30 anos de Badauê – Estamos vivos

26/05/2019

26mai2019

Foi tudo lindo, em sua poesia de estrela cadente a colorir o céu da nossa inebriada juventude

30 ANOS DE BADAUÊ – ESTAMOS VIVOS

.
Badauê era o nome do bar. Arquitetura rústica de carnaúba e tijolo aparente, varanda em L, teto de palha, e ao redor as árvores e o chão de areia coberto de pedrinhas. Ficava na Praia de Iracema, rua dos Potiguaras, 134. Os sócios éramos eu, Nelsinho Machado e Paulo Marcio, o trio mosqueteiro no frescor dos seus vinte e poucos anos. Era o ano 1988 de uma Fortaleza ainda não tão amedrontada, e existiam nas proximidades Estoril, Cais Bar, La Tratoria, Pirata, Ponte para o Céu, Zanzibar, a Gruta da Praia do seo Zairton e mais um ou outro bar que não lembro agora.

O terreno, do tio do Nelsinho, só tinha árvores e muito mato e lixo. Limpamos tudo e construímos do zero, e em troca da benfeitoria fomos dispensados do aluguel. A cada mês, catávamos nossas singelas economias e subíamos mais um metro de parede, comprávamos uma privada, um fogão usado… Na folga do vigia, nós dormíamos lá, nos revezando. Pra ajudar nas finanças, compramos um refrigerador e no sábado enchíamos de cerveja e chamávamos os amigos pra ir beber lá, sentado no chão mesmo, tocando um blues no violão, rodinha de fumo, essas coisas boas da vida. Com o apurado, mais um metro de parede, um jogo de mesa e cadeiras, o aparelho de som…

Nove meses depois, julho de 1988, a inauguração, com show do Trio Guarani. A partir daí, foram noites e noites de bar lotado, shows inesquecíveis, as amizades brotando no tilintar dos copos, os amores borbulhando no fervor das possibilidades… No show da banda Os Necessários, era tanta gente que vendemos ingresso até pro galho da mangueira. Os garçons, quem eram no início? Eram elas, nossas deslumbrantes namoradas, e as danadas recebiam tanta gorjeta que até nos emprestavam dinheiro. Ao findar das longas noites, subíamos pro mezanino e lá dormíamos, exaustos de felicidade, sem consciência do brilho fugaz daqueles dias eternos.

Como o mezanino também servia pra resolver certas urgências que nos possuíam no meio da madrugada, as nossas e as dos chegados, apelidaram-no Badauê Love. E como a escada ficava encostada à parede externa, todo mundo via quem subia e quem descia de lá, e as almas bondosas até ajudavam as moças a chegar lá em cima, e embaixo o povo moleque aplaudindo o heroico esforço da necessitada. Era uma festa. E tinha a famosa lenda da caixa dágua, que ficava no mezanino: corria o boato de que fazíamos dela piscina, nós todos lá, degustando vinho com Pink Floyd, chafurdando na água com a qual eram lavados os copos. Não nego e nem confirmo. E se me pressionarem, conto os podres de todo mundo, viu?

Se ganhamos dinheiro? Dinheiro era o de menos naquela intensa celebração da vida sem hora pra acabar. Pra você ter uma ideia, várias vezes levamos os últimos clientes resistentes pra tomar café da manhã… onde? No Esplanada, um hotel 5 estrelas da Beira-mar, nós, os milionários moços lindos do Badauê, pagando tudo. Como que junta dinheiro assim?

O bar durou o piscar de olhos de dez meses. Fechamos por imaturidade na condução de nossas discordâncias e porque estava difícil conviver com a vizinhança. Melhor assim. Durasse mais tempo e não viveríamos pra contar a história. Mas foi tudo lindo, em sua poesia de estrela cadente a colorir o céu da nossa inebriada juventude. E agora, em 2018, comemoramos 30 anos de Badauê. Infelizmente, alguns amigos queridos que lá beberam e amaram já se foram. Mas nós sobrevivemos. Brindemos, a eles e a nós!

Você tem fotos, vídeos ou lembranças desse tempo? Divide com a gente, vai. Afinal, se o passado é a areia que já escorreu na ampulheta, é essa mesma areia que hoje faz o chão do que somos e nos dá a certeza de que, sim, nós vivemos, e vivemos deveras, e tudo valeu a pena.

.
Ricardo Kelmer 2018 – blogdokelmer.com

.

.

Com minha mana Luce, a caixa do Badauê, no Sobrevivi 2018 (Cantinho do Frango, Fortaleza, dez2018). Detalhe: à época, em 1988, ela era menor de idade e aceitou receber o pagamento em cerveja.

.

MAIS SOBRE O BADAUÊ

Galinha ao molho conjugal – Então fizemos uma aposta. Qual dos três conseguiria resistir mais tempo ao casamento?

.

.

.

.

LEIA NESTE BLOG

Ser mulher não é pra qualquer um – É dada a saída, lá se vai o trenzinho. Num vagão as Belas, abalando nos modelitos, no outro as Madrinhas, abalando com o isopor e o estojinho de primeiro-socorro

A celebração da putchéuris – A história fuleragem da Intocáveis Putz Band

Roque Santeiro, o meu bar do coração – Uma homenagem ao bar Roque Santeiro

Breg Brothers com fígado acebolado – Encher a cara, curtir dor de cotovelo e brindar a todas as vezes em que fomos cornos…

A pouca vergonha do escritor peladão – Foi minha vizinha louca de Botafogo, a Brigite, quem me deu a ideia: Por que você não faz um ensaio fotográfico peladão pra comemorar seus 40 anos?

O dia em que morri no Rock in Rio – O primeiro baseado que fumei daria um filme. Um não, vários

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS

.

01-


A vingança malígrina de Deus

20/05/2019

20mai2019

Ninguém demite Deus e sai impune…

A VINGANÇA MALÍGRINA DE DEUS

.
Enxotado de Nova York, que não quis recebê-lo, Jair Bolsonaro convidou-se a si próprio para ir a Dallas, louco para receber o prêmio Peçoa do Ano. Lá, constrangeu o ex-presidente George W. Bush, que não sabia do encontro e aceitou recebê-lo para não deixar aquela tosca criatura esperando na chuva. Durante seu discurso, o bozo foi falar novaiorquinos e falou… noviorquines. Gente, é muita vergonha para uma peçoa só.

No fim do discurso, mais uma vez lambendo o saco do Tio Sam, decidiu alterar o slogan de seu governo. E saiu-se com esta pérola do lambessaquismo mundial:

‒ Meu muito obrigado a todos. Brasil e Estados Unidos acima de tudo! Brasil e Est… Brasil acima de todos!

Gente, ele tirou Deus de seu slogan… Deus foi demitido! Logo ele, que, segundo o próprio bozo, o escolheu para governar o país. Logo ele, que sacrificou seu filho amado, deixando-o sozinho com uma louca num pé de goiaba. Agora, porém, a lógica mudou. Agora é Brasil acima de todos, mas acima disso estão Brasil e Estados Unidos, sem Deus. Entendeu, né?

Aguarde, bozo do cão. A vingança divina será malígrina. Um dia, você acordará e estará amarrado à cama, de rabiola para cima, cercado por um bando de noviorquines, todos alucinados a bater com suas lanças no chão e gritando: “Talkei! Talkei! Talkei!”. E a cena será transmitida ao vivo pelo Twitter.

Ninguém demite Deus e sai impune… Principalmente, trocando-o pelos Estados Unidos.

.
Ricardo Kelmer 2019 – blogdokelmer.com

.

.

VEJA PARA CRER:

.
.

LEIA MAIS NESTE BLOG

Segredos de família – O pai descobriu um terrível segredo de seu filho. E agora, o que pode acontecer com sua carreira política?

Entrevistando o candidato – Na entrevista, o candidato deverá responder a perguntas feitas pelo povo. Como se sairá?

Jesus e a pecadora do pé de goiaba – Eis que naquela tarde, a caminho de Cafarnaum, Jesus passou embaixo de um pé de goiaba e viu uma mulher lá em cima

O Brazil da nova era – Orange Business, Comando Ustra, Brazil com Z… É a nova era chegando

> mais sobre política

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

Comentarios01COMENTÁRIOS

01- Que assim seja. Marcos Saudade, Fortaleza-CE – mai2019

02- Presidente IMBECIL COMPLETO. Vai ser idiota assim no inferno. Moacir Bedê, Fortaleza-CE – mai2019

03- sensacional mizifiiiii kkkkkk adoro essa sua verve debochada. amei o malígrina kkkkk. Clarisse Ilgenfritz, Fortaleza-CE – mai2019

04- Q Alá o oussa deste destino p eça peçoa nô (IN)grata!🙌😂 Márcia Matos, Fortaleza-CE – mai2019

05- Com a aprovação da reforma da previdência , o próximo passo é meter a mão na na Caixa e Bb! Aí com tudo privatizado não resta dúvidas que eles vão meter a mão na sua poupança de aposentadoria! Esse é o plano ! Não deixaremos isso acontecer ! Ayala Alexandrino, Fortaleza-CE – mai2019

06- Oh! Comédia! Seria cômico se não fosse trágico! Lílian Martins, Fortaleza-CE – mai2019

07- Que seja um tiro de canhão nos peitos …e vade retro. A peçonha do ânus. Neri dos Santos, Fortaleza-CE – mai2019

08- Quero ver o Cacique Raoni Metuketire metendo o pau e falando talkey. André Marinho, Fortaleza-CE – mai2019

09- Adorei o “tosca criatura”. 😂😂😂😂😂😘 Marcia Soares Fernandes, São Paulo-SP – mai2019

10- Sempre a fazer figuraa tristes como se diz em Portugal. Ligia Eloy, Lisboa-Portugal – mai2019

11- Vergonha mundial. Sandra Ferrari Rachid, Americana-SP – mai2019

12- Eu ri agora. Fabiane Pessoa S. Schmitt, Fortaleza-CE – mai2019

> Postagem no Facebook

 


Dona de mim

08/05/2019

08mai2019

DONA DE MIM

.
Dona de mim já não sou mais
Quando aos teus pés me ajoelho assim
E em teu olho a chama do desejo atiça
A mulher louca e submissa que há em mim

De bom grado já não me pertenço
Docilmente me submeto à vontade tua
Se me queres agora toda nua, eu obedeço
E de quatro te ofereço minha carne crua

Bate, meu senhor, faz-me o rabo em brasa
Marca em mim o juramento da servidão
Serei sempre a escrava grata e obediente
E amarei o peso ardente da tua mão

Bate, meu senhor, é minha pele que implora
Do bom chicote o estalo por toda a noite
Hoje eu sou a mulher mais livre e gloriosa
Plena da dor gozosa do teu açoite

> música de Ricardo Kelmer e Fernando Neri

.
Ricardo Kelmer 2013 – blogdokelmer.com

.

.

Fernando Neri – Dona de mim
registro experimental, 2019

.

> Mais poemas e músicas

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS
.

.

 


Cardápio também é cultura

04/05/2019

04mai2019

CARDÁPIO TAMBÉM É CULTURA

.
Um cardápio cultural. Por que não? Um cardápio em forma de revista, apresentando os comes e bebes da casa e os serviços que ela oferece, mas oferecendo também dicas de gastronomia e, além disso, mostrando a história de envolvimento do lugar com a arte e a cultura de Fortaleza, os artistas e escritores que a frequentam…

O Cantinho do Frango (rua Torres Câmara, 71, Aldeota), do amigo Caio Napoleão, fez isso. Com o segundo número lançado no fim de abril, o cardápio-revista, ou revista-cardápio, tem formato tabloide, é impresso em papel off-set e conta com 28 páginas coloridas, e sua tiragem é distribuída gratuitamente entre os frequentadores, que podem, inclusive, levá-lo para casa como lembrança. Neste segundo número, estreei minha coluna Na Ponta Fina do Lápis, na qual falo sobre literatura, boemia e cultura cearense, e faço promoções com livros. Tô muito honrado de fazer parte desse projeto.

Gosto de dizer que o Cantinho, muito além de ser um restaurante com jeito de casa de show, é uma ZCC, uma zona de convergência cultural, onde se misturam gastronomia, boemia, arte e cultura, tudo no saboroso tempero da amizade e da poesia. Agora, com essa simpática ideia, estreita ainda mais sua relação com a clientela e torna-se, desde já, um caso representativo da boa comunicação empresarial.

Parabéns, Caio. Longa vida ao cardápio-cultural! Um brinde à cultura cearense!

.
Ricardo Kelmer – blogdokelmer.com

.
Pag do Cantinho do Frango
facebook.com/cantinhodofrango

Instagram: @cantinhodofrangodesde1994

.

LEIA NESTE BLOG

Lugar de literatura é solta pela cidade – Com esses livretos, consigo que minha arte frequente as mesas dos bares, integrando-se à dinâmica boêmia da cidade e atraindo novos leitores

O dilema do escritor seboso – Certos escritores amadurecem cedo. Tenho inveja desses. Porque nunca viverão o constrangimento de não se reconhecerem em suas primeiras obras

O encontrão marcado – Fechei o livro, fui até a janela e olhei pro mundo lá fora. E disse baixinho, com a leveza que só as grandes revelações permitem: tenho que ser escritor

Pesadelos do além – O pior pesadelo para um escritor é ser psicografado. Ou melhor: ser mal psicografado

Meu fantasma predileto – Diziam que era a alma de alguém que fora escritor e que se aproveitava do ambiente literário de meu quarto para reviver antigos prazeres mundanos

Kelmer no Toma Lá Dá Cá – Aqueles aloprados moradores do condomínio Jambalaya descobriram meu livro maldito

.
.

Seja Leitor Vip e ganhe:
– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

 

COMENTÁRIOS

01- Delícia!!!!! Também adorei!!! Ethel de Paula, Fortaleza-CE – mai2019

02- Dei o maior valor! O Cantinho do Frango sempre com suas idéias maravilhosas! Lizia Aguiar, Fortaleza-CE – mai2019

03- Massa a iniciativa. Maurição Lima, Fortaleza-CE – mai2019

04- Bela atitude cultural! Cabe mais! Parabéns ao Cantinho do Frango! Guga Cazagrande, Fortaleza-CE – mai2019

05- Olhaí Roberto Mariano. Fatima Fafa Feitosa, Fortaleza-CE – mai2019

06- Parabéns! Excelente iniciativa! Monica Paiva Barbosa, Fortaleza-CE – mai2019

07- Guarda um cantinho aí p mim. Márcia Matos, Fortaleza-CE – mai2019

08- Massa, Ricardo Kelmer. Daniel Pagliuca, Fortaleza-CE – mai2019

09- Maravilha. Joaquim Ernesto, Fortaleza-CE – mai2019


Matrix 20 anos depois

04/04/2019

04abr2019

Duas décadas depois, é interessante notar como os temas de Matrix seguem absolutamente atuais

MATRIX 20 ANOS DEPOIS

.
Em abril de 1999, o filme Matrix estreava nos cinemas brasileiros. Dirigido pelas irmãs Lana e Lilly Wachowski, e tendo Keanu Reeves e Lawrence Fishburne no elenco, Matrix tornou-se um inesperado e estrondoso sucesso mundial. O filme revitalizou a ficção científica ao abordar temas filosóficos e inserir como foco da história o próprio conceito de realidade, e, além disso, sua estética visual e os efeitos especiais influenciaram não apenas muitos filmes que lhe seguiram como também a própria cultura pop.

A aventura de Neo contra a inteligência artificial, que transformara os seres humanos em meros doadores involuntários de energia para as máquinas, instigou intensas discussões no mundo inteiro sobre temas como filosofia, sociologia, tecnologia, ecologia, política, religião e até economia, e fez adolescentes nos shopping centers discutirem sobre o que é, de fato, a realidade. Somente grandes obras conseguem coisas assim.

Após ver o filme algumas vezes, escrevi um artigo para o jornal O Povo, de Fortaleza, e o incluí na relação dos filmes que usava em meus cursos e palestras sobre cinema e mitologia, ao lado de Blade Runner e Don Juan DeMarco. Em 2003, foram lançados os dois filmes restantes da trilogia, e Matrix consolidou-se como fenômeno cultural.

Meu livro Matrix e o Despertar do Herói – A jornada mítica de autorrealização em Matrix e em nossas vidas foi lançado em 2005, de forma independente. Nele, analiso a obra na ótica da mitologia e da psicologia do inconsciente, mostrando a aventura de Neo como uma reedição moderna do antiquíssimo mito da jornada do herói e comparando-a ao processo de individuação de que nos fala a psicologia junguiana. É o meu livro mais vendido na Amazon.

Duas décadas depois, é interessante notar como os temas de Matrix seguem absolutamente atuais. A inteligência artificial cada vez mais se integra às nossas vidas, com suas vantagens e seus perigos. O planeta caminha célere para o esgotamento de seus recursos naturais ao som da hipnótica sinfonia do capitalismo e do consumismo desenfreado. O aprimoramento da tecnologia da realidade virtual nos leva, a cada dia, a ampliar nossa percepção sobre a natureza da realidade, o que pode ter impacto direto sobre todas as atividades humanas e sobre a ideia que temos do que seja a consciência.

E, no meio disso tudo, seguimos nós, cada um de nós, a atuar no roteiro próprio de nossas vidas, vivendo nossas existências numa realidade que por vezes parece tão absurda, tão falsa…

Toc, toc, toc. Acorde, Neo.

.
Ricardo Kelmer – blogdokelmer.com

.

.

Matrix2012Capa14x21aMatrix e o Despertar do Herói
A jornada mítica de autorrealização em Matrix e em nossas vidas
Ricardo Kelmer

Analisando o filme Matrix pela ótica da mitologia e da psicologia do inconsciente e usando uma linguagem simples e descontraída, o autor compara a aventura de Neo ao processo de autorrealização que todos vivem em suas próprias vidas.

.

.

ENTREVISTA

jornal Hoje em Dia, de Belo Horizonte-MG, abr2019

Por que você se interessou em escrever um livro sobre “Matrix”? Ele é quase um livro de autoajuda, não é verdade?
RK: “Matrix” é um grande filme, que marcou a história do cinema e influenciou a estética de muitas obras posteriores. Além disso, instigou discussões sobre vários assuntos pertinentes, como o uso da tecnologia, inteligência artificial, dominação, religião. Ele fez os adolescentes, nas praças de alimentação dos shopping centers, discutirem sobre a natureza da realidade, o que é algo notável. Em lugar do termo “autoajuda”, prefiro “autoconhecimento”, como, na verdade, é todo livro que aborde questões da psicologia do inconsciente.
.
Apesar de já ter ficado um pouco datado (telas em DOS, cabines telefônicas), o filme ainda nos surpreende ao exibir discussões muito ricas envolvendo filosofia e mitologia. Qual delas mais lhe chama a atenção?
RK: Como toda grande obra, “Matrix” pode ser compreendido por diversos ângulos, como o socioeconômico, em que seres humanos são explorados em sua força de trabalho para a manutenção de um sistema injusto e opressor. Em meu livro, porém, analiso o filme na ótica da mitologia e da psicologia do inconsciente, mostrando a aventura de Neo como uma reedição do antigo mito da jornada do herói e comparando-a ao processo de autorrealizaçao, que Jung chama de individuação, e que todos nós vivemos, tendo ou não consciência disso.
.
Creio que a ideia do seu livro parte de um desejo individual de mudar, de se conhecer e buscar a transformação. Como isso é expresso no livro?
RK: Para Jung, o futuro da humanidade dependerá da quantidade de pessoas que conseguirem se “individuar”, ou seja, tornarem-se in-divíduos, seres não divididos, unos, inteiros. Isso requer um grau avançado de autoconhecimento, para que se consiga harmonizar consciência e inconsciente. Individuar-se significa autorrealizar-se profundamente, efetivar as potencialidades. Porém, numa sociedade como a nossa, que prioriza o consumismo e a satisfação imediata, esse olhar para dentro não é estimulado, e assim as pessoas não se aprofundam em si mesmas e não se questionam verdadeiramente sobre o que são, e as divisões e conflitos internos persistem. O resultado final é a constatação, na velhice, que vivemos uma vida falsa, o que é muito triste e frustrante.

.
Matéria do UOL: 20 Anos do Filme Matrix (abr2019)

.

.

SOBRE O FILME

MatrixDVDCapa-1Matrix (The Matrix, EUA, 1999)

ARGUMENTO, ROTEIRO E DIREÇÃO: Lilly e Lana Wachowski
ELENCO: Keanu Reaves, Lawrence Fishburne, Carrie-Anne Moss, Hugo Weaving

No futuro, a humanidade é prisioneira de sua própria criação, a Inteligência Artificial, que criou a Matrix, uma realidade virtual onde foram inseridos todos os seres humanos para que eles não oponham resistência ao poder das máquinas. Todos não, pois um grupo de rebeldes mantém-se fora dessa realidade e luta para libertar o restante da humanidade. Eles creem na profecia do Oráculo que diz que um Predestinado um dia virá para vencer as poderosas máquinas e salvar a todos. Para eles, Neo, um jovem que vive na Matrix, é o Predestinado. Neo de fato desconfia que há algo errado com a realidade mas não pode aceitar que ele seja o tão aguardado salvador.

.

TRÊILER OFICIAL


.

.

LEIA TAMBÉM NESTE BLOG

Blade Runner: Deuses, humanos e androides na berlinda – Como todo ser, o criador busca sempre transcender a sua própria condição, e é criando que ele faz isso

A ilha – Uma fábula sobre o autoconhecimento

Cine Kelmer apresenta – Dicas de filmes

Mulheres na jornada do herói – É ainda mais interessante ver o relato das mulheres pois elas sempre foram, mais que os homens, historicamente reprimidas na busca pela essência mais legítima de suas vidas

Seguir a boiada ou as próprias convicções? – Aos poucos podemos, cada um de nós, começar a agir de acordo com as nossas próprias verdades, aquelas que nos fazem sentir mais vivos, úteis e autênticos

A Matrix em cada um de nós – Em busca da realização mais íntima (tornar-se o Predestinado), o ego deve empreender uma longa jornada de autoconhecimento onde não faltarão medos e conflitos para fazê-lo desistir

A pergunta – Um dia, porém, alguém desconfia. E entende que os que olham para fora, sonham, e os que olham para dentro, despertam. E aí a pergunta é inevitável

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer
(saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

.

.

.

 


O Brazil da nova era

21/03/2019

21mar2019

Orange Business, Comando Ustra, Brazil com Z… É a nova era chegando

O BRAZIL DA NOVA ERA

.
Tô aqui só esperando o momento em que o nosso presidente trumpista anunciará as novidades…

Será pelo Twitter, claro. Ele estará acompanhado de seu filho Carluxo, e atrás deste, hummm, o primo. A primeira novidade é que ele mudou seu nome. Agora, se chama Jair Bolso Shower. Depois, anunciará, solene, que a partir de hoje o Brasil é o 51º estado dos United Sates of America, e a grafia correta é Brazil, com Z. E que o inglês passa ser our official language. E que, já que o ensino será by internet, as escolas serão transformadas em stores do McDonald Trump, uma espécie de igreja de conveniência, comandada pelo filho Dudu, onde os brasileiros poderão se rebatizar como brazilians e mostrar aos filhos os instrumentos diabólicos que os governos petistas usavam, como o kit gay e a mamadeira de piroca.

Será o início de uma new age, cheia de esplendor. Nós, os brazilians, continuaremos sem poder viajar aos Estados Unidos, mas os nossos que conseguirem chegar à fronteira e saltar the wall poderão ganhar a vida limpando latrinas, um trabalho nobre e dignificante, mas que os gringos não fazem porque precisam se abaixar demais, não é recommended para eles.

Os massacres nas escolas do Brazil terão que ser, obrigatoriamente, transmitidos ao vivo pelas tevês, Oh, my God, more shots, did you hear it??!! E suspiraremos quando a câmera der um close no sniper posicionado no alto do prédio vizinho, Humm, he seems very nice… Porém, ao ser anunciado o número de mortes, ficaremos bem irritados, pois nossos massacres nunca são tão eficientes como os deles, shit!

A profissão de laranja será regulamentada e terá como patrono o Queiroz. Já posso ver as pessoas cheias de orgulho dizerem que trabalham no ramo de Orange Business… E as milícias serão uma força militar especial, chamadas Comando Ustra e coordenadas pelo Flávio, e subordinadas à SWAT. Para rebater as acusações de que o Comando Ustra está exterminando negros, pobres, índios, homossexuais, professores, artistas, escritores e jornalistas, o governo presenteará a esse strange people com viagens de turismo para outros países (menos os Estados Unidos). Não é lindo, isso? Só não podem voltar, of course.

Para finalizar o pacote, Jair Bolso Shower anunciará que, em vez do futebol, o nosso national sport será agora a caça à lula, e que três vezes por dia os brazilians deverão se ajoelhar voltados para Washington e repetir o mantra “Odeio lula, odeio lula, odeio lula”. Haverá ainda uma última medida: a prohibition do nome Marielle. Sim. Quem tiver esse nome de péssimo gosto terá de comparecer a uma McDonald Trump para trocar. E quem ousar desobedecer será conduzido pelo Comando Ustra a um agradável passeio pelos porões do Vivendas da Barra, sem data para voltar.

Come on, let´s celebrate good times. Brazil-zil-zil!!!

.
Ricardo Kelmer 2019 – blogdokelmer.com

.

.

SÓ RINDO…

.

..

.



.

LEIA MAIS NESTE BLOG

Segredos de família – O pai descobriu um terrível segredo de seu filho. E agora, o que pode acontecer com sua carreira política?

Entrevistando o candidato – Na entrevista, o candidato deverá responder a perguntas feitas pelo povo. Como se sairá?

Jesus e a pecadora do pé de goiaba – Eis que naquela tarde, a caminho de Cafarnaum, Jesus passou embaixo de um pé de goiaba e viu uma mulher lá em cima

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

 


Um massacre para Bolsonaro

15/03/2019

14mar2019

Quem apertou o gatilho não foi Jair Bolsonaro, mas o sangue das vítimas está lá, em suas mãos de arminha, que até às crianças ele ensina como fazer

UM MASSACRE PARA BOLSONARO

.
A figura simbólica do Presidente da República é uma imagem poderosa, com imenso poder de influência. Seu discurso e suas atitudes servem de exemplo para muita gente. Pelo perfil que Guilherme Taucci Monteiro, 17 anos, um dos atiradores da escola de Suzano, tinha no Facebook, sabe-se que ele cultuava armas e era fã da família Bolsonaro, principalmente de Jair, o Presidente que se elegeu fazendo arminha com a mão e é um fervoroso incentivador do uso de armas pela população.

Para Guilherme, que compartilhava as postagens de Bolsonaro, o Presidente era uma espécie de herói. É muito triste que um adolescente admire um admirador de torturadores. Para mim, não seria surpresa nenhuma se Guilherme houvesse deixado um bilhete dedicando sua lamentável façanha a seu Super-Capitão, que sempre defendeu abertamente as milícias e na campanha gritava que iria “fuzilar a petralhada” e banir as minorias. Aliás, Guilherme e seu amigo e comparsa no massacre, Luiz Henrique de Castro, 25, usavam pendurado no pescoço o símbolo da suástica nazista. O nazismo também adotou o discurso de ódio e extermínio contra os adversários políticos.

Sim, sempre houve massacres com armas de fogo, até nos governos do PT. Porém, numa sociedade cujo governo idolatra as armas, o Presidente apoia que os professores deem aula armados, seu filho diz que armas são tão perigosas quanto carros e o General Vice-presidente põe a culpa da violência nos videogames, o aumento dos massacres como o de Suzano é a consequência natural. E antes que me acusem de politizar a tragédia, eu me adianto: sim, devemos analisá-la também sob a ótica política, pois o assassino era um admirador e seguidor do presidente adorador de armas. Quem apertou o gatilho não foi Jair Bolsonaro, mas o sangue das vítimas está lá, em suas mãos de arminha, que até às crianças ele ensina como fazer.

Minha solidariedade às famílias das vítimas. E também às famílias das vítimas das tragédias que virão com o armamento da população. Essas mortes, porém, não serão preocupação para o Governo, desde que a indústria das armas, que tanto o apoia, esteja bem de vida. Morte para uns, dinheiro para outros. Pátria armada Brasil.

PS: Hoje faz um ano do assassinato da vereadora Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes. O Presidente tem uma boa chance de desmentir essas acusações que faço contra sua pessoa. Basta manifestar-se hoje publicamente a favor das investigações para saber quem mandou matá-la e porquê, e afastar de vez nossas desconfianças sobre suas ligações, inclusive familiares, com os policiais acusados. Aguardamos.

.
Ricardo Kelmer 2019 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

O indigno mentecapto – É muito descontrole emocional, incapacidade de lidar com críticas e despreparo para governar

A peleja da arte contra o absurdo do real – A sátira de Zé de Abreu e a paródia de Edu Krieger na luta contra o absurdo de termos um Presidente como Jair Bolsonaro

Segredos de famíliaO pai descobriu um terrível segredo de seu filho. E agora, o que pode acontecer com sua carreira política?

Entrevistando o candidatoNa entrevista, o candidato deverá responder a perguntas feitas pelo povo. Como se sairá?

A dor de um gigante – Lula poderia ter fugido do país e, no exílio, prosseguir sua luta, mas deixou-se ser preso, porque acredita em justiça

Sobre lutas, sonhos e a grande farsa – Para quem ainda não percebeu, é isso mesmo o que todos somos, meros atores no grande teatro da existência

Golpe de mestre à brasileira – O processo seria custoso e traumático, e provocaria séria desestabilização na democracia, mas melhor isso que suportar mais um governo de esquerda no Brasil

A foto repugnante e o sonho que não pode ser preso – A foto que resume a baixeza moral dos fascistas que querem a morte de Lula

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos

– Descontos, promoções e sorteios exclusivos

Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

COMENTÁRIOS

Comentarios01

01- 👏👏👏👏👏👏 Débora Marques, Fortaleza-CE – mar2019

02- Eu vejo o carma dos eleitores do fascistao se tornando mais pesado… com que frequencia?… a todo momento. Ana Caudia Domene, Albuquerque-EUA – mar2019

03- #NãoAsArmas#SimAosLivros Renata Menezes Lotfi, Fortaleza-CE – mar2019

04- Entre os “games” que influenciaram os autores do massacre em Suzano está o terrível Call of Bolsonaro’s Duty. Juliana Cupini, Porto Alegre-RS – mar2019

05- mais um ótimo texto, Kelmer… vou citar no meu blog… e colocar o link…. abrssss. Arnaldo Afonso, São Paulo-SP – mar2019

06- Excelente texto, a minha admiração por vc aumenta a cada dia. Renata Menezes Lotfi, Fortaleza-CE – mar2019

07- Que texto perfeito! Por favor, leiam. Aila Costa, Fortaleza-CE – mar2019

08- O Massacre de 2011 também foi culpa dele né? Yashina Maciel, Fortaleza-CE – mar2019

…… 09- se ele já fosse o Presidente q é hoje, seria um forte motivador. Eveline Gadelha, Fortaleza-CE – mar2019

…… 10- Misericórdia senhor. Yashina Maciel, Fortaleza-CE – mar2019

11- valha kelmer eu fui la no teu instagram! de onde sairam todos aqueles bozistas? credo q gente insana! Clarisse Ilgentritz, Fortaleza-CE – mar2019

…… 12- kkkkk saíram das profundeza dos inferno. Moacir Bedê, Fortaleza-CE – mar2019

13- Guilherme e o seu amigo também foram vitimados pelo ódio. Também lamento o desperdício destas vidas. Os Bolsonaros do Brasil aniquilam tudo o que representa a liberdade, a insurgência, a vida. Quem mandou matar Marielle são os mesmos que incitaram morte e violência, que seduziram seguidores como Guilherme e, para lavar o sangue das mãos, lhe ordenaram o suicídio. Como Calígula fazia. Pergunto: Porque é que o Bozo não foi a Suzano? Susana X Mota, Leiria-Portugal – mar2019

14- Como alguém pode acreditar que mais armas de fogo nas ruas podem diminuir os crimes com armas de fogo. É matemática e estatisticamente impossível. Um dos bolsokids afirmou que arma é que nem carro. Em 1940 as mortes no trânsito eram menores do que em 2018 será que ele sabe o motivo? Iridan Carvalho, Fortaleza-CE – mar2019

15- É isso aí! Andreia Turolo, Fortaleza-CE – mar2019


%d blogueiros gostam disto: