corpos, teu riso, teu choro, teu prazer… Obrigado.

.
.

VSM201605LivrariaMavy-302a

FORA TEMER EM PORTUGAL

Em nossas apresentações do Vinicius Show de Moraes em Portugal, quase sempre havia portugueses e brasileiros na plateia, e às vezes estrangeiros de outros países. Quando o ambiente permitia, incluíamos no roteiro do show comentários sobre o vergonhoso golpe de Estado que a direita armou no Brasil, e o resultado é um coro geral de “Fora Temer!”, que tomava conta do espaço, vazava para a rua e chamava a atenção de todos.

Vinicius, em 1964, viveu o golpe de Estado dos militares, e em 1969 foi expulso por eles do Itamaraty. Nessa mesma época, os portugueses viviam sob a ditadura de Salazar, da qual se libertariam em 1974, com a Revolução dos Cravos. É por isso que os portugueses democratas acompanham com preocupação os acontecimentos no Brasil e torcem para que não vingue o golpe de Temer, Cunha, Aécio e cia. E é por isso que eles gritavam conosco, engrossando o coro pró-democracia: Fora Temer!!! E não havia como não se emocionar.

Defender com firmeza a nossa democracia do outro lado do Atlântico, e ao mesmo tempo divulgar nossa música e literatura… Putz, foi uma experiência bem forte.
.

.
Ricardo Kelmer 2016 – blogdokelmer.com

 

.

LEIA NESTE BLOG

IberiaTemporada2015,2016-04aIbéria, 1a temporada – Registros de uma viagem por Portugal e Espanha

Rumo à estação simplicidade – Jurei me manter sempre no caminho, sem pesos nem apegos excessivos, pronto para pegar a estrada no momento em que a vida assim quisesse

O sonho do verdadeiro eu – Entretanto, algo me dizia que na pauliceia eu poderia viver minha vida mais verdadeira, era só insistir

Espirros e roteiros – Se antes eu tinha insônia por me preocupar demais em descobrir o que precisava fazer, hoje me delicio em abrir a janela dos quartos dos hotéis, molhar a ponta do dedo e botar no vento

O dia em que o chinlone me pegou – A arte zen de sair por aí à toa e encontrar o que se precisa

.

VSMCD2016Capa-05

Vinicius Show de Moraes
com Ricardo Kelmer e Felipe Breier

Este show nos traz a riqueza da vida e da obra de Vinicius de Moraes, um dos nomes mais importantes da cultura brasileira. Através das músicas, dos poemas e de fatos interessantes da vida de Vinicius, passeamos por grandes momentos da música e da poesia brasileiras e nos divertimos e nos emocionamos com a rica trajetória do homem, poeta, artista, amante, amigo e diplomata que fascinou e ainda fascina gerações no Brasil e no mundo.

.

VersosSafadinhosCapa-06a

Versos Safadinhos para Noites Românticas ou Vice-versa
Ricardo Kelmer – poemas

Versos Autor de uma dezena de obras, nos gêneros romance, conto, crônica e ensaio, desta vez Ricardo Kelmer deixa a prosa de lado e envereda pela poesia. Escritos entre 1989 e 2016, os 35 poemas deste livro versam sobre amor, paixão, desejo e erotismo. Neles, o autor canta os sabores das aventuras amorosas e celebra o êxtase dionisíaco dos enlaces carnais, mas também diverte-se com os irônicos descaminhos das relações e não esquece de louvar a musa unânime dos poetas, a língua portuguesa. Os desenhos são do artista húngaro Mihály Zichy.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

 Acesso aos Arquivos Secretos
Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Come um bacalhau ai por mim. De bacalhau vc entende. Andre Soares Pontes, Fortaleza-CE – jul2016

02- Toooooooop. Isaias Gimenez, Braga-Portugal – jul2016

03- Quando vocês vêm de novo à Lousã? Vá lá, marquem, temos saudades, soube a tão pouco… Carla F Lobo, Lousã-Portugal – jul2016

04- Pronto, já me deixaste em prantos… Saudades saudades saudades… Tens de voltar, querido amigo! As curvas e mistérios da Lousã esperam por ti… Susana X Mota, Leiria-Portugal – jul2016

05- Muito bom, Ricardo! Bonita descrição das nossas terras e gentes…e obrigada também pela visita! 3ª temporada…Novembro? Angela Duarte, Lourinhã-Portugal – jul2016

06- Ricardo, vc tá cada vez melhor. Que ótimo esse material sobre sua estada em Portugal! Abração. Luis Pellegrini, São Paulo-SP – jul2016

07- Massa… Parabéns pela temporada. Ana Vládia Lima, Fortaleza-CE – ago2016

08- Kelmer… boa noite. Foi de uma alegria imensa saber que você também é cabeça-chata. Orgulhei-me. rs “Ostra” coisa, também adorei Portugal. Acho até que conheço um pouco mais que você. Mas não tem nada de competição nisso. Agora numa coisa ganhei de 7 x 0… na safadice.  Um dia conto. Ainda é perigoso falar. Um grande abraço de um conterrâneo que curte seu trabalho. “Inté”!!! PC, Fortaleza-CE – ago2016

09- Caríssimo RK. Mais uma vez tenho a oportunidade de viajar a Portugal, nem tanto pela bolsa de pesquisa – que não tenho -, mas efetivamente por suas palavras viageiras. Roteiro de orgulhar Vinicius e Toquinho, sem dúvida, e com direito a testemunha da época e tal – que figura! As observações dos classificados são um plus antropológico e linguístico – por que não? -, sempre servido com seu bom humor. Não faltou a necessária dose de realismo, num tempo temeroso para nossa prostituída democracia. Espetáculo! Grande abraço e meu muito obrigado. Leite Jr., Fortaleza-CE – ago2016


Ibéria 1a temporada

12/02/2016

12fev2016

Registros de uma viagem por Portugal e Espanha

IberiaTemporada2015,2016-04a

IBÉRIA, 1a TEMPORADA

.
Quando minha irmã Ana Érika me convidou para passar uma temporada em Portugal, onde ela atualmente faz doutorado na Universidade do Minho, em Braga, em princípio relutei. Dois meses parecia muito. Largar meus compromissos profissionais cotidianos e ficar dois meses na Europa? Tentador, claro, mesmo tendo somente algumas semanas para me preparar.

Mas topei. Ana vivia lá sozinha com o filhote Caio, e ter amigos e familiares por perto é sempre bom nessas situações. Para mim, particularmente, além de matar a saudade deles, seria uma ótima oportunidade de conhecer Portugal, e eu ainda poderia esticar até a Espanha, uma velha paixão kelmérica. Aliás, os dois países são cenários de meu romance O Irresistível Charme da Insanidade, que ganhara uma versão em espanhol. Eu também poderia aproveitar e fazer contatos profissionais na área editorial, ou para voltar lá depois levando o Vinicius Show de Moraes. É, tinha que topar mesmo.

Registrei a viagem com fotos e comentários quase diários no Instagram. Seguem alguns desses registros. Desculpe a qualidade das imagens, meu celular não é dos melhores para isso.

.
> A 2a temporada (abr-mai2016), com a turnê do espetáculo Vinicius Show de Moraes, está aqui:
Portugal, 2a temporada

.

PORTUGAL-ESPANHA, dez2015-jan2016

.

Iberia201512Lisboa-18

Peguei um voo da TAP saindo de Fortaleza, direto para Lisboa. Oito horas de voo, chegando às nove da manhã. Tomei um sonífero mas dei somente umas curtinhas cochiladas no avião, mas foi uma viagem tranquila. Ana e Caio me esperavam num apartamento em Alfama, alugado por dois dias. Foi lá que comecei a gostar de Portugal, justamente no bairro onde nasceu o fado.

.

Iberia201512Lisboa-08

Flanando pela Baixa e molhando a mão nas águas do velho Tejo. Virado sem dormir, e mais o fuso horário (3 horas a mais que Fortaleza), eu me sentia meio lento e anestesiado, e eu sou um ser que não funciono se não tiver dormido. Mas foi um bom passeio.

.

Iberia201512Lisboa-253

Não fui para Portugal fazer programa. Prefiro fazer isso no Brasil, você sabe, é mais seguro no país onde a gente mora. Mas aquela moça, tá vendo na foto, lá na calçada olhando para mim? Poizé, ela me fez uma proposta boa e findamos a tarde num quarto de hotel ali próximo. Foi então que aprendi o que é um minete e um broche. Em certo momento, ela se empolgou e gritou: Enfia tudo na minha peida!!! Num primeiro momento, achei que tinha escutado errado, e perguntei: Onde? E ela confirmou: Na minha peida, vai, enfia!!! E eu: Olha, moça, sem querer cortar o clima, mas… onde fica tua peida? E ela: Aqui atrás, ó, pá… Bem, no fim deu tudo certo, ela me deu três livros do Saramago e cada um saiu satisfeito para seu lado. E eu despertei. Havia adormecido e sonhado, sentado num banco na Rua Augusta. Despertei e, do outro lado da rua, a moça ainda olhava para mim…

.

Iberia201512Braga-201Lisboa-30

À noite, encontramos Andrea e Gisele, amigas brasileiras que moram em Lisboa, e que nos levaram para passear pelo Bairro Alto. Jantamos num pequeno restaurante na área do Cais do Sodré. Um aviso aos brasileiros que pretendem ir a Portugal: assim como reconhecemos um português logo que começa a falar, com os portugueses é a mesma coisa, os gajos sacam um brasileiro na metade da primeira palavra. Por isso, nem tente disfarçar.

.

?????????????

Pensão do Amor. Eu já havia acessado o site e lido a respeito. É um antigo prostíbulo, na área do Cais do Sodré, que foi reformado e hoje é um espaço de arte, cultura e entretenimento. A ambientação do espaço é incrível, aliando um estilo “sujo” com uma pegada cabaret-burlesco. Os antigos quartos foram adaptados e em seus espaços funcionam lojas, como uma livraria erótica e uma sex shop, além de palestras e cursos de poli dance. Há um bar, mesas e poltronas, e uma área externa com outro bar, que dá para a rua de cima.

.

Iberia201512Lisboa-303

Na livraria Ler Devagar, da Pensão do Amor. As várias faces da lolita… Recomeeendo!, tanto o local como o romance de Vladimir Nabokov. E, claro, as lolitas que flanam graciosamente por lá, dando cada uma seu toque de charme pessoal ao arquétipo da mulher inocente-sedutora.

.

Iberia201601Braga-01

Vista da janela do meu quarto, na rua Cruz de Pedra, em Braga. Ao fundo, o centro histórico. É comum ver casas abandonadas, literalmente caindo aos pedaços. E, por causa da crise econômica, que ainda persiste, abundam por todo canto lojas fechadas e placas de vende-se. Isso confere aos locais um certo ar de cidade fantasma. Ainda assim, a área central é muito charmosa.

.

Iberia201512Braga-102

Passeando com Caio e a cadela Nikita. Para minha sorte, esse inverno não foi dos mais frios. Para mim, a temperatura ideal da vida nunca baixaria de 17 graus, nem subiria de 27. Mas aceito negociar.

.

Iberia201512Braga-220

Um passeio pelas ruas e becos do centro histórico de Braga, em Portugal, e de repente elas surgem ao olhar, pequeninas e charmosas, as livrarias… Parecem portais mágicos, que se abrem em meio às brumas do bosque, nos convidando a entrar e se perder pelos seus encantos. Como resistir a tal perdição?

.

Iberia201512Braga-253

Mesmo longe do Brasil, eu não poderia deixar de dar minha contribuição ao movimento #NaoVaiTerGolpe. Fiz a fotinha e postei no Facebook e no Instagram. Não sou petista, nem lulista, nem dilmista, mas sempre defenderei os partidos de esquerda contra os interesses do grande capital, que é insensível à questão das desigualdades sociais e que está ligado aos partidos de direita.

.

Iberia201512Lourinha-10

Havia um Atlântico a nos separar. E mais de dez anos a temperar nossa amizade com o sabor da saudade. Meus velhos amigos Neto e Virgínia, brasileiros vivendo em Lourinhã, Portugal. Nos meus braços a Juba, filha deles, e a outra filha, Júlia, tirou a foto. Nas pontas, minha amiga e leitora querida, Susana, de Leiria, e seu namorado Ricardo. Obrigado!

.

Iberia201512Obidos

Numa taberna da cidade de Óbidos a degustar uma ginja com uma linguicinha no fogo de cachaça. Ginja, ou no diminutivo carinhoso ginjinha, é um licor obtido a partir da ginja, uma fruta parecida com cereja, muito popular em Portugal. Em Óbidos, o fruto é colhido nos ginjais da região e, após um processo de maceração que dura no mínimo um ano, é extraído o licor, que não leva corantes ou conservantes artificiais. Impossível tomar só uma dose.

.

Iberia201512Lourinha-11

No Museu da Lourinhã, a 60km de Lisboa, estão fósseis de dinossauros de 150 milhões de anos. Este aí da foto usava boné para proteger o chifre. Deve ser parente meu.

.

Iberia201512Braga-150

Passagem do ano em Braga, com Ana e Caiote. Que diferença para as festas de réveillon no Brasil… Os portugueses são, de modo geral, tão discretos e contidos. Por que, no Brasil, ficamos tão eufóricos com a passagem do ano? Por que bebemos e dançamos e nos abraçamos e enlouquecemos como se no outro dia o mundo fosse acabar?

.

Iberia201512Estrada-101

Viajando pelo litoral norte com Ana, Caiote, Alex, Adriana e Gabriel.
Depois daquele horizonte / Tem uma aventura pra viver / O segredo da viagem / É curtir a paisagem / Viajar no entardecer / Receber o destino com um abraço / Baseado no que pode acontecer

.

Iberia201601PovoaDeVarzim-104a

Naus a singrar pelo caos de mim… Fotinha feita no calçadão da beira-mar de Póvoa de Varzim, norte de Portugal.

.

Iberia201512Braga-255

Pegando emprestado o visual do Arco da Porta Nova, no centro de Braga, para participar do movimento de apoio a Chico Buarque, que foi hostilizado por conta de suas posições políticas. Usei a letra da música Tanto Mar, que Chico compôs para homenagear a Revolução dos Cravos, que em 1974 acabou com décadas de ditadura e implantou a democracia em Portugal.

.

Iberia201601Porto-150

Obrigado, maninha, pela oportunidade dessa viagem. Você mora de camisola em meu coração. E esta camisola é camisola brasileira mesmo.

.

Iberia201512Leiria-101

Em Leiria, com Susana e Ricardo. Susana é professora de artes e acompanha meu trabalho desde 1998, quando a internet engatinhava.

.

Iberia201512Lisboa-20

Nas viagens pelo país, usei o sistema de comboios (trem) e o de ônibus (autocarro). Ambos são eficientes e seguros. Porém, se você for usar os autocarros, não espere muita organização no momento de embarcar, principalmente na rodoviária da Rede Expresso, no Porto. Se você não ficar bem atento, não saberá onde está o ônibus que deve pegar, e quando descobrir, ele já saiu e você ficou.

.

Iberia201601Lisboa-02

Num hotelzinho em Lisboa, ao pé do Bairro Alto. Abastecido de mapas, uísque portátil e história de Portugal. E solidão.

.

Iberia201601Lisboa-243

Com velhos e novos amigos em Lisboa, brindando com vinho e ginjinha. Esse povo bebe muito…

.

Iberia201512Lisboa-122

Pensão Amor. Voltei lá para conhecer melhor o espaço. Aproveitei para oferecer o Vinicius Show de Moraes, mas a casa não se interessou. Felizmente, dois bares em Braga se interessaram: o Caldo Entornado e o Notre Dame, ambos no centro histórico.

.

Iberia201601Lisboa-301

Pesquisando sobre fado, conheci um pouco mais de sua história. E descobri Gisela João (abaixo), uma cantora de timbre especial, mui graciosa, e que nos últimos anos tem se destacado no cenário musical português. Gostei muito de seu disco de estreia. Recomendo!

.
.

O fado Saudades do Brasil em Portugal, de Vinicius de Moraes e Homem Cristo, até hoje é bastante cantado em Portugal, inclusive pelas novas fadistas. Para nossas apresentações portuguesas do Vinicius Show de Moraes, eu e Felipe Breier o incluiremos no repertório. Gosto muito dessa versão, cantada por Kátia Guerreiro.
.

.

Falando em Vinicius, em 1969 ele, a caminho de Roma, passou por Lisboa e encontrou-se com Amália Rodrigues e amigos e poetas portugueses. O encontro foi registrado em disco e lançado em 1970, mas foi proibido pelo governo, sendo relançado após a queda da ditadura em 1974. Narrado por David Mourão Ferreira, e contendo declamações, improvisos, fados e bossas novas, este disco é considerado uma relíquia da música e poesia em língua portuguesa.

.

.

Iberia201601Lisboa-304

Nas perambulanças por Lisboa, margeando o velho Tejo, uma esticadinha até Belém. Olha, que indescritível emoção estar no lugar em que Jesus nasceu… Será que ele chegou a comer o famoso pastel de nata?

.

Iberia201601Porto-304

Anoitecer na Ribeira, às margens do rio Douro, no Porto. Programas obrigatórios, pelo menos para mim: passeio pelo centro histórico, fotinha na livraria Lello e um copo de vinho no Piolho. Percebi uma forte rivalidade cultural entre Porto e Lisboa, e não apenas no futebol. A autoidentidade portuguesa nasceu no norte, e só depois é que alastrou-se para o sul. Como o norte do país não foi tão influenciado pela dominação moura quanto o sul, isso leva os nortistas a se considerarem mais portugueses que os sulistas e a se orgulharem de suas origens celtas, assim como os galegos da Espanha, que também se originaram do povo celta.

.

Iberia201601Espanha-101

Meu romance literalmente cruzando fronteiras… Ah, não resisti à tentação: na estrada que vai de Braga, em Portugal, a Vigo, na Galicia (noroeste da Espanha), saltei rapidamente do carro e registrei o momento.

.

Iberia201601Escravitude-01

Na Galícia, alugamos uma casa para seis pessoas em Escravitude, próximo a Santiago de Compostela. Usamos os serviços do AirBnb, que funcionou muito bem.

.

Iberia201601SantiagoDeCompostela-150

Vai um programa literário aí, freguesa peregrina? Cobro baratinho. E sou muito discreto. A senhora nunca viu isso aqui em Santiago de Compostela? Pois tá vendo agora. A gente tem que se virar, né? Quanto custa? Custa esse livro que tá aqui na vitrine, a senhora compra pra mim? Sim, sou viciado nisso, eu assumo, e faço tudo pra manter meu vício em dia. Sim, compensa, claro que sim. Em uma hora com a senhora eu ganho a vida inteira com Fernando Pessoa ou com Florbela Espanca.

.

Iberia201601Baiona-01

Na localidade espanhola de Baiona, às margens do rio Minho, o rei Afonso IX cata gaivotas.

.

Iberia201601Baiona-102a

Em terra de sapo, de cócoras com eles. Uma Estrella Galicia bem geladinha para rebater a ressaca e celebrar. Celebrar o quê? Bem, que estamos vivos. E estamos vivos para quê? Ah, aí já não sei, não me venha com essas questões a essa hora da manhã. Não sei porque estamos vivos. E nem invejo aos que o sabem. Celebremos, pois, a ignorância. Puxando Alberto Caieiro, amar é a eterna inocência, e a única inocência não pensar.

.

IberiaRioMinho-11

Veja a foto. Lá adiante está o oceano Atlântico. Esse é o rio Minho, que separa o norte de Portugal da Galícia, no noroeste da Espanha. Do lado esquerdo de sua foz está a cidade portuguesa de Caminha, do lado direito, a espanhola Guarda. O percurso entre as duas localidades pode ser feito de ferry boat, de onde foi feita a foto.
Do lado esquerdo, a língua oficial é o português, e do lado direito, as línguas oficiais são o castelhano (que os brasileiros chamam de espanhol) e o galego. Português e galego se originaram do galego-português, língua que surgiu no século 9, a partir do do latim vulgar falado pelos conquistadores romanos, e são muitíssimo parecidas.
No rio, abaixo da superfície, os peixes borbulham portulego.

.

Iberia201601Lourinha-160

Se você tirar uma foto em Portugal, são grandes as chances de Cristiano Ronaldo sair nela. Putz… O gajo tá em todo canto: jornais, revistas, outdoors, tevê, internet, nas conversas nos cafés… Impossível fingir que ele não existe. Como deve ser observar a milhões de pessoas dia e noite, a todo momento, em cada esquina de Portugal? O gajo gato CR7 sabe a resposta..

.

Iberia201601Guimaraes-107

O Paço dos Duques, em Guimarães, onde hoje funciona um museu. De estilo borgonhês, seu aspecto atual foi recriado, de forma polêmica, durante o Estado Novo, e ignora-se a arquitetura original. Foi construído no sec 15, por D. Afonso, 1.º duque de Bragança, para servir de residência quando estivesse com sua amante. Uau… É tão grande e espaçoso, com tantos aposentos e salas, que daria pra hospedar não apenas uma, mas uma centena de amantes. Isso, obviamente, se o duque tivesse disposição suficiente.

.

Iberia201601Guimaraes-115a

O Castelo de Guimarães. Que não é um castelo, mas uma torre de defesa cercada por muralhas reforçadas por quatro torres. Situado no alto da colina, está ligado à fundação do Condado Portucalense e às lutas da independência de Portugal, sendo designado popularmente como berço da nacionalidade. De acordo com a tradição, aqui nasceu o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques (1112-85), na capela avizinhada ao Castelo.

.

Iberia201601Guimaraes-150

A Francesinha é um prato típico e originário da cidade do Porto. Servido e forma de sanduíche, leva linguiça, salsicha fresca, fiambre, carnes frias e bife de carne de boi (os portugueses chamam de carne de vaca) ou, em alternativa, lombo de porco assado e fatiado, coberta com queijo posteriormente derretido. É guarnecida com um molho à base de tomate, cerveja e piri-piri. Os acompanhamentos de ovo estrelado (no topo da sanduíche) e batatas fritas são facultativos. A origem do nome é controversa, mas uma versão fala da suposta pimentice das mulheres francesas.

.

Iberia201601Braga-701

Quando a tarde cai, elas se olham, lânguidas. E agitam-se levemente em sua elegante dança de sedução. Pudessem andar, elas se abraçariam e sairiam rodopiando pela rua. Como não podem, trocam juras roçando-se com seus galhos e soltando as folhas como doces beijinhos largados. E o calor desse namoro sobe até as nuvens, ruborizando o céu e aquecendo o inverno.
Poizé. Ultimamente aqui em Portugal, ando com essa mania besta de olhar as árvores namorando…

.

Iberia201512Lourinha-101

Encontro Marcado na Biblioteca bem podia ser o título de um conto erótico, né? Quem sabe um dia eu escreva, eheh. Entretanto, esta foto registra meu inesperado encontro, na biblioteca municipal de Lourinhã (60km de Lisboa, Portugal), com O Encontro Marcado, em edição portuguesa, o romance de Fernando Sabino que me deu o impulso definitivo para ser escritor. Que sensação boa encontrá-lo aqui do outro lado do Atlântico. Quanto carinho e respeito tenho por este livro!

.

Iberia201601Comboio-102a

Tchau, Ibéria. Foram dois meses deliciosos. Espero que tenha gostado de mim. Em junho voltarei, com meu parceiro Felipe Breier, trazendo o nosso Vinicius Show de Moraes. E viva a cidadania mundial! Por um mundo sem fronteiras.

 

.

Ricardo Kelmer 2016 – blogdokelmer.com

 

.

LEIA NESTE BLOG

RumoAEstacaoSimplicidade-01Rumo à estação simplicidade – Jurei me manter sempre no caminho, sem pesos nem apegos excessivos, pronto para pegar a estrada no momento em que a vida assim quisesse

O sonho do verdadeiro eu – Entretanto, algo me dizia que na pauliceia eu poderia viver minha vida mais verdadeira, era só insistir

Espirros e roteiros – Se antes eu tinha insônia por me preocupar demais em descobrir o que precisava fazer, hoje me delicio em abrir a janela dos quartos dos hotéis, molhar a ponta do dedo e botar no vento

O dia em que o chinlone me pegou – A arte zen de sair por aí à toa e encontrar o que se precisa

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

 Acesso aos Arquivos Secretos
Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Boa sorte no novo projeto,vai da certo! Vocês merecem. Gil Tabosa, Campina Grande-PB – fev2016

02- Se precisar de um carregador de mala que toca flauta, já sabe… Waldemar Falcão, Rio de Janeiro-RJ – fev2016

03- Que venham muitas outras, Ricardo! Se bem que nessa temporada eu mais dei trabalho que ajudei ne? Ana Claudia Domene Ortiz, Albuquerque-EUA – fev2016

04- Cú ibero lusitano. Andre Soares Pontes, Fortaleza-CE – fev2016

05- maravilha de registro, querido..ficou 10. Shirlene Holanda, São Paulo-SP – fev2016

06- Nada que agradecer… Eu é que agradeço! Volta depressa e traz o calor! Susana X Mota, Leiria-Portugal – fev2016

07- A segunda temporada e quando mesmo? Não esquecer de trazer minhas dez cordas de caranguejos vivos, lá de Parnaíba (PI)! Francisco Fontenele Veras Neto, Lourinhã-Portugal – fev2016

08- Caríssimo RK, gostei imenso, como dizem os gajos, de seu roteiro poético pela ocidental praia lusa e pelas trilhas galegas. Com direito ao novo fado e tudo mais, posso dizer que você me poupou a viagem a Portugal, caso não me saia a bolsa de pós-doutorado. Sim, estou fazendo minha pesquisa na USP, e é sobre o velho mago comunista da Azinhaga. Torço para que dê tudo certo com o impagável Vinicius que só você e o Breier sabem fazer. Leite Jr., Fortaleza-CE – fev2016

> Postagem no Facebook


Indecências em Fortaleza (1)

19/12/2014

18dez2014

Indecências, Vinicius de Moraes, Bienal do Livro, Estoril… Bom demais

IndecenciasEmFortaleza-02

INDECÊNCIAS EM FORTALEZA (1)

.
Estive em Fortaleza, minha loirinha desmiolada de sol, entre 29nov e 15dez. No roteiro: lançamento do Indecências para o Fim de Tarde, apresentação do Vinicius Show de Moraes e participação na 11a edição da Bienal Internacional do Livro do Ceará. Foi bom demais, tudo. Infelizmente não consegui rever todas as pessoas que gostaria, mas as que revi me proporcionaram momentos muito felizes, e fiz novos amigos e conheci novos leitores, e isso é renovação pra alma.

Fiquei muito honrado e feliz por lançar o livro e fazer o show no Estoril, que também é Vila Morena, um lugar muito especial por sua tradição cultural, com o qual tenho uma forte ligação afetiva por ter passado lá belas e inolvidáveis noites nos anos 1980. O bar do Estoril agora é administrado por Carlinhos Papai, lendária figura da cultura boêmia da cidade e meu amado amigo tricolor. Que essa parceria da SecultFor com meu Papito ajude a revitalizar a Praia de Iracema de Todos os Amores e sopre pra lá muita arte e cultura. Iracema era iletrada, mas de tanto ser lida, hoje ela adora lançamentos de livros – que lhe deem esse prazer. Sem esquecer da segurança na área, por favor, que nossa índia é guerreira, sim, mas não gosta nadinha de violência.

Agora, meus obrigados. À Secult, pelo convite pra participar da Bienal. À SecultFor, Carlinhos Papai e Ciribáh Soares, e à equipe do bar do Estoril. A Beth Andrade, da Via Libido Sex Shop, pelos persex que tanto mimosaram as coxas das leitorinhas. A Chiquinho Jr, pelas belas fotos, e a Felipe Breier, meu parceirim danado de bom. A Valéria Assunção, do Boteco Vintage, e a Ivonesete e Michele, que seguraram a onda da produção dos eventos. A Vilminha, Galvonis e Anamérika, pela valiosa ajuda na temporada. A todos que foram aos eventos e que curtem meu trabalho. E a você, que tão graciosamente encheu meu ser com a sagrada magia do Feminino.

Fortaleza pra mim é sempre assim, a derradeira brisa de verão, um gosto de beijo roubado na fila do embarque, a felicidade com visto vencido.

.
Ricardo Kelmer 2014 – blogdokelmer.com

.

PRA LEMBRAR COM CARINHO

.

RK201411WanessaB-01Com Wanessa Bento, revisora do Indecências

.

IFTLancamento201412FortCART-02a

.

IFT201412-201aLançamento no Estoril, na Praia de Iracema de Todos os Amores

.

IFT201412-203aLançamento no Estoril. Um dos lugares mais agradáveis da cidade

.

IFT201412-224aLançamento no Estoril, com Wélia e Silvana

.

IFT201412-229aLançamento no Estoril, com Chiquinho, Flávio, Luís Miguel e Bedê

.

IFT201412-230aLançamento no Estoril, com Carlinhos Papai

.

IFT201412-250aLançamento no Estoril, com Toinho Martan e Flávio Rangel, o famigerado trio da Intocáveis Putz Band (só faltou você, Emílio)

.

IFT201412-255aLançamento no Estoril, com Ivonesete na produção, e no chicote

.

IFT201412-263aLançamento no Estoril, com Flávio Rangel Trio

.

IFT201412BotecoVintage-06Lançamento no Boteco Vintage. Obrigado, Val. O braço é do parceirim Felipe Breier

.

IFT201412BotecoVintageDaluM-10Lançamento no Boteco Vintage, com Dalu toda assustada pelo chicote e pelas algemas – adoroooo

.

IFT201412BotecoVintageDaniC-06Lançamento no Boteco Vintage, experimentando com todo o respeito o persex na Dani

.

IFT201412BotecoVintage-03aLançamento no Boteco Vintage, com Laís (olha, eu queria dizer que o machucadim no joelho já tava aí antes deu chegar)

.

RK201412TocaDoPlacido,JessicaG-01aNa Toca do Plácido, com a coelha-gataloca, e eu dando uma de gatoloco fazendo biquinho de viado maizomenos)

.

TocaDoPlacido201412-01A Toca do Plácido tem uma decoração surreal, preços camaradas e petiscos saborosos. Lamentavelmente, no dia em que fui lá a gerência permitiu que fumassem no interior da casa, contrariando a lei antifumo. Azar o meu

.

TocaDoPlacido201412-02Toca do Plácido. Garota solitária e dadivosa aguarda companhia interessante no balcão

.

IFT201412LilianMartins-03Entrevista no programa Autores e Ideias, da Assembleia FM, com a professora Lílian Martins

.

VSM201412EstorilFacebookEvento-01

.

VSM201412Estoril-10No Estoril, com o parceirim Felipe Breier, no Vinicius Show de Moraes

.

IFT201412Estoril-21Lançamento e show no Estoril, com meu mentor etílico-espiritual Alberto Perdigão

.

IFT201412Estoril-23Lançamento e show no Estoril, com Karina, que viaja muito nas minhas viagens

.

IFT201412Estoril-22Lançamento e show no Estoril. Toda a graça de Michele e Lílian

.

RK201412Praia-05aConcentração pra Bienal, na Praia do Futuro

.

IFTDivBienal201412-04

.

IFTBienalDoLivroCeara2014-01Bienal do Livro, mesa “O conto nosso de cada dia”, com Xico Sá e Cleudene Aragão

.

IFT201412Sirlanney-01Troca-troca na Bienal do Livro com Sirlanney, autora do livro de quadrinhos Magra de Ruim

.

IFT201412MileideF-01aNa Bienal do Livro, com Mileide Flores. Close no persex…

.

RK201412XicoS-01Com Xico Sá na Bienal. Fulerage é ele. Não, é ele.

.

RK201412Estoril,ShirleneH,XicoS,IvoneseteR,FlaviaC,JulianaM,Maria,DrawlioJ,Sirlanney-01Programinha bom demais pós-Bienal no Estoril, com amigos que eu adoro muito demais da conta

.

RoqueS,ShirleneH,FlaviaC,XicoS,JulianaM201412-05Fim de noite no lendário Roque Santeiro, no Mucuripe, ô desmantelo medonho na vida do cidadão trabalhador. Obrigado, dona Orestina e seo Moacir

.

RK201412Estoril,VeronicaG,HalderG,XicoSa,MarinaG-01Fechando a temporada no Estoril, todos vivos, ufa. Com Verônica Guedes (diretora do festival For Rainbow), Halder Gomes (diretor do filme Cine Holliúdy), Xico Sá (diretor do Xicossá Fulerage Clube) e Marina Guedes (diretora geral da mesa)

.

.

IndecenciasParaOFimDeTardeCAPA-01aINDECÊNCIAS PARA O FIM DE TARDE
Ricardo Kelmer, Arte Paubrasil, 2014 – 208 pag

Os 23 contos deste livro exploram o erotismo em muitas de suas facetas. Às vezes ele é suave e místico como o luar de um ritual pagão de fertilidade na floresta. Outras vezes é divertido e canalha como a conversa de um homem com seu pênis sobre a fase de seca pela qual está passando. Também pode ser romântico e misterioso como a adolescente que decide ter um encontro muito especial com seu ídolo maior, o próprio pai. Ou pode ser perturbador como uma advogada que descobre que gosta de fazer sexo por dinheiro.

O erotismo de Ricardo Kelmer faz rir e faz refletir, às vezes choca, e, é claro, também instiga nossas fantasias, inclusive as que nem sabíamos possuir. Seja em irresistíveis fetiches de chocolate ou numa selvagem sessão de BDSM, nos encontros clandestinos de uma lolita num quarto de hotel ou no susto de um homem que descobre verdadeiramente como é estar dentro de uma mulher, as indecências destas histórias querem isso mesmo: lambuzar, agredir, provocar e surpreender a sua imaginação. > saiba mais, adquira o seu

.

INDECÊNCIAS PARA VOCÊ TIRAR A ROUPA

IFTLeitorasTiramARoupa-05Muitas mulheres têm esse fetiche, o de exibirem-se anonimamente para o público. Então criei uma promoção: envio o livro e a leitorinha faz uma foto erótica com ele, sem precisar mostrar o rosto, e a foto será usada em cartazes de divulgação da obra. Você gostaria de participar? > saiba mais

.

PARCERIA

vialibido.com.br

.

.

VINICIUS SHOW DE MORAES

ViniciusShowDeMoraesLogo-2aEste show nos traz a riqueza da vida e da obra de Vinicius de Moraes, um dos nomes mais importantes da cultura brasileira. Através das músicas, dos poemas e de fatos interessantes da vida de Vinicius, passeamos por grandes momentos da música e da poesia brasileiras e nos divertimos e nos emocionamos com a rica trajetória do homem, poeta, artista, amante, amigo e diplomata que fascinou e ainda fascina gerações no Brasil e no mundo. > saiba mais, veja vídeos

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

.

.

.

.

IndecenciasEmFortaleza-02a


Vinicius Show de Moraes na Nova Consciência

13/02/2013

Ricardo Kelmer 2013

Trecho do show em Campina Grande (afrossambas)

.

.
No sábado de Carnaval, 09.02.13, apresentamos o Vinicius Show de Moraes no Sesc Centro, em Campina Grande, na programação do Encontro da Nova Consciência. Esse festival multicultural, que é realizado desde 1992, reúne atividades diversas ligadas a arte, ciência, filosofias e religiões e tem como fio condutor o respeito às diferenças. Tenho a grande honra de participar desse festival desde 1996, como escritor, palestrante e, agora, também como intérprete de Vinicius.

Este vídeo mostra um trecho do show (o bloco dos afrossambas de Vinicius e Baden Powell) com a participação especialíssima de Waldemar Falcão, na flauta transversal, um amigo que conheci exatamente nesse festival, em 1997, e que nos anos 1970 tocou bastante com Zé Ramalho.

VSM201302-101aO formato do Vinicius Show de Moraes é ideal pra bares e restaurantes mas também cai muito bem em pequenos teatros, clubes e hotéis. Combina também com escolas, faculdades e espaços culturais, sem falar em eventos de empresas. Ah, em cruzeiros marítimos fica perfeito. E, antes que eu esqueça, 2013 é o centenário de Vinicius!

Mais informações e próximas apresentações

.

VINICIUS SHOW DE MORAES
Cantando, recitando e falando de Vinicius

ViniciusShowDeMoraesDiv-6Este show nos traz a riqueza da vida e da obra de Vinicius de Moraes, um dos nomes mais importantes da cultura brasileira. Através das músicas, dos poemas e de fatos interessantes da vida de Vinicius, passeamos por grandes momentos da música e da poesia brasileiras e nos divertimos e nos emocionamos com a rica trajetória do homem, poeta, artista, amante, amigo e diplomata que fascinou e ainda fascina gerações no Brasil e no mundo.

TEXTO E DIREÇÃO: Ricardo Kelmer

COM: Ricardo Kelmer e Felipe Breier (violão)

DURAÇÃO: 2 horas (24 músicas, 7 poemas) ou versão de 1h30

COMPONENTES: Ricardo Kelmer (escritor, roteirista e produtor cultural, mora em São Paulo) e Felipe Breier (cantor e violonista, mora em Fortaleza).

CONTATOS: Ricardo Kelmer: rkelmer@gmail.com

.

MAIS VÍDEOS

Clipe (3:48)

.

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.wordpress.com

.

.

LEIA MAIS NESTE BLOG

ViniciarteCamiseta-03a> Viniciarte – Conheça o espetáculo teatral que originou o Vinicius Show de Moraes

> Viver como Vinicius viveu – Viver outra vez aquele frio na barriga que antecede cada subida ao palco, recitar seus poemas por aí e mostrar a grandeza do Vinicius homem e artista – putz, tem sido tão gratificante fazer isso!

> Vinicius, embaixador da arte e do amor – A promoção póstuma do nosso mais querido diplomata faz a sociedade brasileira se livrar de um peso moral que carregava havia quatro décadas

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- realmente espetacular. Bruna Barros, Campina Grande-PB – fev2013

02- Amei… Joana Marques, Campina Grande-PB – fev2013

03- Ricardo, meu irmão, a honra foi minha, acredite! Tocar os afrossambas de Baden e Vinícius junto com você e Felipe Breier foi um momento inesquecível! Parabéns a vocês pelo lindo espetáculo e ao Felipe pela musicalidade e pela receptividade à minha participação! Valeu mesmo!!! Waldemar Falcão, Rio de Janeiro-RJ – fev2013

04- Foi muuuito bonito de se ver e de se ouvir! Ainda trocamos umas ideias depois, durante o show no viaduto. Os caras são demais. Parabéns aos músicos pelo trabalho e a organização do ENC por trazê-los aqui! Mariana Andrade, Campina Grande-PB – fev2013

05- Se eu já era fã de Vinícius de Moraes, depois do espetáculo de ontem fiquei mais ainda, simplesmente a coisa mais linda que vi na minha vida, o Encontro Da Nova Consciência está de parabéns. Regina Paiva, Campina Grande-PB – fev2013

06- Foi muito bonito, gostei demais, uma pena que eu não tinha copo pra tomar o cachorro engarrafado de Vinícius hehehe. Rômulo Gondim, Campina Grande-PB – fev2013

07- Foi lindo! Marcos Moraes, Campina Grande-PB – fev2013

08- Não tem como não se apaixonar por esse show, perfeito. Géssyca Deize, Campina Grande-PB – fev2013

09- Foi LINDO, apenas! Tayane Cristine, Campina Grande-PB – fev2013

10- Parabéns pelo espetáculo Vinicius show de Moraes!Assistir aqui em Campina Grande, fiquei encantada! A forma de você recitar é suave e sacana, deixa as poesias de Vinicius com um ar poético humano , já tinha visto alguns livros seus e o seu site, o Felipe também canta divinamente. A musica Garota de Ipanema junto à poesia Receita de mulher, fechou com chave de ouro, linda! Wexyza Ferreira, Campina Grande-PB – fev2013


Nasceu o Vinicius Show de Moraes

10/01/2013

Ricardo Kelmer 2013

Um show que homenageia Vinicius com suas músicas, seus poemas e as histórias da sua vida

ViniciusShowDeMoraesLogo-2.

O espetáculo teatral Viniciarte – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes, que criei e apresentei de 2009 a 2013, deu cria em 2012. Explico. Como costumo ir a Fortaleza duas ou três vezes por ano, juntei-me ao músico Felipe Breier, que mora lá, e criei a versão show do espetáculo. Foi assim que nasceu o Vinicius Show de Moraes, com músicas, poemas e um resumo da vida de Vinicius. Felipe Breier canta e toca violão, e eu faço vocal de apoio, recito os poemas e falo de Vinicius. Não é teatro como o Viniciarte mas também tem romantismo, humor e uma dose de reflexão, interação com o público e é pra todas as idades.

O formato do show é ideal pra bares e restaurantes mas também cai muito bem em clubes e hotéis. Combina também com escolas, faculdades e espaços culturais, sem falar em eventos de empresas. Ah, em cruzeiros marítimos fica perfeito.

Quem tiver interesse em contratar, seguem mais informações. E, antes que eu esqueça, 2013 é o centenário de Vinicius!

APRESENTAÇÕES REALIZADAS

– Bar e Rest Degusti, Bar do Papai, Creperia Ladeira Castro Alves, Rest. Cantinho do Frango (Fortaleza-CE)
– Bienal Internacional do Livro do Ceará (Fortaleza-CE, Centro de Eventos)
– Colégio Darwin (Fortaleza-CE)
– Encontro da Nova Consciência (Campina Grande-PB, Teatro Sesc)
– Centro Cultural Banco do Nordeste (Sousa-PB e Juazeiro do Norte-CE)
– Bar do Pelé (Sousa-PB)
– Crowdfunding Festival (Brasília-DF, Bar Garagem Cultural, Ceilândia)

.

ViniciusShowDeMoraesBDK-01> SAIBA MAIS – PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES

 

.

NO FACEBOOK:
facebook.com/ViniciusShowDeMoraes

.

.

.

VINICIUS SHOW DE MORAES
Cantando, recitando e falando de Vinicius

ViniciusShowDeMoraesDiv-6Este show nos traz a riqueza da vida e da obra de Vinicius de Moraes, um dos nomes mais importantes da cultura brasileira. Através das músicas, dos poemas e de fatos interessantes da vida de Vinicius, passeamos por grandes momentos da música e da poesia brasileiras e nos divertimos e nos emocionamos com a rica trajetória do homem, poeta, artista, amante, amigo e diplomata que fascinou e ainda fascina gerações no Brasil e no mundo.

TEXTO E DIREÇÃO: Ricardo Kelmer

COM: Ricardo Kelmer e Felipe Breier (violão)

DURAÇÃO: 2 horas (27 músicas, 7 poemas) ou versão de 1h30

COMPONENTES: Ricardo Kelmer (escritor, roteirista e produtor cultural, mora em São Paulo) e Felipe Breier (cantor e violonista, mora em Fortaleza).

CONTATOS: Ricardo Kelmer: rkelmer@gmail.com

.

VÍDEOS

Clipe (3:48)

.

Show em Campina Grande, Sesc Centro, 09.02.13 (6:58)
(programação do Encontro da Nova Consciência)

.

Show no Bar do Papai (Fortaleza, 13.03.13). Música: Garota de Ipanema. Poema: Receita de Mulher (10:00)

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.com

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

 

.

 


O mundo real da arte

11/04/2012

11abr2012

O momento em que a magia do teatro se revela paradoxalmente em toda sua plenitude, expondo tanto sua maquiagem quanto seu avesso

O MUNDO REAL DA ARTE

.
De repente, no clímax da peça, a energia caiu, interrompendo o espetáculo. O teatro, que estava cheio, ficou um breu só. Um dos atores ainda falou, sua voz meio sem graça na escuridão: Acho que temos um blecaute… Uma luz de apoio acendeu-se, iluminando levemente o palco. E enquanto a energia não voltava, tudo ficou suspenso, a plateia chocada, esperando em silêncio, e os atores constrangidos, sem saber o que fazer.

Naquela noite, a magia do teatro, que tanto nos faz viajar para outras realidades, de um momento para o outro rompeu-se, e lá estávamos todos de volta à brusca realidade da sala, presos aos limites das poltronas. Durante aqueles intermináveis minutos, não eram mais os personagens que estavam ali no palco, mas os próprios atores, desmascarados. E foi chocante vê-los assim, subitamente impotentes, sem a proteção de seus personagens, sem a história a lhes dar sentido.

Porém… algo mais aconteceu. Enquanto as luzes voltavam devagar, nos demos conta de que… estávamos sonhando. Sim. Percebemos, cada um de nós na plateia, que um minuto antes estávamos todos a sonhar, um sonho coletivo, e que sonhávamos deveras…

Quando, por fim, o ator anunciou que tudo estava normalizado e que o espetáculo seria reiniciado, não pudemos deixar de aplaudir, aliviados e eufóricos. E enquanto a peça recomeçava, nos conduzindo novamente para dentro do sonho, agora sabíamos todos que havíamos vivido algo raro: o momento em que a magia do teatro se revela paradoxalmente em toda sua plenitude, expondo tanto sua maquiagem quanto seu avesso, dando-nos a exata noção da fantasia e da realidade, e do quão tênue é a fronteira que as separa. Naquela noite, durante aqueles poucos minutos, todos nós estivemos nessa fronteira. Nem todos, porém, chegaram a se perguntar: e se, na verdade, aquele sonho é que é real?

Muitas vezes em minha vida eu me fiz essa pergunta. Olhava para o mundo ao meu redor e via as coisas erradas, a pressa de chegar a lugar nenhum, a violência banalizada, o medo de ser livre… Por alguns minutos, tudo aquilo me parecia tão irreal, parecia exatamente o avesso da arte, ela que é sempre bela, livre e numinosa. Então me dava uma vontade louca de escapar daquele sonho ruim e saltar para o mundo da minha arte, e lá morar para sempre, todas as horas do dia…

Vou confessar uma coisa, não fala para ninguém, tá? Eu saltei. Sim, saltei, e agora moro no mundo real da minha arte. Mas deixei uma parte de mim aqui para comer, tomar banho, pagar o aluguel, essas coisas. Vez em quando, alguém mais chegado desconfia dessa estratégia, mas por enquanto ela tem funcionado bem. O único problema é quando a energia cai, pois aí preciso enrolar a plateia até que o espetáculo possa continuar. Mas sei enrolar bem, falo do clima, do trânsito, que esse ano o tempo passou muito rápido. Lá, no mundo real da arte, eu sou eu mesmo. Aqui, sou o melhor ator canastrão de mim. Mas os dois são verdadeiros e um necessita do outro, assim como a arte que desperta a vida e a vida que sonha com a arte.

.
Ricardo Kelmer 2011 – blogdokelmer.com

.

Imagem: montagem sobre foto de Walmick Campos, espetáculo O Cantil, do grupo Teatro Máquina

.

.

LEIA MAIS NESTE BLOG

OSonhoDoVerdadeiroEu-01O sonho do verdadeiro eu – Entretanto, algo me dizia que na pauliceia eu poderia viver minha vida mais verdadeira, era só insistir

Vinicius Show de Moraes – Um show que homenageia Vinicius com suas músicas, seus poemas e as histórias da sua vida

A celebração da putchéuris (Intocáveis Putz Band) – A história fuleragem da Intocáveis Putz Band

Mário Gomes, o poeta viralata – Era com suas errâncias quixotescas e os versos obscenos que o povo se encantava, ele lá, de paletó sem gravata, camarada e bonachão

Vingativas – Duas mulheres que raptam um ator famoso e, como vingança por ele tê-las desprezado, levam-no a um hotel, amarram-no e…

Pelas coxias de Guaramiranga – Entre uma peça e outra sempre dá tempo de cruzar uns olhares, nativos e forasteiros, e exercitar o roteiro das abordagens

Crimes de paixão – Detetive investiga estranhos crimes envolvendo personagens típicos da boêmia Praia de Iracema e descobre que alguém pretende matar a noite

Abalou Sobral em chamas – Abram as portas da esperança! Que entrem as candidatas a Cinderela!

É o amor – E os outros zezés e lucianos por aí?

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Maravilha, texto novo! E olha, ainda bem que vc saltou pro lado da sua arte. É por isso que eu te adoro. 😉Wanessa Bentowski, Fortaleza-CE – abr2012

02- Putz, ô sentimento bom agora! Te leio demais, torço demais por todas as tuas criações. Saltemos! 😉 Rosa Emilia, Fortaleza-CE – abr2012

03- Somo nóis, capitão Kelmer! Marcelo Gavini, São Paulo-SP – abr2012

04- E o que seria de nós em meio a esse black out do cotidiano da vida se não fosse sua coragem de saltar para a arte? Uma escuridão sem fim! E se você saltar de volta pra cá pode deixar que eu te empurro de volta. Maria Do Carmo Antunes, São Paulo-SP – abr2012

05- que bem que me soube entrar nesta dedicatória! 🙂 Não podes saltar de volta, amigo, o mundo não aceita coxos. Além disso és a minha lagarta fumadora de ópio em cima de cogumelo! 😉 Já sabes… eu sou “tua ídola”! ♥ Susana X Mota, Leiria-Portugal – abr2012

06- E eu saltando de ca! A reciproca e verdadeirissima! Beijos, Rica! Fabiana Vasconcelos, Boston-EUA – abr2012

07- Paula Izabela Texto nu, cru, verdadeiro e brilhante! Salve, Charlie! Meu amor literário, estão perguntando por vc aqui em Sousa. Saudade roxa! ♥ Paula Izabela, Juazeiro do Norte-CE – abr2012

08- Tallyta Paula Lindo! Gostei muito e acredito que Giovanna Torres,Victória Aurimar,Thiago Goméz, David Bandeira,Jooh Schneider,Gabriel Angelo,Marcio Rodrigues irão gostar também! Thalyta Souza, Juazeiro do Norte-CE – abr2012

09- Dá-lhe fera! Cesar Veneziani, São Paulo-SP – abr2012

10- Muito Legal, *-* Giovanna Torres, Juazeiro do Norte-CE – abr2012

11- Muito legal o texto mundo kelmeric, vc sintetizou com criatividade própria o mesmo paradoxo contido no conto de Théophile Gautier intitulado “A morte amorosa”, convido todos a sua leitura. Abção. André de Sena, Recife-PE – abr2012

12- Olha, achei um dos teus textos mais insólitos. eu li várias vezes naquele dia que tu publicou aqui. achei bem misterioso. e jungiano, né? esse lance do inconsciente coletivo, do sonho que vivemos sem perceber que tá tudo interconectado e claro, da tua relação com a tua arte. legal isso. Wanessa Bentowski, Fortaleza-CE – abr2012

13- Voando!! Rs.. Abismo está quem se enfia nesse mundo doido e não quer voar! \o/ Amei a crônica! Bjsss e sucesso! Sabrina Carvalho, São Paulo-SP – abr2012

14- Demorei pra ler, mas valeu. Arretado, seu Kelmer! Marcelo Gavini, São Paulo-SP – abr2012

15- eu ja li e gostei muito. Ana Luisa Rodrigues, Fortaleza-CE – abr2012

16- Só agora, vi e li…muito legal! Claro q lembrei…hehehe. Celia Terpins, São Paulo-SP – abr2012

17- “Durante aqueles intermináveis minutos, não era mais os personagens que estavam ali no palco mas os próprios atores, desmascarados. E foi chocante vê-los assim, subitamente impotentes, sem a proteção de seus personagens, sem a história a lhes dar sentido”. Perfeito! Dalu Menezes, Fortaleza-CE – dez2012


Bom ver você assim, entusiasmado. Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos que você….

O sonho do verdadeiro eu

25/12/2011

25dez2011

Algo me dizia que na pauliceia eu poderia viver minha vida mais verdadeira, era só insistir

.

O SONHO DO VERDADEIRO EU
.

Estou num bar em São Paulo com um velho e querido amigo e a sensação é de alegria e descontração. Então digo para mim mesmo, convicto: preciso morar nesta cidade.

Este foi o sonho, outubro de 2006. Quando acordei, lembrei dele e imediatamente fui envolvido pela sensação boa e verdadeira do sonho. De repente não tive dúvidas, subitamente estava tudo claro. Levantei de um pulo, fui ao computador e avisei aos amigos que me mudaria para São Paulo e que aceitava dicas de moradia, qualquer pedacinho de chão para dormir. Quinze dias depois eu deixava o Rio de Janeiro, onde ficara por dois anos, e pegava o ônibus para a capital paulista, disposto a recomeçar a vida e apostar tudo e mais um pouco nas coisas em que acredito. Eu não tinha nenhum bom contato profissional, mas havia uma tal força imperativa no sonho que em nenhum momento duvidei de que fazia o que devia fazer.

Não é fácil recomeçar a vida aos 42 anos. Muito menos numa outra cidade, sem dinheiro, amigos e perspectivas. Entretanto, algo me dizia que na pauliceia eu poderia viver minha vida mais verdadeira, era só insistir. Mas haja insistência… Houve um momento em que não pude mais me manter e a única opção foi retornar a Fortaleza. Apesar de ser a cidade natal, eu sabia que, naquele momento, lá eu estaria um pouco mais distante de mim – mas eu precisava ir. Em Fortaleza trabalhei durante um ano até juntar a grana necessária para poder voltar – e voltei. Profissão imigrante cultural.

Agora, cinco anos depois, sinto como se houvesse empreendido uma longa travessia e cruzado uma floresta escura, que já não está tão escura. Consegui uma editora, a Arte Paubrasil, pela qual lancei meu romance O Irresistível Charme da Insanidade. Em 2012 virá um novo livro, de contos fantásticos, o Guia de Sobrevivência para o Fim dos Tempos. As dificuldades da carreira literária costumam destruir muitos sonhos, eu sei, mas como adoro um desafio, acho que estou na profissão certa e na cidade exata.

A pauliceia também me trouxe novos amigos e novas parcerias musicais. E instigou minhas verdades mais profundas também pelo lado do teatro. Foi aqui que nasceu o Viniciarte – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes, espetáculo poético-musical que criei para homenagear meu poeta predileto*. Como o centenário de Vinicius será em 2013, esperamos fazer muitas apresentações. E, para Fortaleza não reclamar que esqueci dela, duas vezes por ano vou para lá comandar o Cabaré Soçaite, minha querida festa dionisíaca na qual exercito meu lado produtor e animador de auditório. Literatura, teatro, música, poesia, cabaré – agora sim, eu sinto que estou vivo. Isso pode não dar muito dinheiro mas, em compensação, não há dinheiro que pague.

Em breve o ano vai virar. Mais um ano que sai, outro que entra, vida que segue. Geralmente as pessoas aproveitam para começar um regime, acertam dívidas, fazem promessas. Eu, particularmente, acho que um bom momento para começar a mudar é logo depois de acordar. É quando o sonho ainda está fresquinho na lembrança. É quando ainda nos envolve aquela certeza, poderosa e irracional, de que tudo que temos de fazer é ser quem verdadeiramente somos. E o resto vem na carona do sonho.

* E que depois originaria o show Vinicius Show de Moraes
.

Ricardo Kelmer 2011 – blogdokelmer.com

.

.

PRÉ-VENDA DO NOVO LIVRO

Tô acertando com a editora a publicação de meu livro de contos fantásticos para 2012. Como terei de bancar parte da tiragem, farei uma promoção de pré-venda. O leitor adquire seu exemplar antecipadamente com um bom desconto (R$ 20 com frete incluído), receberá antes mesmo das livrarias e terá seu nome na página de Leitores Especiais do livro. Envie e-mail para rkelmer(arroba)gmail.com que eu respondo enviando as contas pra depósito (HSBC, Itaú, Banco do Brasil e Bradesco).

> MAIS SOBRE O LIVRO

> Arte Paubrasil – Livraria e editora

.

LEIA MAIS NESTE BLOG

Viver como Vinicius viveu – Viver outra vez aquele frio na barriga que antecede cada subida ao palco, recitar seus poemas por aí e mostrar a grandeza do Vinicius homem e artista – putz, tem sido tão gratificante fazer isso!

A celebração da putchéuris (Intocáveis Putz Band) – A história fuleragem da Intocáveis Putz Band

Todo mundo tem um lado cabaré – Toda vez eu tremo quando penso no desafio que é dirigir algo que, na verdade, é impossível de se controlar. Mas no fim sempre dá certo

Ser mulher não é pra qualquer um – É dada a saída, lá se vai o trenzinho. Num vagão as Belas, abalando nos modelitos, no outro as Madrinhas, abalando com o isopor e o estojinho de primeiro-socorro

.

ViniciusShowDeMoraesBDK-01Vinicius Show de Moraes

Este show nos traz a riqueza da vida e da obra de Vinicius de Moraes, um dos nomes mais importantes da cultura brasileira. Através das músicas, dos poemas e de fatos interessantes da vida de Vinicius, passeamos por grandes momentos da música e da poesia brasileiras e nos divertimos e nos emocionamos com a rica trajetória do homem, poeta, artista, amante, amigo e diplomata que fascinou e ainda fascina gerações no Brasil e no mundo.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS
.

01- Que você tenha muitos novos sonhos plenamente realizados ( sem tanto esforço, de preferência…) ! Voce é uma figurinha! Felicidades e muita Sorte, Ricardo! Sonia Weil, Londrina-PR – dez2011

02- Inspirador o seu artigo. Estava precisando de algo parecido. Maria Claudia Oliveira Paiva, São Paulo-SP – dez2011

03- É preciso sangue no olho, Ricardo. Parabéns pela tua iniciativa. Mas de que vale a vida se não corremos atrás daquilo que nos realiza? Brennand de Sousa Bandeira, Fortaleza-CE – dez2011

04- Ricardo. Cada vez que leio o que vc escreve fico mais feliz pelo que vc esta fazendo. Sou seu fã de carteirinha. Abs. Ivan Martins, Fortaleza-CE – jan2012

05- Ando sumida,quietinha.Mas,adoro-adoro-adoro tudo que vc escreve,vc sabe. Vem livro novo???Oba! A editora é sua?A alienada aqui não sabia. Coisa boa ver vc produzindo e feliz da vida! Beijão grandão, Sua eterna fã. Mônica Mônica Burkle Ward, Recife-PE – jan2012

06- Graaaaande Kelmer, Espero que a presente missiva eletrônica o encontre em estado de total harmonia e felicidade. Obrigado pelo envio do texto, ótimo como sempre. Haroldo Barros, Recife-PE – jan2012

07- Grande Kelmão. Belo texto! Aproveitando, me põe aí na pré-venda pro Guia de Sobrevivência! Abraço. Marcelo Gavini, Fortaleza-CE – jan2012

08- Ricardo vc é fantástico em tudo que escreve,adorei…beijos Sou sua eterna fã… Liz Fernandes, São Paulo-SP – jan2012

09- parabéns meu amigo. Sempre por perto de vc nesta sua jornada chama vida… Jacques Josir, Santo André-SP – jan2013

10- Vc é realmente uma pessoa inspiradora. Fico feliz de tê-lo conhecido. Lindalva Barbosa, Fortaleza-CE – nov2013

11- q delícia ler essa intimidade em público. belo relato! quem o conhece, lembra do seu sempre semplante de contentamento… ainda bem q o reencontrei nessa babel são paulo q tenho amado também. Vida de sucesso p vc, querido! Shirlene Holanda, São Paulo-SP – nov2013

Bom ver você assim, entusiasmado. Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos que você….

Kit kelmérico de Natal – Quer ganhar?

18/12/2010

Ricardo Kelmer 2010

Baixou o caboclo natalino, vivaaa! É o seguinte: sortearei um kit kelmérico de Natal entre meus Leitores Vips. Quer participar?

É simples. Basta deixar um comentário com seu nome e citando um texto aqui do blog que você gostou. Não esqueça de deixar seu imeio (que não será publicado) pra eu poder avisar caso você seja sorteado.

Farei o sorteio em 23dez e divulgarei aqui no blog. O sorteado será avisado por imeio e receberá o kit, sem qualquer custo, pelo correio. Boa sorte!

Ah, Leitor Vip é aquele leitor cadastrado no blog e que, por isso, recebe mensalmente imeio com as novidades kelméricas, além das senhas dos Arquivos Secretos. E que participa de promoções exclusivas como esta. Você ainda não é Leitor Vip? Desça mais um pouco e saiba como resolver essa falha em seu currículo.

O KIT CONTÉM:

Livro Vocês Terráqueas
Livreto Um Ano na Seca – O que pode acontecer a um homem após um ano sem sexo? (conto baseado em experiência real, e lamentável, do autor)
Livreto Blog do Kelmer (coletânea de contos e crônicas publicadas no blog)
DVD do Viniciarte (clipe + espetáculo na íntegra)
DVD do Cabaré Soçaite (vídeos de várias edições da festa)

.

23dez. Sorteio realizado. E o vencedor é… Suspense…
Larissa Azevedo, de Natal-RN

> Eu PRECISO ter um Natal apimentado pelo Kelmer! =** Fica dificil citar um texto…me encantei com a história de Mariana, quero saber o final que o noivo dela levou! ;))) Mas a melhor parte da sua obra beiber…são suas fotos pelado, que não dá pra citar em texto! rsrsrsrsrsr beijos, queridissimo! =* Larissa, Natal-RN

Garota de sorte… Parabéns, Larissa. Por favor, entra em contato pra que eu possa enviar teu Kit Kelmérico.

Aos demais que concorreram, muito obrigado, fiquei muito honrado com a participação de todos. Como agradecimento, disponibilizo o Kit Kelmérico a vocês por um precinho especialíssimo. O preço do kit pra leitores comuns é R$ 45. Pra Leitor Vip é R$ 40. Porém, pra vocês que participaram da promoção, o preço é R$ 35, com frete incluído. Mas só pra vocês. Basta me enviar imeio, rkelmer(arroba)gmail.com, e solicitar.

Obrigado mais uma vez e até a próxima promoção.

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.wordpress.com

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

> Acesso aos Arquivos Secretos
> Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer.
(saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS
.



Vinicius, embaixador da arte e do amor

23/08/2010

Ricardo Kelmer 2010

A promoção póstuma do nosso mais querido diplomata faz a sociedade brasileira se livrar de um peso moral que carregava havia quatro décadas

Em 1969 o diplomata Vinicius de Moraes foi forçosamente aposentado, após 26 anos de serviços prestados no Brasil, Los Angeles, Paris, Roma e Montevidéu. A decisão do Itamaraty se deu no contexto do Ato Institucional no. 5, o famigerado AI-5, que a ditadura militar decretou pra conceder poderes extraordinários ao Presidente da República e suspender garantias constitucionais dos cidadãos. A alegação oficial era de que o comportamento boêmio de Vinicius não condizia com a carreira pública.

Na verdade a boemia foi apenas o pretexto. O que era realmente insuportável pra mentalidade ditatorial era ter, em seu quadro diplomático, um poeta da paz e do amor, artista de sucesso, homem popular e amado pelo povo. Vinicius não criticava abertamente a ditadura militar mas a paz, o amor, a liberdade e a alegria que exalavam de sua arte e de sua vida simplesmente não cheiravam bem aos militares.

Evidente que Vinicius ficou muito chateado pela exoneração, ainda mais com a justificativa que teria sido dada pelo governo do marechal Costa e Silva: “Precisamos limpar o serviço público desses bêbados, corruptos e homossexuais.” Mas ele não perdeu o bom humor. Conta-se que, ao reencontrar os amigos, Vinicius apareceu com uma garrafa de uísque debaixo do braço e foi logo dizendo: “Eu sou o bêbado, viu?”.

Autoexilar-se na Europa e juntar-se aos amigos que viviam lá – Vinicius até pensou nisso mas preferiu ficar no Brasil e continuar fazendo resistência política a seu modo, com sua arte e sua mensagem de amor e paz. Se oficialmente não era mais diplomata, na prática ele seguiu representando e divulgando a cultura brasileira pra velhas e novas gerações, no Brasil e no exterior, como nenhum diplomata jamais fez. Até que em 1980 ele deitou em sua banheira amiga e deixou-se morrer, vítima de um edema pulmonar. Ele se foi mas nos legou a herança de sua arte imortal e seu inspirador exemplo de vida.

Corta a cena pra 41 anos depois. Estamos agora em 16 de agosto de 2010. Nesse dia, em Brasília, numa cerimônia que conta com a presença de amigos e parentes de Vinicius, o presidente Lula assina sua promoção póstuma ao cargo máximo de embaixador, respondendo ao movimento popular que se articulara em pró da reabilitação e promoção de Vinicius. A imprensa de vários países noticiou o fato e certamente muitas garrafas de uísque pelo mundo foram abertas pra festejar a reparação histórica. Embora a exoneração tenha sido obra exclusiva de uns militares covardes e mal-amados, a promoção póstuma do nosso mais querido diplomata faz a sociedade brasileira se livrar de um peso moral que carregava havia quatro décadas.

E eu, que comecei a amar Vinicius em minha adolescência, ainda estou aqui vibrando e brindando de contentamento. Mais que poeta preferido, Vinicius de Moraes é um guia que ilumina meu caminho com seu radiante exemplo de vida. E foi pra homenageá-lo que criei, em 2009, o espetáculo Viniciarte – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes. Levar às pessoas a vida e a obra de Vinicius, com humor e emoção, é pra mim um grande prazer. Mas também é a melhor maneira que eu poderia encontrar de dizer:

– Obrigado, poeta. Parabéns, embaixador.

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.wordpress.com

.

.

LEIA MAIS

> Viver como Vinicius viveu – Viver outra vez aquele frio na barriga que antecede cada subida ao palco, recitar seus poemas por aí e mostrar a grandeza do Vinicius homem e artista – putz, tem sido tão gratificante fazer isso!

> Vinicius, embaixador da arte e do amor – A promoção póstuma do nosso mais querido diplomata faz a sociedade brasileira se livrar de um peso moral que carregava havia quatro décadas

> O poeta embaixador (direitoshumanos.etc.br, 16.08.10)

.

VINICIARTE

Agenda de apresentações

– Vídeo com trechos do espetáculo

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer.
(saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- A crônica é maravilhosa. Vinícius deixa tudo mais apaixonado… Trazer o VINICIARTE pra Fortaleza seria uma ótima! Aline Alcoeres, Fortaleza-CE – ago2010

02- Adorei o texto. Bj. Raquel Brasil, Fortaleza-CE – ago2010

03- Adorei a cronica e repassei. Beijocas kelmericas. Ana Lucia Castelo, Newark – EUA – ago2010

04- Adorei a crônica! Mônica Burkle Ward, Receife-PE – ago2010


VINICIARTE – Cenas do espetáculo

05/04/2010

Ricardo Kelmer 2010

Oba! Tá no ar mais um vídeo do VINICIARTE. Este novo vídeo tem duração de 7m46 e contém trechos de algumas apresentações realizadas em 2010. Pra quem ainda não conhece o espetáculo, dá pra ter uma boa ideia. Acho que nesse vídeo conseguimos passar um pouco do clima de poesia, romantismo e humor que rola no Viniciarte, as músicas e os poemas, a interação com a plateia, o charme do improviso, as brincadeiras com o Bedê… E, é claro, o encanto da voz e da beleza de nossa cantora Vanessa Moreno.

VINICIARTE – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes

ENREDO: Três amigos ensaiam o espetáculo sobre Vinicius de Moraes que apresentarão em 2013, no ano de seu centenário, mostrando poemas, músicas e fatos curiosos sobre a vida do poeta. No clima descontraído do ensaio, entre erros e acertos, eles descobrem as variadas facetas de Vinicius e sua real dimensão na cultura brasileira.

TEXTO E DIREÇÃO: Ricardo Kelmer
COM o escritor Ricardo Kelmer e os músicos Vanessa Moreno e Moacir Bedê

APRESENTAÇÕES MENSAIS no Esp Cult Alberico Rodrigues (Pça Benedito Calixto, 159 – Pinheiros – SP-SP)
> PROX. APRESENTAÇÕES

VENDAS para escolas, empresas, clubes e hotéis
Leve o Viniciarte até SUA CIDADE!
Celia Terpins – 11-9129.1530 – celiaterpins@gmail.com

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
– Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS
.

01- To contando os dias pra isso! beijos! e divulgarei bastante entre meus amigos! Bruna Barreto, Fortaleza-CE – abr2010

02- Tomara que um dia vocês e o Poeta da Paixão baixem aqui neste Terreiro de todos os Deuses, Demônios e bruxarias! Beeeeijo ser de mil e uns… talentos!!!! Que as Musas estejam sempre contigo!!!! Elas cataram todos os pedaços de Orfeu da Paixão despedaçado. Por que será que as mulheres dionisíacas dilaceraram Ele todinho? Por que, RK? Se tu tiveres uma pista diz pra mim, ok? ORFEU DA PAIXÃO SEMPRE ME ATAZANOU TAAAANTO!!!! NEI SEI A RAZÃO, MAS TU, VINÍCIUS E ORFEU CHEGARAM AGORA NO MESMO PACOTE. SERÁ O PACOTE DOS MARCADOS/FERRADOS COMA A MARCA DA PAIXÃO? MISTÉÉÉRIO….! Patrícia Lobo, Salvador-BA – abr2010

03- queria ver…vem para os USA…haha – Tatiane Falcon, Lake Ozark-EUA – abr2010

04- Sinto-me orgulhoso por ter na programação do Espaço Cultural Alberico Rodrigues o espetáculo VINICIARTE, um dos mais bonitos eventos que já se apresentaram na casa. A atuação dos artistas Ricardo Kelmer, Vanessa Moreno e Moacir Bedê encanta a todos. Alberico Rodrigues, São Paulo-SP – abr2010

05- Acabei de ver no blog o vídeo do viniciarte!!!!está muito bom !!!!! Será que posso começar a me animar em vc por aqui?me conta seus planos!!!!!!!!!!!!!!!!bjss saudades!!! Ana Maria Alcântara, Rio de Janeiro-RJ – abr2010

06- Meu querido e genial amigo Ricardo! Que espetaculo Maravilhoso! Vem para o Canada!!!!!!! Andrea – Windsor-Canadá – abr2010

07- vc sempre envolvido em projetos, q massa! Maria do Rosário Araújo, Campina Grande-PB – abr2010

08- Super bacana, Ricardo! Traz esse evento pra terrinha, traz!! Quero ser uma das primeiras a sentar à mesa com o poetinha e … poetar! Meire Viana, Fortaleza-CE – abr2010

09- vi o video do Viniciarte. Tao bonitoooo e, mais ainda, de paletò! Vou trazer uma gravata italiana pra voce. 😛 Aluska, Campina Grande-PB – mai2010

10- Estive no espetáculo em homenagem a Vinicius de Morais e parabenizo o elenco, músicos , cantores e poétas pela maravilhosa atuação! Grande Abraço! Marcia Villela, São Paulo-SP – jun2010


Tchau, 2009

28/12/2009

Ricardo Kelmer 2009

E 2009 chega ao fim. Pra mim foi um ano de recomeço, mais um – putz, quando acabarão? O último recomeço havia sido em 2006, quando, por falta de perspectivas profissionais, fiz a mochila e me mudei do Rio pra São Paulo. Aluguei um quarto próximo a Congonhas e iniciei uma fase de caramujo onde pelos dois anos seguintes eu quase não sairia de casa, imerso em criações. Pari os livros Blues da Vida Crônica e Guia do Escritor Independente. Depois foi a vez do livro Vocês Terráqueas e, em paralelo, comecei a planejar e construir meu novo site, o Blog do Kelmer. E a grana? Vinha dos livros vendidos, de artigos pra revistas, de palestras e das aulas de roteiro de sitcom que eu dava pela internet.

Em ago2008 a situação financeira complicou de vez e não deu mais pra continuar em São Paulo. O jeito foi providenciar uma estratégica retirada pra Fortaleza, minha loirinha desmiolada de sol. Entreguei o quarto, fiz a mochila e lá fui eu de novo, cigano dos recomeços. O plano era lançar lá o Vocês Terráqueas, fazer umas palestas, produzir umas festas e voltar pra Pauliceia o mais rápido possível. Mas demorei pra juntar a grana e acabei ficando nove meses em Fortaleza. Nove meses, um parto.

Voltei pra São Paulo em maio e aluguei um quarto no Sumaré. Comprei um notebook e instalei uma internet 3G, o que me permitiria mais mobilidade pra enfrentar as viagens, as mudanças e, argh, os recomeços. Morando no Sumaré, mais próximo do miolo cultural da cidade, minha vida social ficou mais movimentada e em dois meses eu já conhecia mais gente que nos dois primeiros anos na cidade. Em meu cotidiano agora existiam a feirinha da Benedito Calixto, o espaço do Alberico Rodrigues, o boteco do Jeová, os saraus do Bar de Ontem, os filmes no HSBC Belas Artes, a Livraria Cultura, a Casa das Rosas, o Sesc, a Fenac, os bares da Vila Madalena…

O segundo semestre foi bem movimentado. Fiz o lançamento do Vocês Terráqueas em São Paulo e comecei a me apresentar em alguns saraus. Montei o espetáculo Viniciarte e passamos a apresentá-lo uma vez por mês no espaço do Alberico. Lá também comecei a fazer palestras. E lancei a revista Letra de Bar, sobre livros e boemia. E, pouco antes do ano findar, mais uma mudança: precisei entregar o quarto no Sumaré. Fiz a mochila e me mudei pra uma pensão em Pinheiros, onde moro agora.

Muita gente me ajudou nesse recomeço paulistano. Obrigado, Silvio Dolnikoff, Danielle Fernandes, Celia Terpins, Magna Mastroianni, Lu Pacheco, Moacir Bedê e Gabriel Sousa. Valeu, Alberico e Jeová. Obrigado demais, Bia Rocha, por acreditar em meu trabalho. E obrigado, Wanessa, por você ser real. E muito obrigado a você que me lê e dá sentido ao suor das minhas palavras.

Que 2010 não me venha com mais recomeços, esse negócio cansa as pernas da gente. E minha mochila, coitada, anda precisada de um bom descanso. Em São Paulo.

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.wordpress.com

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:
.

Acesso aos Arquivos Secretos
– Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.


Clipe: Viniciarte 2009

09/12/2009

Ricardo Kelmer 2009

.

Tá no ar o vídeo-clipe do Viniciarte. As fotos foram feitas em apresentações no Esp Cult Alberico Rodrigues e as cenas numa apresentação no Acre Clube (out2009). Pra ver em tela maior e melhor definição, acesse o YouTube.

Próximas apresentações em São Paulo:
> 19dez
, sab, 20h – R$ 15
> 31jan, dom, 19h – R$ 20 (meia: R$ 10)
Esp Cult Alberico Rodrigues (Pça Benedito Calixto, 159 – Pinheiros)
RESERVAS: 11-3064.3920
Ver Agenda

VINICIARTE – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes

Três amigos ensaiam o espetáculo sobre Vinicius de Moraes que apresentarão em 2013, no ano de seu centenário, mostrando poemas, músicas e fatos curiosos sobre a vida do poeta. No clima descontraído do ensaio, entre erros e acertos, eles descobrem as variadas facetas de Vinicius e sua real dimensão na cultura brasileira. Com Ricardo Kelmer, Vanessa Moreno e Moacir Bedê.

TEXTOS E DIREÇÃO: Ricardo Kelmer
COM o escritor Ricardo Kelmer e os músicos Vanessa Moreno e Moacir Bedê
VENDAS: Celia Terpins, 11-9129.1530 (celiaterpins@gmail.com). Para empresas, escolas, clubes, hotéis, congressos e espaços culturais.
IMAGENS: Bia Rocha (cartaz), Ricardo Ravache (filmagem), Gilberto Vieira, Thais Polimeni, Marcio José March e Maíra Soares (fotos)
EDIÇÃO: Ricardo Kelmer
APOIO: Letra de Bar e Esp Cult Alberico Rodrigues

.

.

> Agenda de apresentações do Viniciarte

> Vídeo-clipe do Viniciarte (2009)

> Câmara aprova promoção de Vinicius de Moraes, morto em 1980, a ministro de primeira classe (O Globo, 10.02.10)

VINICIUS DE MORAES – SITE OFICIAL: viniciusdemoraes.com.br

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.wordpress.com

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS
.

01- Traga o espetáculo para o sul!! Estevan Bombonatto, Passo Fundo-RS – nov2009

02- Viniciarte é show!!! Marcio José March, São Paulo-SP – dez2009

03- Algo inédito, íntimo, faz a gente se sentir parte do show. Pelo texto, interpretação do Ricardo, voz afinadíssima da Vanessa e o talento incrível do Bedê, nota 1000. Merece ir adiante em maiores plateias. Já recomendei e recomendo a meus amigos, porque vale muito assistir Viniciarte. Marcix, Grupo Uva Passa, São Paulo-SP – mar2010

04- Parabens pelo seu blog..è maravilhoso , adorei nunca tinha visto um blog tao lindo.Parabens pelo conteudo, pelo nosso V.morais. Rossana Koepf, Fortaleza-CE – mar2010

05- É um presente assistirmos ao Viniciarte,pois existe uma química muito forte entre os artistas,a platéia e à tudo o que representa Vinícius de Moraes. Bia Rocha, São Paulo-SP – mar2010

06- Bem que vc poderia trazer esse evento: VINICIARTE – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes pra Fortaleza! rsrsrs aguardo ansiosa! abraços!!!!! Bruna Barreto, Fortaleza-CE – mar2010

07- Sinto-me orgulhoso por ter na programação do Espaço Cultural Alberico Rodrigues o espetáculo VINICIARTE, um dos mais bonitos eventos que já se apresentaram na casa. A atuação dos artistas Ricardo Kelmer, Vanessa Moreno e Moacir Bedê encantam a todos. Alberico Rodrigues, São Paulo-SP – abr2010


Viver como Vinicius viveu

14/11/2009

Ricardo Kelmer 2009

Viver outra vez aquele frio na barriga que antecede cada subida ao palco, recitar seus poemas por aí e mostrar a grandeza do Vinicius homem e artista – putz, tem sido tão gratificante fazer isso!
.

.

Vinicius voltou pra mim, ô maravilha. Na verdade, o poetinha nunca se foi eu é que, em face de outros encantos, esqueci o quanto dele se encanta meu pensamento. Curioso como a gente consegue se afastar dos nossos valores mais essenciais. Um dia, plim!, a ficha cai e a gente se assusta por ter vivido tanto tempo sem viver as nossas mais belas verdades, aquelas que fazem a gente se sentir vivo em cada vão momento.

Invoco agora as lembranças pra tentar entender. Lá vai eu, menino bobo de dez anos, dar de presente pra professora uns versinhos que meu pai me ajudava a fazer. Depois o adolescente a descobrir a força das erupções: da poesia e das espinhas no rosto. E nos poemas, sempre ela, a Mulher, primeiro nas rimas ingênuas das paixonites não correspondidas e, depois, nos versos livres dos amores juvenis pelas mesas dos botecos. E, pairando sobre aqueles dias, Vinicius a espalhar seu canto.

Nas rodas de violão da década de 80, eu sempre pedia Vinicius, pra rir meu riso e derramar meu pranto. Nas viagens de ônibus pelo país, seus livros pra passar o tempo. Na inauguração do bar do amigo, olha eu, solene e copo na mão, recitando Receita de mulher. No festival de vídeo, olha lá eu de novo, no palco a agradecer o prêmio e o vídeo era uma homenagem ao velho Vina. E nos ouvidos rendidos da mulher amada, é minha boca que pousa suave a lhe sussurrar os versos do poetinha. Poesia, música e amores, e o fascínio quase religioso pelo Feminino era só isso que importava. Viver não era preciso. Necessário apenas viver como poeta, seja com pesar ou contentamento. Como Vinicius viveu.

Invadindo meus dias sem pedir licença, eis porém que chegam outros tempos, vestidos de anos 90, e com eles outros bares, outras viagens, outros livros e músicas, outras mulheres, uma outra vida. E um casamento difícil, com a carreira de escritor, em nome da qual eu ganharia e também abdicaria da própria vida. Meus discos do Vinicius, nem gosto de lembrar, se perderam nas tantas mudanças e seus livros eu precisei vender no sebo pra pagar o aluguel, essa mensal angústia de quem vive. Na memória, os poemas deram lugar a fórmulas de sobrevivência como escritor. E o viver como ele viveu, ah, isso foi ficando cada vez mais espremido num cantinho da vida.

Ela quer um poema agora, Vina, exclusivo pra ela. Como você fazia nessas horas? (1993)

Casadão com a carreira, mudo pro Rio de Janeiro em 1995 e no ano seguinte pra São Paulo. Porém, sem conseguir me manter como escritor, volto pra Fortaleza. Sete anos depois tento novamente o Rio, viro roteirista de TV, e em 2006 aporto mais uma vez na Pauliceia, viro palestrante e professor de roteiro, tudo pra sustentar esse casamento. Uma noite vem a ideia de montar uma palestra nova e é então que a ficha cai: uma palestra sobre Vinicius. Plim! Como não pensei nisso antes? A ideia rapidamente evolui: montar não uma palestra, mas um espetáculo sobre o poetinha. Viniciarte. Pliiimmm!!!

Imediatamente tratei de reler suas obras e reuni novamente suas músicas, faminto desse amor que um dia eu tive. Mergulhei em biografias, vi filmes e conversei com pessoas que o conheceram pessoalmente. Em busca de algo que bem representasse o espírito de sua vida e obra, criei um roteiro que simula o ensaio do espetáculo que um grupo de amigos fará sobre ele: amigos reunidos, uísque na mesa, clima descontraído, os erros e acertos de um ensaio e, entre poemas e canções, eles descobrindo as diversas facetas de Vinicius e o encanto do mundo por sua arte. É uma montagem simples, que espero que reflita a alma leve e despojada de Vinicius, assim como também a singeleza, a emoção e a devoção à Vida que tão bem marcaram sua obra e seu viver.

De Pitú pra Chivas. Pelo menos nisso, poetinha, eu evoluí. (2009)

Uau… Eu consegui ressuscitar a velha chama que vinte anos atrás aquecia de imortalidade os meus dias, minha vida andava precisada disso. Viver outra vez aquele frio na barriga que antecede cada subida ao palco, recitar seus poemas por aí e mostrar a grandeza do Vinicius homem e artista putz, tem sido tão gratificante fazer isso! Espero que eu realmente seja digno dessa tarefa a que me incubi e que, pensando bem, é antes de tudo um resgate de mim mesmo. Que ironia isso… Enquanto despendia toda minha energia pra manter meu casamento com a escrita, esqueci de viver como poeta. Bem, meu casamento continua firme mas agora sou um escritor que sabe de algo valioso: maior que a sina da escrita, é ela, a poesia da vida, que faz tudo ser infinito enquanto dura.

Saravá, Vininha, saravá.

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.wordpress.com

.

.

LEIA MAIS

> Vinicius, embaixador da arte e do amorA promoção póstuma do nosso mais querido diplomata faz a sociedade brasileira se livrar de um peso moral que carregava havia quatro décadas

> Viver como Vinicius viveu – Viver outra vez aquele frio na barriga que antecede cada subida ao palco, recitar seus poemas por aí e mostrar a grandeza do Vinicius homem e artista – putz, tem sido tão gratificante fazer isso!

> Câmara aprova promoção de Vinicius de Moraes, morto em 1980, a ministro de primeira classe (O Globo, 10.02.10)

> VINICIUS DE MORAES – SITE OFICIAL: viniciusdemoraes.com.br

.
VINICIARTE

> Seção Viniciarte, agenda de apresentações

> Trechos do espetáculo

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS
.

01- Onde já se viu, criatura, casar com a carreira e abandonar a tua belíssima FÊMEA DE DENTRO? Tá dooooido? Lembra do que tu escreveu sobre fascínio religioso pelo feminino? Pois é… Andastes des-ligado DELA? Entonces, se re-ligue. De fascínio ao religamento, já imaginou RK? FODAS RELIGADORAS BÁRBARAS! GOZOS TRANSBORDANTES! Patrícia Lobo, Salvador-BA – nov2009

02- Oi Ricardo, Tudo bem? Adoro ler o que escreve, pena não poder entrar no seu blog aqui do computador do meu trabalho. Torço por vc e que a inspiração seja sua eterna companheira. Parabéns!! Abraços. P.S.: Lembrando: Sou aquela moça do bolo de choclate que vc não comeu…rsrsrsrs. Fátima, Brasília-DF – nov2009

03cara, vc realmente escreve muuuuito bem! aproveitar frases dele, encaixar tão bem nas suas… PARABÉNS!!!! me emocionou, assim como os poemas do poeta… bjão. Celia Terpins, São Paulo-SP – nov2009

04- Vinícius bom é Vinícius poeta… o “poetinha” é machista e duro do ouvido! Emblemática é a correspondência entre Chico e ele (Chico, o ouvido perfeito….). Em Valsinha, Vinícius sugere q mude “vestido decotado” para “vestido dourado”. Chico responde q com “dourado” a tônica fica na sílaba errada… É verdade: qtas pessoas vc conhece q compõem letras e não se ligam nisso? Ficaria “douradú”… em vez de “dourádo”, ou, como ficou, “decotádo”. bjs. Betty, São Paulo-SP – nov2009

05- Olá Ricardo, gostei muito da sua crônica. O mais engraçado foi a leitura desse texto justamente hoje, quando deixei de fazer umas coisas super-chatas e decidi vir para casa fazer algo mais bacana… Um abraço. Glauber Moura, Brasília-DF – nov2009

06So good Kelmer. Juliana Guedes, Fortaleza-CE – nov2009

07- RK, é por estas e outras que vc será meu eterno Guru!!! Marcos André Borges, Fortaleza-CE – nov2009

08- Legal conhecer gente do bem, do bom, da boa…embriagado da mais pura poesia e boemia. 2013 promete! Q suba o país, viniciando com K. Muito bom ouvi-lo! Repassei aos amigos q não desistem de navegar pela vida, apesar de tantos desencontros. Parabéns! Marcia Matos Barbosa, Fortaleza-CE – nov2009

09- Bom ver você assim, entusiasmado. Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos que você…. Danielle Fernandes, Fortaleza-CE – nov2009

10- Que texto lindo!!! Adorei!!! Gosto muito do seu jeito de escrever….jeito que encanta, que dá vontade de quero mais……. rs Abração aí!!! Biah Carfig, São Paulo-SP – nov2009

11- Kelmer com K, este teu momento de retorno às fontes é muito bonito! A vida é espiral. Beijo, e boas inspirações! Fabiane Ponte, Curitiba-PR – nov2009

12- ameiiiiiiiiiiiii,muitooooooooooo lindo!!!Sampa está te fazendo muitoooooooooo bem meu amigo queridoooooooooooo!!!estou te achando mais forte,maduro,sensível,escrevendo melhor ainda,enfim tudo de bommmmmmmmm. Beijossssssssssss mil. obs:bjssssssss no Bedê. Cristina Cabral, Fortaleza-CE  – nov2009

13-Saravá, Ricardo! Saravá Vininha! Continue, continue… Ana Gilli, São Paulo-SP – nov2009

Bom ver você assim, entusiasmado. Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos que você….

Viniciarte em Pinheiros 30out

22/10/2009

 

Ricardo Kelmer 2009

Viniciarte200910AlbericoCartaz-03a.

E prossegue a temporada do espetáculo Viniciarte que eu, o músico Moacir Bedê e a cantora Vanessa Moreno estamos fazendo no Espaço Cultural Alberico Rodrigues, em Pinheiros. É a nossa segunda apresentação lá. As próximas estão agendadas pra 21nov e 19dez.

O miniteatro do Espaço Alberico Rodrigues possibilita que ambientemos o espetáculo num clima intimista parecido com os famosos pocket shows que Vinicius fazia no Rio na década de 1960, nas boates de Copacabana. O público assiste ao espetáculo em mesas, próximo ao palco, e pode fazer pedidos ao bar.

.

Viniciarte – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes

Três amigos ensaiam o espetáculo sobre Vinicius de Moraes que apresentarão em 2013, no ano de seu centenário, mostrando poemas, músicas e fatos curiosos sobre a vida do poeta. No clima descontraído do ensaio, entre erros e acertos, eles descobrem as variadas facetas de Vinicius e sua real dimensão na cultura brasileira.

ViniciarteCartazRK-202a.
Dia:
30out – sexta-feira – 20h

Local:
Esp Cult Alberico Rodrigues – Pça Benedito Calixto, 159 – Pinheiros
– SP-SP
.
Textos, direção e poemas:
Ricardo Kelmer
Músicas: Moacir Bedê e Vanessa Moreno
Duração: 1h30

Ingresso:
R$ 15
Reservas: 11-3064.3920 e 3064.9737
Apoio:
Letra de Bar e TV da Praça

.

ViniciarteCartazVanessaMoreno-202dViniciarteCartazMoacirBede-202e

COMPONENTES

Ricardo Kelmer: escritor, roteirista, palestrante e produtor cultural.
Vanessa Moreno: cantora e instrumentista, integrante do quarteto feminino Julietas.
Moacir Bedê: instrumentista e compositor, lançou em 2009 seu primeiro CD.

VENDAS
Celia Terpins, 11-9129.1530 – celiaterpins(arroba)gmail.com.br

.

> Agenda de apresentações do Viniciarte

> Vídeo-clipe do Viniciarte (2009)

VINICIUS DE MORAES – SITE OFICIAL: viniciusdemoraes.com.br

.

Ricardo Kelmer – blogdokelmer.wordpress.com

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.


Vinicius vai baixar em Pinheiros

11/08/2009

Ricardo Kelmer 2009

ViniciarteAlbericoCartaz-01e.

Quero dividir com você a imensa alegria que sinto em mais uma vez homenagear Vinicius de Moraes, um dos nomes mais importantes da cultura brasileira. Quem mora em São Paulo, tá convidado. E pra quem não mora, tomara que qualquer dia eu tenha a oportunidade de apresentar o Viniciarte em sua cidade.

Se alguma empresa, clube, hotel ou escola se interessar, é só entrar em contato. Apresentamos também para grupos particulares.

.

VINICIARTE
Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes

SHOW POÉTICO-MUSICAL
Com o escritor Ricardo Kelmer, a cantora Vanessa Moreno e o músico Moacir Bedê

13ago – 5a feira – 20h

Espaço Cultural Alberico Rodrigues
Praça Benedito Calixto, 159 – Pinheiros – INF: 3064.3920
Ingresso: R$ 10

Reservas: rkelmer(arroba)gmail.com

Clipe de divulgação: blogdokelmer.wordpress.com/palestras

.

ViniciarteCartaz-201cUm passeio poético-musical pela vida e pela obra de Vinicius de Moraes, um dos maiores nomes da cultura brasileira.

O espetáculo encena um ensaio do próprio espetáculo, mostrando os componentes se preparando para uma apresentação a ser realizada no dia exato do centenário de Vinicius, em 19 de outubro de 2013. É nesse clima de humor e descontração entre amigos que conheceremos a trajetória de Vinicius, sua relação com a poesia, a música, o teatro e o cinema, o diplomata e o artista, o homem romântico, lúdico e sensual e também seu engajamento social. E tudo isso embalado pelo ritmo envolvente de seus poemas e pelas melodias de suas eternas canções.

ROTEIRO, DIREÇÃO, NARRAÇÃO E POEMAS: Ricardo Kelmer
MÚSICA: Moacir Bedê e Vanessa Moreno
DURAÇÃO: 1h30

QUEM FAZ O VINICIARTE

RICARDO KELMER, escritor, roteirista, palestrante e produtor cultural. VANESSA MORENO, cantora e instrumentista, integrante do quarteto feminino Julietas. MOACIR BEDÊ, instrumentista e compositor, lançou em 2009 seu primeiro CD.

REALIZAÇÃO
Letra de Bar – letradebar.wordpress.com

APOIO
O Autor na Praça – TV da Praça

Reservas: rkelmer(arroba)gmail.com

.

.

 

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

 

001- Adorei o show de vcs. Perfeito! Na verdade, o Alberico usou a palavra certa: emocionante. Se Deus quiser, e sempre digo: Ele há de querer, vamos fazer muitas coisas juntos Parabéns pra vc, Vanessa e Bedê(certo?) Beijão. Lúcia Gonczy, São Paulo – ago2009

002- Que magia ,,, fiquei extasiada feito Alberico !!! ontem foi um grande acontecimento , o show radiou muita amorosidade e prazer , que essa energia se expanda para muitos outros recantos … Parabéns á sincronicidade do grupo! Um beijo encantado ! Márcia Oliveira, São Paulo-SP – ago2009

003Poetinha, Poetão!!! VINICIARTE estava tudo de bom! já de início me seduzi pelo poema “AUSÊNCIA” e depois disso cada gesto, cada texto, poema, música foi crescendo, emocionando e contagiando a todos nós com sua linda,humorada e bela interpretação…2013 tá muito longe! o teu sucesso está no “aqui e agora”. PARABÉNS! SEREI FÃ NÚMERO 1 DO VINICIARTE E DIVULGAREI PARA OS QUATRO CANTOS…já estou “VICIARTIANDO”, por aí!!!! bjos de luz . Theca Moita, São Paulo-SP – ago2009


%d blogueiros gostam disto: