As Preciosas do Kelmer – jul2014

31jul2014

AsPreciosasDoKelmer201407.

As Preciosas do Kelmer é uma revista que criei no Facebook. Ela é feita de dicas e comentários sobre variados assuntos. A periodicidade é mensal, funciona por meio de uma única postagem que abasteço com subpostagens e os leitores podem comentar a qualquer momento e até sugerir assuntos. Por seu caráter dinâmico e interativo e por construir-se a cada dia, eu diria que é uma revista orgânica. A capa da revista é a própria imagem da postagem, que sempre trará imagens femininas.

Meu objetivo com As Preciosas é dar vazão à minha necessidade de comentar fatos do cotidiano. Pra mim o Facebook é ideal pra isso. Aqui no blog postarei a edição do mês e a atualizarei a partir das atualizações no Facebook, sempre com imagens. Espero que você goste.

> No Facebook (todas as edições)

> No Blog do Kelmer

.

AsPreciosasDoKelmer201407AS PRECIOSAS DO KELMER
Dicas e pitacos para o mês
#22, jul2014
> Esta edição no Facebook

Capa: Nise da Silveira, médica e psiquiatra brasileira.

.

*** A EUTANÁSIA DO ORKUT

O Orkut será suicidado em 30 de setembro, conforme o Google anunciou. Já faz alguns anos que a plataforma está sendo mantida viva por aparelhos. A eutanásia parece ser mesmo o melhor a se fazer.

Quando começou, parecia a coisa mais incrível do mundo. De fato, o Orkut inaugurou a era das redes sociais, abrindo uma nova perspectiva para a maneira das pessoas se relacionarem. Porém, no mundo da tecnologia do século 21, as coisas mudam muito rapidamente, e o que hoje é sucesso, no semestre seguinte já poderá estar ultrapassado.

Entrei no Orkut em 2005, após resistir bastante, pois me parecia uma grande bobagem. Puro preconceito. Fiz várias amizades verdadeiras (algumas duram até hoje), conheci mulheres interessantes e angariei muitos leitores país afora. A plataforma tinha suas limitações, mas era o que tínhamos para o momento. Obrigado, Orkut. > Saiba mais

.

*** BEM-VINDA, PORNOGRAFIA FEMINISTA

A pornografia ainda salvará o mundo. Gosto de repetir essa frase. Ela resume bem o que penso sobre sexualidade e hipocrisia. Vivemos numa sociedade contraditória, que vende sexo a todo momento e ao mesmo tempo se envergonha dele. Por que ter vergonha de consumir pornografia? Assumirmos que gostamos de pornografia é um passo importante para nos aceitarmos como somos. Nesse sentido, a pornografia feminista é muito bem vinda. Resumindo bem, essa maneira de fazer pornografia apenas tira a mulher de sua condição de objeto para o prazer heteromasculino e lhe faz ser também agente de seu próprio prazer. > Saiba mais

.

*** PSICÓLOGA QUE DEFENDE CURA GAY É CASSADA

Uma das coisas mais estúpidas que já vi é esse negócio de “psicólogo cristão”. Psicologia é ciência. Cristianismo é fé. Misturar ciência com religião, além de fanatismo, é charlatanismo. > Saiba mais

.

*** CINEASTAS INDEPENDENTES GANHAM CANAL NA WEB

Para quem fez seu filme e não quer vê-lo mofar sem ser visto. > Saiba mais

.

*** VOCÊ É TERRORISTA OU SARCÁSTICO?

Espionagem-02Muitas pessoas não levam a sério os protestos contra a atual política de espionagem dos governos. Elas acham que, para proteger o país do terrorismo, os governos têm o direito de espionar os cidadãos. Não. Não mesmo. Numa sociedade democrática, os governos não têm esse direito, pois ele é um atentado contra a privacidade e a liberdade individuais. E quanto à guerra contra o terror, ela não passa de um pretexto dos governos para controlar ainda mais a sociedade. Contra o terrorismo, precisamos na verdade é de mais igualdade social e dividir as riquezas do mundo.

O Serviço Secreto dos EUA agora deseja um programa que consiga identificar supostas piadas nas mídias sociais, para prevenção de crimes e ataques terroristas. O programa terá que diferenciar o que é ironia e sarcasmo do que é ameaça de verdade. Só isso.

Ou prosseguimos protestando contra essa política de espionagem dos governos ou logo mais não poderemos sequer fazer piadinhas na internet. > Saiba mais

.

*** MARQUÊS DE SADE, 200 ANOS DEPOIS

O marquês Donatien Alphonse François de Sade, nascido em 1740, em Paris, foi preso inúmeras vezes acusado de agressões sexuais e imoralidade e faleceu em dezembro de 1814 em um asilo de loucos, onde passou os últimos 13 anos de sua vida. Chamado durante muito tempo de “monstro”, sua obra era considerada “maldita” e “pornográfica”. Seus textos foram rejeitados em razão do forte erotismo associado a atos de violência e crueldade, com torturas, estupros, assassinatos e incestos. Por causa de suas ideias e de seu comportamento libertino, o marquês foi preso sob todos os regimes políticos da época em que viveu (monarquia, república, consulado – na época de Napoleão Bonaparte – e império). No total, ele ficou detido 27 de seus 74 anos, e morreu no hospício de Charenton, amado e cuidado por duas mulheres, a atriz Marie-Quesnet, que mudou-se com ele para lá, e a filha de uma carcereira que tinha 14 anos quando o conheceu.

O nome Sade se tornou famoso em todas as línguas, dando origem à palavra sadismo, que faz referência às cenas de crueldade e de torturas descritas em seus livros. No século 19, seus textos circulavam clandestinamente, “por baixo dos casacos”, diz o historiador Gonzague Saint Bris, autor da biografia Marquês de Sade – O Anjo das Sombras (em tradução livre). Foi somente em em 1957 que uma editor francês, Jean-Jacques Pauvert, tirou Sade da clandestinidade ao publicar, apesar da censura ainda vigente, suas obras com o nome oficial da editora. Pauvert foi processado, mas conseguiu obter, em um recurso na Justiça, o direito de publicar as obras do marquês. A verdadeira consagração de Sade na França só ocorreu quase dois séculos depois de seus escritos, com a publicação, em 1990, de suas obras completas pela prestigiosa Pléiade, a mais renomada coleção de livros da França, da editora Gallimard. > Saiba mais

.

*** A BICICLETA GOZADORA

Orgasmo na bicicleta. Sim, existe. Principalmente em ruas de paralepípedos, que faz a bicicleta trepidar. Você, leitorinha, já viveu essa situação? > Saiba mais

.

*** FACEBOOK TEM 1 BILHÃO DE RATINHOS DE LABORATÓRIO

Em janeiro de 2012, por uma semana, o Facebook manipulou o mural de notícias de cerca de 700 mil usuários para avaliar se o conteúdo exibido na rede social era capaz de afetar as emoções daqueles que o vissem. O experimento era parte de uma pesquisa em colaboração com as universidades de Cornell e da Califórnia, em São Francisco, e foi divulgado na PNAS (Proceedings of the National Academy of Sciences), uma prestigiada revista científica.

O estudo examinou perfis do Facebook com o objetivo de descobrir se a exposição a emoções específicas era capaz de afetar o humor dos indivíduos. Para isso, alguns usuários tiveram 90% de todas as mensagens “positivas” removidas de seu mural de notícias durante uma semana. Em seguida, foi feita uma avaliação das postagens destes mesmos usuários – a maioria delas de cunho pessimista – e provou-se que, sim, era possível ser influenciado pelo que se lia nas redes sociais. Outros usuários passaram pela experiência contrária, tendo a maior parte das mensagens “negativas” excluídas de seu mural – e, desta forma, reagiram com postagens mais positivas. (fonte: Observatório da Imprensa)

Uau! Isso significa que o Facebook fez seus usuários de ratos de laboratório. Bem, nós sabemos que as empresas fazem isso frequentemente com seus clientes e consumidores. Porém, manipular emoções dessa forma já é demais. Da próxima vez que você se perceber triste ou feliz, ou mais faminto, ou com vontade de morrer, fique atento: a culpa pode ser do Facebook. > Saiba mais

.

*** PROJETO AMO GATOS

ProjetoAmoGatosLogo-02O Projeto Amo Gatos foi criado para apoiar financeiramente ações de assistência a gatos carentes e abandonados em todo o Brasil. Iniciativa do artista plástico Elinaudo Barbosa, o projeto conta com uma série de obras de arte que são estampadas em camisetas, canecas, sacolas ecológicas e outros objetos, para serem comercializados. Após a comercialização, parte da renda líquida será revertida em um fundo financiador de projetos e ações voltadas para os gatos.

Eu, particularmente, sou fã de gato. Depois da mulher, é o meu bicho preferido. Beleza, elegância, mistério, malícia, sensualidade e, principalmente, liberdade – gatos são tudo de bom. > Saiba mais

.

*** LOCALIZE SEU CELULAR

Se o sistema operacional de seu smartphone é Android, você pode localizá-lo facilmente em caso de perda ou roubo. Basta instalar o aplicativo Gerenciador de Dispositivos Android. É simples e grátis. > Saiba mais

.

*** O QUE TE EXCITA, HUM?

O que excita homens e mulheres, do ponto de vista sexual? Há diferenças nos processos de cada um, sim, e de modo geral o da mulher é bem mais complexo que o do homem. Dois psicanalistas refletem sobre a questão e indicam que, embora certos estereótipos resistam, há novas maneiras de lidar com o tesão. > Saiba mais

.

*** NISE DA SILVEIRA

Nise da Silveira nasceu em 15.02.1905, em Maceió. Foi uma das primeiras brasileiras a se formar médica. Trabalhando no Centro Psiquiátrico Nacional Pedro II (hoje, Instituto Municipal Nise da Silveira), no Rio de Janeiro, ela recusa-se a aplicar eletrochoques nos pacientes e discorda dos métodos adotados nas enfermarias. Com a intenção de possibilitar aos doentes reatar seus vínculos com a realidade por meio da expressão simbólica e da criatividade, ela cria ateliês de pintura e modelagem, revolucionando a Psiquiatria praticada no país.

Em 1952, Nise fundou o Museu do Inconsciente, um centro de estudo e pesquisa destinado à preservação dos trabalhos produzidos nos estúdios de modelagem e pintura que criou na instituição, valorizando-os como documentos que abrem novas possibilidades para uma compreensão mais profunda do universo interior do esquizofrênico.

Foi ela quem criou também, em 1956, a Casa das Palmeiras, uma clínica voltada à reabilitação de antigos pacientes de instituições psiquiátricas. Neste local eles podem diariamente expressar sua criatividade, sendo tratados como pacientes externos numa etapa intermediária entre a rotina hospitalar e sua reintegração à vida em sociedade.

Nise foi uma pioneira na pesquisa das relações emocionais entre pacientes e animais, que costumava chamar de coterapeutas. Percebeu esta possibilidade de tratamento ao observar como um paciente a quem delegara os cuidados de uma cadela abandonada no hospital melhorou tendo a responsabilidade de tratar deste animal como um ponto de referência afetiva estável em sua vida.

Através do conjunto de seu trabalho, Nise da Silveira introduziu e divulgou no Brasil a psicologia junguiana. Foi Jung quem a incentivou a estudar mitologia como uma chave para a compreensão dos trabalhos criados pelos internos. Em 1958 criou, em reuniões semanais em sua própria residência, o Grupo de Estudos Carl Jung, que acolhia qualquer pessoa interessada nas ideias do psiquiatra e pensador suíço. Escreveu, dentre outros, o livro “Jung: vida e obra”, publicado em primeira edição em 1968.

Sua pesquisa em terapia ocupacional e o entendimento do processo psiquiátrico através das imagens do inconsciente deram origem a diversas exibições, filmes, documentários, audiovisuais, cursos, simpósios, publicações e conferências. Em reconhecimento a seu trabalho, Nise foi agraciada com diversas condecorações, títulos e prêmios em diferentes áreas do conhecimento. Seu trabalho e ideias inspiraram a criação de museus, centros culturais e instituições terapêuticas similares às que criou em diversos estados do Brasil e no exterior.

Faleceu no Rio de Janeiro, em 30.10.1999. (fonte: Wikipedia) > Saiba mais

.

*** ADORÁVEL JOVEM E BELA
por Contardo Calligaris

“Jovem e Bela”, de François Ozon, conta uma temporada na vida de uma adolescente: Isabelle, 17 anos, tem seu primeiro namorico de verão e se prostitui no outono e inverno seguintes. Marine Vacth, a atriz, além de jovem e bela, é adoravelmente emburrada, como só os adolescentes franceses conseguem ser.

Aviso aos espectadores: entre ela, o comportamento de seus pais, a classe do colégio discutindo um poema de Rimbaud e a paisagem, o filme pode matar qualquer um de saudade de Paris e da França. Agora, alguns pontos (sem “spoilers”).

1) O namorico de Isabelle durante o verão é sinistro, como a maioria dos namoricos de praia entre adolescentes. Isabelle olha para sua primeira transa como uma espectadora que não acredita na miséria do que está acontecendo. Cá entre nós, qualquer coisa é melhor e mais interessante do que aquilo –talvez até se prostituir num estacionamento.

2) Durante esse verão, Isabelle se irrita quando a mãe manifesta uma curiosidade bestamente cúmplice: cadê aquele jovem alemão bonito? Os pais adoram que os namoradinhos se incorporem ao cotidiano da família: eles esperam que o lar acabe domesticando o desejo sexual das filhas. Mais tarde, no filme, Isabelle não aguenta a visão de seu novo namorado de pijama na mesa de família. Para completar, o namorado vai jogar videogame com o irmãozinho de Isabelle. Essa prática nefasta é frequente; conselho: meus amigos, decidam-se, cresçam ou caiam fora, joguem com o irmão ou namorem com a irmã.  Com a desculpa de que a rua de noite é insegura, os pais permitem e aprovam que muitos adolescentes brinquem de marido e mulher no seu quarto de crianças. O que tem de errado em deixar o namoradinho dormir com a namoradinha? Nada, mas é isso mesmo que se faz na casa dos pais: dormir –não transar. Para descobrir o que é sexo, é melhor sair de casa. Por que condenar os adolescentes a começar sua vida sexual “em família”, ou seja, dormindo?

3) Isabelle diz que ela podia até não gostar de se prostituir, mas, uma vez de volta ao lar, ela estava a fim de recomeçar. É uma definição perfeita da fantasia erótica: a realização pode não dar prazer, mas a gente fica a fim de recomeçar, sobretudo quando se afoga na mesmice.

4) Para encontrar clientes, Isabelle tem um perfil (sem rosto) num site. Receamos que a internet seja o paraíso dos predadores de crianças. Mas o inverso talvez tenha se tornado mais frequente: menores disfarçados como maiores se oferecem para sexo, por dinheiro ou não.

5) Engraçado. Podemos duvidar da maturidade de alguém de 17 anos para se prostituir ou mesmo para transar, a não ser que isso aconteça com o namorado de pelúcia –aquele que, de manhã, joga videogame com o irmãozinho. Ao mesmo tempo, queremos que esse alguém de 17 anos, na escola, leia “Roman”, que Rimbaud escreveu, justamente, aos 17 anos. Mathilde Mauté, a mulher de Paul Verlaine, tinha 17 anos e estava grávida quando Rimbaud, 17 anos, chegou na casa de Verlaine para começar a tórrida e famosa história de amor dos dois amigos. Seria bom decidir um dia o que queremos e esperamos de um adolescente.

6) A partir de que idade, para nossas leis, um jovem pode livremente consentir a ter sexo com coetâneos e adultos? A idade do consentimento sexual, na França, é 15 anos. No Brasil, há muito tempo, ela é de 14. Aposto que muitos imaginavam que fosse mais tarde. Tanto a lei francesa quanto a brasileira levam em conta uma vulnerabilidade dos jovens até os 18 anos. E considera-se que a prostituição se aproveite dessa vulnerabilidade. Ou seja, é permitido que um adulto transe com alguém de 17 anos que consinta por amor (por exemplo). Mas não se a transa for por dinheiro. Não tenho nenhuma simpatia pela prostituição de adolescentes. Mas não deixa de ser bizarro: se a idade do consentimento é 14 ou 15 anos, por que a liberdade de se prostituir começaria só aos 18? Duas respostas possíveis. A primeira é que somos ingênuos. Acreditamos que transar com alguém “por amor” não signifique se aproveitar de sua vulnerabilidade. Tendo a pensar o contrário: o amor, pretenso ou “verdadeiro”, sempre foi uma arma para pegar inocentes desprevenidos. A segunda resposta é que, apesar de nossa suposta liberação, somos escandalizados pela ideia de que haja desejo sexual e sexo sem a boa desculpa do envolvimento emocional. Eles podem transar porque se amam. Agora, transar só para transar é coisa de puta, não é?

> Contardo Calligaris, italiano, é psicanalista, doutor em psicologia clínica e escritor. Ensinou Estudos Culturais na New School de NY e foi professor de antropologia médica na Universidade da Califórnia em Berkeley. Reflete sobre cultura, modernidade e as aventuras do espírito contemporâneo (patológicas e ordinárias). > Saiba mais

.

*** QUEM QUER SER MANIPULADO?

O Observatório da Imprensa é uma entidade civil, não governamental, não corporativa e não partidária que acompanha, junto com outras organizações da sociedade civil, o desempenho da mídia brasileira. Funciona como um fórum permanente onde os usuários da mídia (leitores, ouvintes, telespectadores e internautas), organizados em associações desvinculadas do estabelecimento jornalístico, podem manifestar-se e participar ativamente num processo no qual, até há pouco, desempenhavam o papel de agentes passivos. Eis uma boa dica para quem não pretende ser manipulado pela mídia. > Saiba mais

.

*** TESTE SEUS CONHECIMENTOS SOBRE O USO MEDICINAL DA MACONHA

Aos poucos a sociedade perde o medo de discutir a questão da maconha e, assim, percebe sua imensa utilidade para a indústria e a saúde. A histeria da guerra às drogas, felizmente, cede espaço a pesquisas sérias. Que bom. Ainda há salvação. > Saiba mais

.

*** ESTUDANTE FICA PRESO EM BUCETA GIGANTE

Tem umas que prendem mesmo. > Saiba mais

.

*** O SONHO SOCIALISTA DE PEPE MUJICA

O Presidente do Uruguai, José “Pepe” Mujica, sabe que as questões das liberdades individuais (maconha, aborto, casamento homossexual) e da laicidade do Estado são fundamentais para a evolução da sociedade, mas ele sabe também que há algo ainda mais urgente: a redução da desigualdade. Nessa entrevista, podemos perceber o alto grau de lucidez alcançada por esse senhor, que luta por uma América do Sul mais unida, mais integrada e mais forte. > Saiba mais

.

*** ATEUS SAINDO DO ARMÁRIO (6)

Isaac Asimov (1920 – 1992) foi um escritor e bioquímico americano, nascido na Rússia, autor de obras de ficção científica e divulgação científica.

A obra mais famosa de Asimov é a série da Fundação, também conhecida como Trilogia da Fundação, que faz parte da série do Império Galáctico e que logo combinou com sua outra grande série dos Robots. Também escreveu obras de mistério e fantasia, assim como uma grande quantidade de não ficção. No total, escreveu ou editou mais de 500 volumes, aproximadamente 90 000 cartas ou postais, e tem obras em cada categoria importante do sistema de classificação bibliográfica de Dewey, exceto em filosofia.

Asimov foi reconhecido como mestre do gênero da ficção científica e, junto com Robert A. Heinlein e Arthur C. Clarke, foi considerado em vida como um dos “Três Grandes” escritores da ficção científica. > Saiba mais

.

*** A PORNOGRAFIA QUE FINANCIA A EDUCAÇÃO

ElaPornoBelleKnox-01Cursar uma boa universidade sai caro. O que fazer para pagar? Empréstimo? Trabalhar como garçonete? Para Belle Knox, que estuda na Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA), a saída foi fazer filmes pornô.

Olhaí. Quando digo que a pornografia ainda salvará o mundo, eu realmente falo sério. > Saiba mais

.

*** VOCÊ OLHA PARA O SEU COCÔ?

As fezes são resíduos de alimentos não digeridos, bactérias da flora intestinal e produtos da descamação do nosso intestino que se renova diariamente. Os nutrientes contidos nos alimentos são absorvidos ao longo do tubo digestivo, enquanto as partes não aproveitadas seguem em frente até o intestino grosso, onde se misturam com água e formam o bolo fecal, ou seja, o cocô. A saúde intestinal é fundamental para a saúde de todos os outros órgãos. Pessoas com o intestino doente geralmente apresentam mudanças, inclusive de humor e de personalidade, pois no intestino há a maior concentração de neurônios fora do sistema nervoso central. Por ser um assunto que a maioria das pessoas não se sente muito à vontade para discutir, não é raro que os problemas intestinais cresçam até ficarem mais graves. Se você não tem o hábito de observar seu cocô, é bom começar a fazê-lo pois o formato, a cor e a textura dele têm muito a dizer sobre sua saúde. > Saiba mais

.

*** SARAUS ERÓTICOS DE SÃO PAULO

Na edição de jul2014 da revista da Cultura, produzida pela Livraria Cultura, há uma interessante matéria sobre o Sarau Erótico, que acontece mensalmente em São Paulo (Nossa Casa, Vila Madalena). A matéria cita também dois outros eventos similares no Brasil, entre eles o Bordel Poesia, também em São Paulo, do qual eu e Fellipe Defall) somos os produtores. Trabalhar com arte erótica é uma coisa muito delicada, pois ainda há muito preconceito sobre o assunto. Algumas pessoas se sentem incomodadas, outras consideram pecado, e há aquelas que continuam preocupadas em distinguir erotismo de pornografia, como se isso fosse importante. Aliás, se existe uma diferença, ela está na mente de cada um. Tudo é erotismo. Parabéns ao Sarau Erótico, ao Bordel Poesia e a todos os eventos que celebram a arte erótica. > Saiba mais

.

*** A PRAGA DOS TEXTOS FALSOS

A questão dos textos com falsa autoria é um problema que não surgiu com a internet, claro, mas com ela assumiu proporções tão grandes que não há nenhuma saída à vista. Bem, se não há como resolver, resolvido está. Resta-nos conviver com o problema da melhor forma possível. E, evidentemente, rir da nossa desgraça. Aqui, você pode ver uma boa pesquisa sobre textos falsos atribuídos a Luis Fernando Verissimo. > Saiba mais

.

*** AS DROGAS E O EFEITO BALÃO

Destronar os chefões dos cartéis das drogas não resolve, pois há muitos dispostos a ocupar seus lugares. Repressão demasiada faz subir o preço, o que torna o mercado ainda mais sedutor para os traficantes. As quadrilhas expulsas de um país se reorganizam em outro. As drogas sintéticas podem ser produzidas em pequenos laboratórios e distribuídas facilmente nas cidades, sem enfrentar o risco das fronteiras. E o consumo só aumenta a cada ano, só aumenta… O que falta para a sociedade se convencer de que a guerra às drogas é uma guerra perdida? O médico Drauzio Varella escreve com muita lucidez sobre o tema. > Saiba mais

.

*** DEPUTADOS PAULISTAS MILIONÁRIOS

Vinte dos 94 deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo mais do que duplicaram o patrimônio durante os quatro anos de mandato, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral. Todos são candidatos à reeleição. O salário mensal dos parlamentares é de R$ 26.723. O maior aumento percentual de patrimônio foi da deputada Analice Fernandes, do PSDB: de R$ 288 mil para R$ 1.920.642, um crescimento de 424%, corrigido de acordo com a inflação no período (27,2%). O aumento médio na renda dos parlamentares foi de 35%. Trinta e sete dos deputados da assembleia são milionários, sendo que dez deles assumiram esta condição durante o mandato. O mais rico é Antônio Curiati, do PP, que declarou patrimônio de quase R$ 16 milhões, apesar de ter perdido R$ 3 milhões desde que foi eleito. Olho neles. > Saiba mais

.

AS PRECIOSAS DO KELMER

AsPreciosasDoKelmer201407> No Facebook (todas as edições)
> No Facebook (esta edição)
> No Blog do Kelmer

.

.

.

Ricardo Kelmer 2014 – blogdokelmer.com

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: