Joana – Louca, feminista ou amava demais?

23/05/2017

23mai2017

Joana certamente sentia o peso de ser uma rainha, ainda mais porque era uma rainha impedida de governar por sua própria família, incluindo o marido, o pai e o filho

JOANA – LOUCA, FEMINISTA OU AMAVA DEMAIS?

.
A rainha espanhola Joana passou para a história como louca. Seria esquizofrenia a sua doença? Seu amor intensamente apaixonado, sexual e ciumento pelo marido era socialmente inaceitável? E as agressões e vinganças contra as amantes dele? E a obsessão com os restos mortais de Felipe, que a levou a comandar um custoso e macabro cortejo que por meses cruzou o país, horrorizando a todos? Isso seria justificativa suficiente para mantê-la presa numa ala de um castelo por cinquenta anos? Ou, por trás de tudo isso havia frios interesses políticos e jogos de poder, para afastá-la do trono espanhol?

A vida de Joana (Juana, em espanhol, que viveu entre 1479 e 1555), filha dos reis católicos Fernando de Aragão e Isabel de Castela, é muito rica de significados. Nela, misturam-se conchavos políticos entre reinos, fanatismos religiosos, intrigas familiares, guerras, revoltas populares e sexo temperado com muito ciúme, brigas e baixarias em público.

Pressionada diariamente por todos os lados, vivendo no centro de poderosos interesses políticos, religiosos e econômicos, Joana certamente sentia o peso de ser uma rainha, ainda mais porque era uma rainha impedida de governar por sua própria família, incluindo o marido, o pai e o filho. Mantida prisioneira num castelo, quase sem contato com o mundo exterior, recusando-se a se alimentar e até a lavar-se e trocar de roupa, Joana terminou seus dias de modo triste e deplorável, e é surpreendente que tenha vivido até os 76 anos.

Joana, sempre inconformada pela privação de suas escolhas, é vista por alguns como uma precursora do feminismo, numa época em que as mulheres se acostumavam a ser moeda de troca para favores políticos. Cinco séculos depois, quando as conquistas feministas já diminuíram bastante as desigualdades entre os gêneros, fico aqui pensando… Não tivesse amado tanto o marido, teria tido uma vida melhor? Não fosse tão dependente dos prazeres sexuais que ele lhe dava, teria sido uma mulher mais equilibrada e feliz? Seriam justamente esse amor intempestivo e esse ardor sexual que a faziam uma mulher louca e subversiva aos olhos das pessoas daqueles dias? Ou sua instabilidade mental, de uma forma ou de outra, fatalmente a arrastaria para o trágico destino que teve?

Podemos apenas especular, pois não há muitos registros disponíveis. Uma coisa é certa: quis o destino que na vida sofrida de Joana a história da Espanha tivesse seu início oficial, através da união dos reinos hispânicos, dos quais ela era a legítima rainha. Esse foi o seu maior legado.

.
Ricardo Kelmer 2015 – blogdokelmer.com

.

.

Ilustração da postagem: Doña Juana la Loca (Francisco Pradilla, 1877)

.

Retrato (Juan de Flandes, 1496-1500)

.

La reina doña Juana la Loca, recluida en Tordesillas con su hija, la infanta doña Catalina (Francisco Pradilla, 1906)

.

Juana la Loca (Charles de Steuben, 1836)

.

.

MAIS SOBRE JOANA

A “loucura” de D. Juana I de Castela – Por Renato Drummond Tapioca Neto

Na Wikipedia

.

LEIA NESTE BLOG

LolaBenvenutti-1Lola Benvenutti e a coragem de viver – A única salvação possível é sermos quem verdadeiramente somos. Parabéns, Lola, por sua coragem e autenticidade

Me estupra, meu amor – Fantasiar ser estuprada é uma coisa – querer ser estuprada é outra coisa totalmente diferente

Os apuros do homem feminista – Minha busca por relações igualitárias foi dificultada também porque muitas mulheres, mesmo oprimidas, preferiam relações baseadas no velho modelo machista

As fogueiras de Beltane – A sexualidade sem culpa de uma sacerdotisa pagã

O mistério da cearense pornô da California – Uma artista linda e gostosa, intelectual e transgressora, que adora perversões e, entre uma e outra orgia, luta pela liberação feminina

A noiva lésbica de Cristo – Se hoje a sexualidade feminina ainda apavora a mentalidade cristã, no século 17 ela era algo absolutamente demoníaco

O íncubo – Íncubos eram demônios que invadiam o sono das mulheres para copular com elas – uma difundida crença medieval. Mas… e se ainda existirem?

.

DICAS DE LIVRO

Vocês Terráqueas – Seduções e perdições do feminino

Com que propriedade um homem pode falar sobre o universo feminino? Neste livro RK ousou fazer isso, reunindo 36 contos e crônicas escritos entre 1989 e 2007. Com humor e erotismo, eles celebram a Mulher em suas diversas e irresistíveis encarnações. Ciganas, lolitas, santas, prostitutas, espiãs, sacerdotisas pagãs, entidades do além, mulheres selvagens – em todas as personagens, o reflexo do olhar masculino fascinado, amedrontado, seduzido. Em cada história, o brilho numinoso dos arquétipos femininos que fazem da mulher um ícone eterno de beleza, sensualidade, mistério… e inspiração.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

COMENTÁRIOS
.

01-

> Versão desta postagem no Facebook


Esses jovens que resgataram Belchior

11/05/2017

10mai2017

Hoje esses jovens se sentem órfãos de seu cantador das coisas do porão. Mas trazem tatuado na alma e no corpo o que Belchior lhes ensinou

ESSES JOVENS QUE RESGATARAM BELCHIOR

.
Belchior, o bardo bigodudo dos ideais libertários, amado pelos rebeldes românticos de novas e velhas idades, morreu em pleno correr de um golpe em seu país. Não foi um golpe militar, mas um golpe parlamentar, com apoio da grande mídia e dos barões do capital. Isso é muito significativo. Se quando vivo, a poesia de Belchior já habitava as mentes dos que lutam por um Brasil socialmente justo e inclusivo, sua morte nesse momento torna ainda mais forte essa ligação.

Você pode até dizer que eu estou por fora, que estou inventando. Bem, então você não entendeu Belchior. Leia sua poesia e verá que está lá em seus versos, ecoando sempre, um grito de resistência contra a opressão do sistema sobre o indivíduo, que sufoca seus sonhos e robotiza sua existência. É uma poesia de protesto e inconformismo, que nos alerta para a exploração capitalista que gera escravos assalariados e para a hipnose midiática que gera zumbis do consumo. A poesia de Belchior é anárquica, pois em vez do poder, defende a supremacia do amor, do prazer e da paixão. É um grito latino-americano que brota da dor das minorias e dos excluídos, de todos que não comungam com o deus mercado e vomitam a ração diária fornecida pela mídia poderosa. É a rubra poesia dos que sangram mas não se deixam enquadrar.

Mas o novo sempre vem. E foram os jovens da era da internet que redescobriram Belchior, resgatando-o do limbo para o qual a grande mídia quis relegá-lo. Durante esses anos eles sonharam com sua volta e desejaram ardentemente vê-lo num palco a cantar e protestar com eles…

Infelizmente isso não será possível, e hoje esses jovens se sentem órfãos de seu cantador das coisas do porão. Mas trazem tatuado na alma e no corpo o que Belchior lhes ensinou. Por isso, agora exibem seu rosto em camisetas, postam seus versos nas redes e tocam nas rodas as suas belas canções. São os mesmos jovens que não querem mais viver num mundo no qual uma minoria cínica e insensível detém a maioria da riqueza. São os mesmos jovens que hoje lutam por oportunidades iguais para todos. Os mesmos jovens que já entenderam que por enquanto eles venceram e o sinal está fechado, sim, mas na ferida viva de seus corações eles captaram muito bem o que um velho compositor cearense lhes dizia: o novo sempre vem.

Fora Temer! Viva Belchior!

.
Ricardo Kelmer 2017 – blogdokelmer.com

Desenho da ilustração: José Marconi

.

.

parabelchiorcomamorcapa3d-01Para Belchior com Amor

Neste livro, organizado pelo escritor Ricardo Kelmer e lançado em out2016, o poeta, cantor e compositor cearense Belchior é homenageado por catorze autores conterrâneos, que escreveram contos, crônicas e cartas inspirados em suas músicas, as mesmas que tanto encantaram os mais velhos e continuam a encantar os mais novos. Literatura para celebrar um notável literato. Ele que soube, como poucos, harmonizar música e poesia, e que fez de sua obra e sua vida um intenso canto de amor, liberdade, questionamento e rebeldia. Salve Belchior!

.

LEIA TAMBÉM NESTE BLOG

Divina comédia humana (Ou: O amor é uma coisa mais exótica que um conto em terza rima) – Um conto inspirado na canção de Belchior e no poema de Dante Alighieri

O dia em que entendi Belchior – Ele já não tinha metas, estava finalmente livre para deixar a roda-viva que nos entorpece diariamente com a sedução das falsas necessidades

.

MAIS SOBRE BELCHIOR

O Belchior que a crítica vulgar não viu (Alberto Sartorelli) – Canções do compositor cearense debateram, desde os anos 1970, a alienação, as relações mercantis e a própria indústria cultural. Mas alguns procuraram enquadrá-lo como apenas um rapaz romântico 

.

Laura Canoura – Como nuestros padres
Laura Canoura (2 de janeiro de 1957, Montevidéu) é uma compositora e cantora da música popular uruguaia. Com mais de 25 anos de trajetória artística é uma das principais solistas femininas desse país.

.

.

elalivro10Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

 COMENTÁRIOS
.

01- Fantástico texto meu Caro Ricardo Kelmer. Antonio Carlos De Freitas, Fortaleza-CE – mai2017

02- Fora Temer e Viva Belchior!!! Paulo Henrique Carvalho, Fortaleza-CE – mai2017

03- No rs … nas paredes do banheiro, nas folhas mortas e verdes que caiem pelo chão , sendo gerson ou não, vida longa … Stefenson Pinheiro, Fortaleza-CE – mai2017

04- Lindo e inspirador texto, Kelmer. Vanessa Capibaribe Monte, Fortaleza-CE – mai2017

05- ADOREI o texto ! FORA TEMER até ele cair FORA. Jôsy Soares, Fortaleza-CE – mai2017

06- Maravilhoso! Sabrina Nádia de Sousa, Fortaleza-CE – mai2017

07- Sensacional!!! Um beijo! Patrícia Ramos, Natal-RN – mai2017

08- Foda, Kelmer! Viva, Belchior! Giba C. Carvalho, Recife-PE – mai2017

09- Hahahahah estragou a memória de Belchior. Nicolle Vila Lobos, Fortaleza-CE – mai2017

RK: Leia Belchior, Nicolle. 🙂 Se você tiver interesse, este texto vai mais fundo nessas questões: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/09/belchior-critica-vulgar.html

10- Eu fiquei calado qdo vi amigos direitistas confessos postando frases e músicas do Belchior. Isso me fez lembrar de uma pesquisa dando conta que esse pessoal tem sérios problemas de cognição. Henrique Baima, Fortaleza-CE – mai2017

11- Ricardo, incrível!!!! Amei muito esse texto. Sensacional! Vannick Belchior, Fortaleza-CE – mai2017

12- Lindooooooooooooooo, lindo meu mais lindo Bel, sempre vai lutar dentro de nós, nos dar folego para gritar!, Beleterno! Bertha Alves, São Paulo-SP – mai2017

13- Que texto, Ricardo Kelmer! Ticiana Studart Albuquerque, Fortaleza-CE – mai2017

14- Lindo texto. Que presente conhecer vocês em meio ao meu maior vazio. Perder esse cara é perder um pedaço de mim, mas eu prometi na beirada daquele caixão que gritaria suas músicas em meus shows até o final da minha vida! Também sou como ele, jovem que desce do norte pra cidade grande! Também sinto essa loucura na ferida viva do meu coração. A verdade dele, desde que o conheci passou ser minha verdade e eu nunca poderei deixar de grita-la.
Eternizei Alucinação na pele ontem e sempre pensei que quando ele visse ele iria rir da minha tatuagem, acabei não fazendo com ele em vida. Uma pena que não deu :/ Meu Belchis! Amor eterno… Luta eterna. Daya Ananias, Rio de Janeiro-RJ – mai2017

15- Fora Temer! Ana Lucia Santos, Recife-PE – mai2017

16- Esse é o verdadeiro Belchior, nosso Bel que tinha a coragem de escrever composições que desafiavam a época, gerações… Belchior da irreverência, autenticidade, escrevia e fala de si em suas letras! O político, o crítico, o homem comum, o amante, poeta, o boêmio, o romântico, solitário, o ser filósofo… Bom você escreve Ricardo Kelmer com e da vida as suas escritas e é por isso que te admiro e sou sua fã! E Fora Temer. Aline Saraiva, Fortaleza-CE – mai2017

 17- Beleza Poeta Ricardo Kelmer… Abração. Marcelo Pinheiro Rocha, Fortaleza-CE – mai2017

18- FORA TEMER, FORA TODOS! VIVA BELCHIOR!!! Rondinelly Mota, Fortaleza-CE – mai2017

19- sempre, sempre, sempre vem… Ana Karla Dubiela, Fortaleza-CE – mai2017

20- Sensacional! Maria Augusta Funicelli, Taubaté-SP – mai2017

21- Maravilhoso. Cícera Souza Vidal, Fortaleza-CE – mai2017

22- Eu quero que este canto torto feito faca corte a carne de vocês sempre sempre sempre. Angela Belchior, Fortaleza-CE – mai2017

23- Parabéns pelo belíssimo texto!!! Realmente as músicas de Belchior são lindas e tocam na alma. Ele deixará saudades, mas estará eternizado em nossos corações!! Denizia Caetano, Rio de Janeiro-RJ – mai2017

> Postagem 1 no Facebook (perfil pessoal RK)
> Postagem 2 no Facebook (pag Para Belchior com Amor)


O dia em que entendi Belchior

30/04/2017

30abr2017

Ele já não tinha metas, estava finalmente livre para deixar a roda-viva que nos entorpece diariamente com a sedução das falsas necessidades

O DIA EM QUE ENTENDI BELCHIOR

.
Um dia, pelos idos de 1984, meu velho amigo Alberto Perdigão me apresentou certa música de Belchior. Eu tinha vinte anos e já amava o bardo bigodudo, e subia o som no último volume quando o rádio tocava Coração Selvagem. Mas a música que Alberto me mostrou era outra, chamava-se Ypê, do disco Objeto Direto, de 1980. Lembro que ela me soou estranhamente bela, e em suas palavras parecia reluzir algo precioso, mas que eu sentia ser incapaz de alcançar.

Trinta e dois anos depois, em 2016, enquanto fazia pesquisas para o livro Para Belchior com Amor, topei com Ypê novamente, dessa vez na internet. Não a reconheci pelo título. Pus para tocar no You Tube e… imediatamente lembrei daquele dia. E para lá fui transportado. De repente eu era outra vez aquele eu, o garoto bobo e deslumbrado com a vida que se abre em horizontes caleidoscópicos de infinitas possibilidades. O rio da vida não volta, é verdade, mas o continuum de suas águas é um mantra que tem o poder de nos levar para tempos que jamais se foram.

Como traduzir a íntima e poderosa revelação que Ypê agora me trazia? De repente eu era o mesmo garoto de trinta anos antes, porque na verdade nunca deixei de sê-lo, mas ao mesmo tempo era outro porque agora eu simplesmente… me dava conta disso. Eu envelheci, mas continuo naquele dia, ouvindo meu amigo a cantarolar Ypê, a minha ignorância juvenil fascinada com as reluzentes novidades da vida. Reescutar esta música me pôs novamente frente à enigmática dançarina de pedra e me trouxe dias de metafísico assombro, em que o que fui e o que serei se harmonizaram no único tempo possível, o eu sou.

Após dias mergulhado em Ypê, voltei à tona e contemplei a obra de Belchior com um novo olhar. E sua trajetória floriu de um diferente significado. Sabe, eu entendi Belchior. Entendi como se entende algo ridiculamente óbvio. Sim, são bem visíveis a beleza e a sabedoria contidas em suas canções, mas, putz, ninguém cria algo como Ypê sem antes alcançar a verdade que habita, discreta, o fundo escuro do rio. Ninguém escreve um poema como esse, tão filosoficamente profundo e exato, tão misteriosamente simples, sem ter chegado à harmonia fundamental, aquela que transcende o tempo e os opostos, e nos faz ser um com o eus que somos e tudo que há. Belchior tinha apenas 34 anos, tão moço… Mas ali o poeta já havia cruzado o portal. E somente agora, tanto tempo depois, eu o entendia.

Feito o bodisatva da filosofia oriental, o poeta iluminou-se e ficou mais um tempo entre nós. E depois? Talvez Belchior tenha percebido que nada mais de relevante tinha para falar. Sua arte já o havia dito, e continua a dizer. Ele já não tinha metas, estava finalmente livre para deixar a roda-viva que nos entorpece diariamente com a sedução das falsas necessidades. E então o poeta se foi.

Para onde? Foi-se. Por aí. Algum tempo-lugar onde agora ele será o que sempre foi: um lindo ipê que apenasmente flora, apenso ao pé da serra.

.
Ricardo Kelmer 2017 – blogdokelmer.com

.

.

YPÊ
Belchior

Contemplo o rio que corre parado
E a dançarina de pedra que evolui
Completamente, sem metas, sentado
Não tenho sido, eu sou, não serei, nem fui
A mente quer ser, mas querendo, erra (a gente quer ter, mas querendo, era)
Pois só sem desejos é que se vive o agora
Vede: o pé do ypê apenasmente flora
Revolucionariamente apenso ao pé da serra

.

Belchior – Ypê
gravação original, álbum Objeto Direto (1980)

.

.

parabelchiorcomamorcapa3d-01Para Belchior com Amor

Neste livro, organizado pelo escritor Ricardo Kelmer, o poeta, cantor e compositor cearense Belchior é homenageado por catorze autores conterrâneos, que escreveram contos, crônicas e cartas inspirados em suas músicas, as mesmas que tanto encantaram os mais velhos e continuam a encantar os mais novos. Literatura para celebrar um notável literato. Ele que soube, como poucos, harmonizar música e poesia, e que fez de sua obra e sua vida um intenso canto de amor, liberdade, questionamento e rebeldia. Salve Belchior!

.

LEIA TAMBÉM

Esses jovens que resgataram Belchior – É um grito latino-americano que brota da dor das minorias e dos excluídos, de todos que não comungam com o deus mercado e vomitam a ração diária fornecida pela mídia poderosa

.

FALARAM DE BELCHIOR

Jovens da era digital reabilitaram Belchior da pecha de chato – Artigo de Edmundo Leite, 03.05.17

.

LEIA TAMBÉM NESTE BLOG

É a Tao coisa – Uma maneira intuitiva de compreender a realidade através da harmonia com o Tao

Rumo à estação simplicidade – Jurei me manter sempre no caminho, sem pesos nem apegos excessivos, pronto para pegar a estrada no momento em que a vida assim quisesse

O dia em que o chinlone me pegou – A arte zen de sair por aí à toa e encontrar o que se precisa

Espirros e roteiros – Se antes eu tinha insônia por me preocupar demais em descobrir o que precisava fazer, hoje me delicio em abrir a janela dos quartos dos hotéis, molhar a ponta do dedo e botar no vento

É proibido fazer blues na praia – Arriscar outros movimentos, sem ficar determinando de antemão que é impossível, não pode não senhor

I Ching das patricinhas – Se alguém procura revelações com pressa e sem seriedade, jamais terá as revelações

Andarilho – Eu sempre fui andarilho / Mas é assim que prefiro / Viver desse vento que eu sou

.

OUTROS LIVROS

ICI2011Capa-01fRomance – Contos – Crônicas – Ensaio – Poemas

.

VENDAS

.

.

.

.

Ricardo Kelmer 2016 – blogdokelmer.com

.

.

elalivro10Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

 COMENTÁRIOS
.

01- Minha canção preferida. Pablo Kaique, abr2017

02- Enfim ….. Michele SJ, abr2017

03- Poxa! Que texto! Jose Tavares De Araujo Neto, abr2017

04- Que coisa linda, Kelmito! Marta Pinheiro, abr2017

05- Lindo Ricardo Kelmer. Vou compartilhar, posso? Silvana Santiago, abr2017

06- Tocada com suas palavras, Kelmer. Neyane Macedo Infurna, abr2017

07- Perdeu o medo de abrir a porta. Sands Nepomuceno de Andrade, abr2017

08- Que pena, sumiu, e agora ele volta, sem vida.Tanto que pedimos ,Volta Bechior, e ele voltou. Vilma de Oliveira, abr2017

09- homenagem linda….. texto precioso… abraços…… o homem do nan nan nan nan nan nan….como dizia minha filha ao me repetir tantas vezes a mesma música… que amava e amo… Maria Allves, abr2017

10- Rica, tuas crônicas sempre tocantes e maravilhosas. Ouvimos Ypê repetidas vezes hoje. Se brotar um ao pé de onde será o aqui jaz, podem me culpar. Fabiana Vasconcelos, abr2017

11- Lindo seu texto, vou compartilhar também. Rosina Santana, abr20176

12- Linda Mente Brasileira.. Claudia Meirelles Bahia, abr2017

13- Lindo! Cecilia Eckmann Oliveira, abr2017

14- “A mente quer ser mas querendo erra…” 💓 Zete More, abr2017

15- Ricardo Kelmer estou a beber Ipê e celebrar Belchior. Fábio Bonfim, abr2017

16- #belchiorimortal. Sheler Souza, abr2017

17- Lindo!! Ypê, a minha favorita!! 😦 Helena Lima, abr2017

18- Maciel Que texto!!! 👏 👏 👏 👏 Fernanda Santiago, abr2017

19- Maravilhoso,um ótimo cantor , descanse em paz!!! Eva Heshiki, abr2017

20- 2011, o ano q eu entendi Belchior, conheço o meu lugar! Bertha Alves, abr2017

21- Inda bem que outras palavras de outros homenspoetas vem como tábuas no meio das águas dos olhos.Me salvo? Valeria Cordeiro, abr2017

22- A gente fica sem palavras, mas você disse tudo Ricardo Kelmer. Ligia Eloy, abr2017

23- Texto maravilhoso! 👏 👏 👏 👏 👏 Celia Sporrer, abr2017

24- Maravilha. Cicero Aguiar Ferreira, abr2017

25- Belas palavras Ricardo Kelmer! Almair Fernandes, abr2017

26- Tudo está tão triste, acabou esperança de vê-lo novamente no palco,tive a grande sorte de ir em vários shows dele. Marli Costa Ferreira, abr2017

27- Lindo isso q vc escreveu. Eliana Braga, abr2017

28- Belchior nos deixou belas letras…e você meu querido escreve como poucos.. nos leva as lágrimas… Onde está Belchior ? Agora com todos nós … podemos conversar em oração …..ele encontrará a paz… Regia Alves, abr2017

29- Comovidissima! Bela lembranca … Silvana Marques, abr2017

30- Wellington Alves olha que lindo , não tem como não lembrar de você…… Regia Alves, abr2017

31- Tomei muitas curtindo o professor Belchior, saudades,que descanse em paz. Wellington Alves, abr2017

32- Obrigada Ricardo Kelmer. Criss Maria Boscaratto, abr2017

33- Enfim sua volta p simplesmente … ir! Márcia Matos, abr2017

34- Valeu Ricardo Kelmer… 👏 👏 👏 👏 👏 Caio Napoleao Braga Soares, abr2017

35- Bonito, Ricardo!!! Daniel Medina, abr2017

36- 👏🏻 👏🏻 👏🏻 👏🏻 👏🏻 👏🏻 👏🏻 texto lindo e profundo! Ana Paula Castro, abr2017

37- Perfeito! Ele foi o bardo, o menestrel e o monge budista de toda uma geração anterior a nossa, e tb tocou nosso coração com a força dos verdadeiros poetas! 👏🏻 👏🏻 👏🏻 👏🏻 que encontre sua paz! 🙏🏻 🙏🏻 🙏🏻 😢 Isa Magalhães, abr2017

38- 👏 👏 👏 Marcos Luiz, abr2017

39- Valeuuuuuuuu cara! Maria Sá Xavier, abr2017

40- Maravilhoso seu texto Ricardo Kelmer!! O poema é lindo como todos os outros! Compartilhei. Sandra Macedo, abr2017

41- Valeu Belchior, valeu Kelmer!! Veronica Lopes, abr2017

42- vou partilhar, viu, rk 😢 Márcia Matos, abr2017

43- Se entende Belchior, porque ele canta muito bem “eu sou como você”… Ninha Alvarenga, abr2017

44- “Ninguém escreve um poema como esse, tão filosoficamente profundo e exato, tão misteriosamente simples” Disse tudo. Aderbal Nogueira, abr2017

45- texto maravilhoso, meu caro Ricardo Kelmer… Carlos Emílio C. Lima, abr2017

46- Lindissimo texto. Waldete Freitas, abr2017

47- 😢 👏 👏 👏 👏 👏 👏 👏 Celia Dos Santos, abr2017

48- Belo texto e bela homenagem Ricardo Kelmer #BelchiorEterno. César Espíndola, abr2017

49- Caralho Ricardo, como senti a morte desse moço! Maior representante da minha linda junventude!! Sandra Samm, abr2017

50- Querido, sábias palavras. Linda sua reflexão “…Ninguém escreve um poema como esse, tão filosoficamente profundo e exato, tão misteriosamente simples, sem ter chegado à harmonia fundamental…” Que dia triste! Lúcia Menezes, abr2017

51- Coisa linda, me arrepiei, chorei… Linda Homenagem, precisamos todos rejuvenescer” 👏 👏 👏 👏 Lucia Padua, abr2017

52- Justa homenagem, Ricardo Kelmer. Eugênio Oliveira, abr2017

53- Obrigada por me fazer descobrir essa música. Adorei! 👍 Luciana Loreau, abr2017

54- Texto lindo..Ipê, mararavilhosa..!! Verônica Filizola Salmito Soares, abr2017

55- Valeu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Roberto Tesch, abr2017

56- meu caro kelmer… nessa madrugada, falei com o shirlene sobre você, que tem ficado pouco em sp, para se dedicar ao projeto belchior 70 anos, essa mistura de show, literatura e teatro em homenagem a ele, a ele vivo e muito merecedor da iniciativa que lhe realçava o imenso talento. …. no caminho para casa, viemos no carro com verônica dirigindo, eu ao seu lado, e kita, selma e marici nos bancos traseiros. Eu e Verônica viemos cantando várias música do bel. enquanto eles conversavam lá atrás. Nem imaginávamos essa notícia triste que o domingo nos traria. Prometi tirar no violão ‘Brasileiramente, linda, oh yeah, oh yeah’.. E vou tirar. claro. …. …… um grane abraço! Arnaldo Afonso, abr2017

57- Obrigada Ricardo Kelmer. 👏 👏 👏 Vânia Quintana, abr2017

58- Nossa, que liiinda homenagem!!! Verdade Ricardo Kelmer!!! O rio da vida não volta, porém o contínuo de suas águas têm o poder de nos levar para tempos que jamais se foram. Nazare Moreira, abr2017

59- Belíssimo texto!  Foi meu primeiro impulso, escrever isso antes de ler os outros comentários e correr o risco de ser influenciado pela opinião alheia! Francisco Carlos Rodrigues, abr2017

60- Kelmer! Além da linda homenagem ao nosso grande poeta que nos deixa, o seu texto está cada vez melhor! Francisco Carlos Rodrigues, abr2017

61- Talvez eu morra jovem, alguma curva no caminho… Obrigado, Belchior! Ricardo Sergio Alves, abr2017

62- Q texto leve para este dia.beijo e abraço carinhos. Shirlene Holanda, abr2017

63- Deslumbrante…! Carla Cavalcante, abr2017

64- Essa partida eu senti. 😢 texto foda como sempre, Kelmer! Ana Cristina Martins, abr2017

65- Caramba como você escreve bem! Fascinante! ! Tina Holanda, abr2017

66- Meus sentimentos a família Belchior 😭 Enedina Pedro Henrique, abr2017

67- Meu parceirim Ricardo Kelmer. Você já contribuiu demais com sua homenagem a Belchior, com seu recente livro, em que vários escritores escrevem sobre nosso grande compositor. E essa sua crônica está demais. Parabéns. Solidário na tristeza. Joaquim Ernesto, abr2017

68- Essa doeu. Pra valer. Joaquim Ernesto, abr2017

69- Ricardo Kelmer, que texto lindo!!! Parafraseando Pessoa, como são velozes os dias que se passam na ribeira desse ou daquele rio. Talvez, por isso, seja tão importante o cultivo do “ypê que flora ao pé da serra” para além “da sedução das falsas necessidades”. Um abraço solidário!!! Lenha Diógenes, abr2017

70- Que lindo!!!! Manuella Surette Perdigao, abr2017

71- Que música. Fernanda Beirão Olajfa, abr2017

72- Texto lindo! Bela homenagem a esse grande artista. Rilza Araripe, abr2017

73- Que texto amigoRicardo Kelmer! ❤ Hoje não é mesmo dia para tristezas e sim para lembrar do quão vivo Belchior está em nossos dias! #Belchiorvive ☝ ☝ Lílian Martins, abr2017

74- Peço licença pra compartilhar… Wilkie Martins, abr2017

75- Lindíssimas palavras para dizer um pouco do nosso maravilhoso poeta. Que tristeza a sua partida… Mas ele sempre estará no coração de quem sente a poesia rebelde… Jacqueline Aragão, abr2017

76- Muito me honra ser citado em texto tão verdadeiro e tão lindo. Alberto Perdigão, abr2017

77- Admito que chorei : Lindo! Lia Aderaldo Demétrio, abr2017

78- Essa é uma das músicas de minha preferência. Castelo Branco, abr2017

79- Meus sentimentos mais sinceros Angela Belchior! Sabemos que ele voltou p casa, fique em paz! Cristina Luz, abr2017

80- Grande lindo poeta! Del Montenegro, abr2017

81- Sempre são belas, amarei sempre. Nila Ramalho, abr2017

82- Lindo, amigo! ❤ Esther Alcântara, abr2017

83- Linda Homenagem! Homem Inteligente, músicas com as letras que falam com a alma. Maria Aparecida Brigido, abr2017

84- Lindo!! Soraya Leao Rangel, abr2017

85- Juro q lembrei de vc qdo vi essa notícia Ricardo Kelmer … linda homenagem ! Hilbana Aquino, abr2017

86- Permita-me compartilhar. 👏 👏 👏 Jully Fernandes, abr2017

87- Que texto lindo. Ceça Vieira, abr2017

88- Que tecitura de palavras, amigo! Soa poesia. Sinonímia de Ypê… Partilhando. Marcos Melo Maracatu, abr2017

89- Bela verdade,belo texto Ricardo Kelmer,grato por me apresentar ypê que não existia para mim. Agora existe. Curto Belchior, estive com duas vezes. Inocêncio Melo, abr2017

90- Kelmer, seu livro está me fazendo companhia e ajudando a aceitar. Vivamos o agora. Braulio Tavares, abr2017

91- Que pena… Fiquei mais triste ainda com essa perda. Marcia Soares Fernandes, abr2017

92- Meio Alberto Caieiro, não? Brennand De Sousa Bandeira, abr2017

93- Querido Ricardo. Seu texto é mais que maravilhoso. Transcende tudo que sentimos. Marcia Soares Fernandes, abr2017

94- Vou compartilhar. Eglê Kohlrausch, abr2017

95- Lindo, Kelmer! Isabela Alvarenga Porto Lima, abr2017

96- Lindo mesmo!!!!! Andrea Bezerra Zokvic, abr2017

97- Larissa Luana Sergiana Nayara Marilia acho que precisamos conhecer melhor Belchior. Ravena Uchoa, abr2017

.

>Postagem 1 no Facebook (perfil pessoal RK)
> Postagem 2 no Facebook (pag Ricardo Kelmer escritor)
> Postagem 3 no Facebook (pag Para Belchior com Amor)


As Preciosas do Kelmer – abr2017

29/04/2017

29abr2017

As Preciosas do Kelmer é uma revista que criei no Facebook. Ela é feita de dicas e comentários sobre variados assuntos, com ênfase no feminino. A periodicidade é mensal, funciona por meio de uma única postagem que abasteço com subpostagens e os leitores podem comentar a qualquer momento e até sugerir assuntos. Por seu caráter dinâmico e interativo e por construir-se a cada dia, eu diria que é uma revista orgânica. A capa da revista é a própria imagem da postagem.

Meu objetivo com As Preciosas é dar vazão à minha necessidade de comentar fatos do cotidiano. Pra mim, o Facebook é ideal pra isso. Aqui no blog postarei a edição do mês e a atualizarei a partir das atualizações no Facebook, sempre com imagens. Espero que você goste.

> No Facebook (todas as edições)

> No Blog do Kelmer

.

AS PRECIOSAS DO KELMER

Dicas e pitacos para o mês
#55, abr2017
> Esta edição no Facebook

Capa do mês: Silvana Lima é uma surfista profissional brasileira, nascida em Paracuru-CE, vice-campeã mundial por duas vezes.

.

*** ELA PROCUROU SEU ESTUPRADOR E ESCREVEU UM LIVRO COM ELE

Eles namoravam havia um mês, ela, Thordis Elva, com 16 anos, e ele, Tom Stranger, com 18. Após uma festa, ela passou mal e ele a levou para casa. “Eu tinha 16 anos e estava apaixonada pela primeira vez na vida. Fiquei machucada e chorei muito por semanas, mas tudo era muito confuso para mim. Tom era meu namorado, não um lunático. E o estupro ocorreu na minha cama, não em uma viela. Quando finalmente concluí que havia sido estuprada, Tom já tinha voltado para a Austrália, ao final de seu programa de intercâmbio”, ela conta.

Nove anos mais tarde, ela decide entrar em contato com ele. Para sua surpresa, ele responde com uma confissão e uma oferta de fazer “o que fosse necessário”. Pela legislação islandesa, o crime já tinha prescrito, então os dois resolvem escrever um livro juntos para relatar o ocorrido, e hoje fazem palestras juntos, gerando muita polêmica, protestos e manifestações de apoio.

Uma história no mínimo curiosa, né? Ela fornece muitos pontos para discussão. Se já é raro ver uma mulher admitir publicamente que foi estuprada pelo próprio namorado, mais raro ainda é o homem admitir o crime por vontade própria, fora do âmbito judicial. E os dois, estuprada e estuprador, manterem uma relação de amizade e de negócios, uau, isso parece surreal. Dar voz aos homens que cometeram estupro é bom ou ruim? > Mais

.

*** PODER CONCENTRADO

A concentração de poder é muito nociva à democracia. No mercado de informação, quanto mais o poder for concentrado entre poucos grupos, mais a população terá dificuldade de acesso às várias versões possíveis dos fatos. A concentração também é nociva à arte e à cultura, pois num imenso país como o Brasil, precisamos que nossa diversidade cultural seja valorizada, ao contrário do que hoje ocorre.

Os grandes grupos de mídia não apenas ditam as versões dos noticiários, mas também influenciam decisões políticas e econômicas. Para o bem da democracia, é preciso que o mercado de informação seja regulado por leis que impeçam a concentração de poder. Porém, os grandes grupos de mídia no Brasil desejam, obviamente, manter seus privilégios, e para isso contam com seu forte poder de persuasão junto aos políticos.

Um dos melhores exemplos de concentração de poder no mercado de informação no mundo inteiro é o Grupo Globo. Veja aqui a quantidade de empresas que ele possui e suas áreas de atuação. Se você acredita em democracia, não pode apoiar tal concentração de poder. > Mais

.

*** SALMA HAYEK E A COBRA

Um dos filmes que utilizo nas edições da Festa do Bordel e do sarau Bordel Poesia é Um Drink no Inferno (After Dark), do diretor Quentin Tarantino, de 1996. A cena em que a atriz Salma Hayek dança com uma cobra é linda, sensualíssima, e dá uma vontade louca de ser aquela cobra amarela a se enroscar no corpo hipnotizante de Salma.

Poisbem. Sempre desconfiei que aquela cobra não era verdadeira. Acabo de descobrir que… era verdadeira sim. E isso torna tudo ainda mais interessante. Como Salma conseguiu contracenar tão bem com uma cobra de verdade?

Ela revelou recentemente que foi convidada a fazer o longa sem saber que teria de enfrentar o seu pior medo: o de cobras. Quando Quentin Tarantino contou-lhe que teria de encarnar uma stripper vampira que dança com uma cobra, ela surtou e disse que não iria fazer. Tarantino teria dito a ela, inclusive, que chamaria a cantora Madonna para assumir o papel, mas, ainda assim, Salma não conseguia superar o obstáculo. A solução foi entrar em um estado de transe para que pudesse fazer a filmagem. “Eu tive que dançar em estado de transe, só assim consegui”, contou a atriz. “E não havia coreografia. Foi tudo improvisado porque não tem como você coreografar os passos de uma cobra, não sabemos o que ela vai fazer”.

Confira o resultado e pasme, assim como eu continuo pasmado:

.

*** SURFISTA PROFISSIONAL OU MODELINHO?

A melhor surfista do Brasil tem muita dificuldade para conseguir patrocínio. Oito vezes campeã brasileira e duas vezes vice-campeã mundial, para Silvana Lima isso infelizmente não é o suficiente. Sem patrocínio durante a maior parte de sua carreira, ela, que viveu toda a infância com a mãe e quatro irmãos numa cabana de madeira na praia, precisou improvisar para seguir em frente em um esporte no qual a imagem pode se tornar mais importante que o próprio desempenho do atleta.

“Para as marcas de ‘surf wear’ (principais patrocinadoras do esporte), a gente tem que ser modelo e surfista ao mesmo tempo. Então quem não é tipo modelinho acaba não tendo patrocínio, como foi o meu caso. Você acaba ficando de fora, é descartável”, diz. “Os homens não têm este problema.”

Sem atender aos padrões de beleza das surfistas que chama de “modelinhos”, a solução para seguir em frente foi transformar o quintal de casa em canil e bancar passagens e inscrições em torneios com a venda de filhotes de seu casal de buldogues.

Com as vitórias no esporte e a chegada dos primeiros patrocinadores, Silvana conseguiu tirar a família da cabana de praia e comprar uma “casa de verdade” para a mãe. Se a surfista reclama de algo? A resposta é não. “Acho que estou bem”, ela diz. “E quero mais.” > Mais

.

*** GREVE GERAL 28abr

Muitos dos que gritaram Fora Dilma até concordam com a greve geral, pois percebem que as medidas do governo golpista prejudicam bastante os trabalhadores. Mas o clima quente de polarização política os impede de apoiar publicamente a greve, e alguns até procuram deslegitimá-la, alegando que há interesses políticos por trás da manifestação. Ainda que haja, o principal interesse, independente de simpatias partidárias, é a defesa dos direitos dos trabalhadores, gente como você e eu.

Sejamos realistas: os golpistas (parlamentares, grande mídia, grupos financeiros e setores do Judiciário, do MP e da PF) conseguiram provocar um enorme racha na população brasileira, e esse clima de desunião lhes dá certa liberdade para agir contra os interesses dos trabalhadores. Isso é mais um motivo para a greve geral, pois a paralisação da economia do país por um dia é uma linguagem que eles entendem muitíssimo bem.

.

*** REFORMA TRABALHISTA – PRÓS E CONTRAS

As medidas da reforma trabalhista são justificadas pelo governo pela necessidade de modernizar as leis. Mas será mesmo isso?

Como os grandes grupos empresariais financiaram o impeachment de Dilma Rousseff, o governo Michel Temer está em débito com os barões do capital e precisa favorecê-los. Simples assim.

Aqui há um resumo dos prós e contras das medidas. Tire você mesmo suas próprias conclusões. > Mais

.

.

AS PRECIOSAS DO KELMER

> Esta edição no Facebook
> No Blog do Kelmer

.

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

 



Presídio de luxo, não, obrigado

12/04/2017

12abr2017

Se morasse num condomínio fechado, desses grandões com tudo dentro, eu não viveria essa rica experiência do contato diário e múltiplo com a vizinhança do bairro

PRESÍDIO DE LUXO, NÃO, OBRIGADO

.
Já morei em casa e apartamento, em bairros diversos, em Fortaleza, Manaus, Rio de Janeiro, São Paulo e Braga (Portugal). Nessas morações todas aprendi que o melhor para uma cidade é que seus habitantes tenham contato contínuo entre si, ocupando as áreas públicas e encontrando-se em seu dia a dia nas variadas possibilidades que o espaço urbano oferece.

Já morei num condomínio fechado, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Nele, havia academia de ginástica, farmácia, salão de beleza e supermercado. Eu não me sentia à vontade lá. Na verdade, me sentia preso e isolado, junto a outros presos e isolados. E quando saía para a rua, continuava incomodado, pois grande parte do bairro é desse jeito, uma pista de alta velocidade ladeada por grandes condomínios fechados. Eu não fazia parte do bairro, eu era apenas um número de CEP. Diferente foi morar em Botafogo e Copacabana. Nesses dois bairros, mesmo com toda a confusão que lhes é típica, me senti acolhido e integrante da comunidade.

Atualmente moro em Fortaleza, no Centro, mas vou sempre a São Paulo. Lá, moro em Pinheiros, próximo à Vila Madalena, num prédio de quitinetes cuja porta dá direto na rua. Piso na calçada e imediatamente me misturo ao movimento geral de trabalhadores, desempregados, estudantes, artistas de rua, gente rica e gente pobre a ir e vir. O que pode parecer caos urbano na verdade me traz uma sensação boa de familiaridade e me faz sentir seguro. Vejo aquelas pessoas todos os dias, cumprimento-as, eu sei delas e elas sabem de mim, e ainda que nossas relações não se aprofundem, nós nos relacionamos sadiamente em nossas necessidades cotidianas. Se morasse num condomínio fechado, desses com tudo dentro, eu não viveria essa rica experiência do contato diário e múltiplo com a vizinhança do bairro, e nada garante que a viveria com os vizinhos de dentro do condomínio.

Quem mora em condomínios fechados geralmente só chega e sai de carro, o que dificulta bastante a convivência. A sensação de segurança é falsa, pois o isolamento fortalece o medo e gera desconfiança de quem está além dos muros eletrificados. Muro eletrificado? Poizé. Condomínios fechados são presídios, de luxo, sim, mas presídios, onde cada cela é comprada em longas prestações e promessas de proteção. Estão todos protegidos, mas presos e amedrontados, e pagando caro por isso. Gabam-se aos amigos de estarem cercados de segurança, mas não percebem o óbvio, que estar cercado é estar preso. Sem falar nas crianças, que nessas ilhas de autoexclusão crescem sem anticorpos para a realidade da vida e sem saber lidar com o diferente.

Sim, sim, há muita violência à solta na cidade. Mas muros eletrificados, câmeras 24h, vidros escuros e seguranças armados não podem trazer a paz que buscamos. Tamanha obsessão por investimento em segurança revela tão somente a cegueira de uma sociedade para a questão da desigualdade social, exatamente onde nasce a violência da qual ela tanto se protege.

.
Ricardo Kelmer 2016 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

Rico não tem culpa de pobre ser pobre – Uma pequeníssima minoria acumula o mesmo que o restante da população

Democracia e regulação da mídia – A informação é um produto e, como todo mercado, o mercado da informação precisa de regras, caso contrário o grupo que tem mais dinheiro monopolizará a informação, para prejuízo da sociedade em geral

Roubalheiras, desigualdade social e o reconhecimento popular – Se hoje o povo usa essa lógica para manter o PT no poder, o motivo reside justamente na histórica insensibilidade, ou incapacidade, dos outros governos perante as necessidades mais urgentes do povo

Eles estão na fronteira – Milhões de maltrapilhos famintos, perseguidos políticos, criminosos cruéis, terroristas suicidas, narcotraficantes e trombadinhas invadindo os países e quebrando tudo, estuprando nossas irmãs, matando todo mundo, o caos absoluto

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

COMENTÁRIOS
.

01- boa reflexão! Lanna Carla Ribeiro, Fortaleza-CE – mai2017

02- Pois é..por este motivo gosto da Pinto Madeira rsrsrsrs. Franze Santos, Fortaleza-CE – mai2017

03- Adooro td junto misturado. Shirlene Holanda, São Paulo-SP – mai2017

04- Nossa, falou tudo que eu falaria se escrevesse como você. Um beijo pra tu querido Ricardo Kelmer. Ana Lucia Castelo, Nova York-EUA – mai2017

05- Que texto perfeito, Ricardo Kelmer!!! Ana Velasquez, Corumbá-MS- mai2017

06- Mandou bem Kelmer!! Manasses Sousa, Maranguape-CE – mai2017

07- O melhor lugar é junto com todos. Angela Belchior, Fortaleza-CE – mai2017

08- Tenho resistido a viver nesse tipo de presídio, mas os muros altos, mesmo nas casas soltas me incomodam. Moro numa casa solta próxima ao Lago Jacarey e todas as minhas tentativas de interagir com a vizinhança têm sido mal sucedidas. A prisão está na cabeça das pessoas, Kelmer. Verônica Oliveira, mai2017

09- Maravilhosa reflexão e necessária. Quem gosta de gente, é outro papo! Cecilia Eckmann Oliveira, mai2017

10- 👏 👏 👏 👏 👏 👏 👏 👏 👏 👏 👏 Fabiano Brilhante, Fortaleza-CE – mai2017

11- Super atual e contextualizado! Adorei. Os muros altos, as redomas, aliado ao aparato acanônico cada vez mais forte é falsa impressão de que estão seguros… seguro estávamos se pudéssemos sair das amarras e ocupar as ruas, as praças e os espaços públicos! Cada vez menos ocupados, por sua vez a cidade vive o abandono tanto do poder público/ gestores quanto das pessoas que por sua vez andam cada vez mais de carros, shoppings, distanciando a cidade de se povo! Aline Saraiva, Fortaleza-CE – mai2017

12- Me identifiquei de cara contigo, Ricardo Kelmer. Sempre achei q esses condomínios têm uma falsa ideia de segurança e bem estar. Gostoso é poder sair à rua a pé, e com ele ir à padaria, ao supermercado, tomar uma cachacinha bem ali na esquina.. Isso não tem preço! Meire Viana, Fortaleza-CE – mai2017

13- Mais abominável do que a Barra da Tijuca, só os condomínios da Barra da Tijuca.l Aquilo é um pesadelo. Johann Heyss, Rio de Janeiro-RJ – mai2017

14- 👍 👍 👍 Márcio Roger Braga, Fortaleza-CE – mai2017

15- É como costumo dizer, são bairros sem escala humana…os vícios e desvios da nossa urbanidade que afasta de si o coletivo e valoriza o individualismo. Dalila Tiago, mai2017

16- Verdade verdadeira… =) Ana Claudia Domene Ortiz, Albuquerque-EUA – mai2017

17- Kelmer daria um bom Flâneur na Paris do Segundo Império! Bem vindo à saudável modernidade e que se danem os condomínios (hospícios fechados)! Hannibal de Sousa, mai2017

18- Tens razão. Concordo. Marcia Soares Fernandes, São Paulo-SP – mai2017

19- padrão Doria higienista de moradia. Henrique Baima, Fortaleza-CE – mai2017

20- Excelente texto, primo! Sei, com propriedade, o que diz. 😘 Virginia Galvao, Brasília-DF – mai2017

21- Muito isso! Eu também acho o horror viver em condomínios fechados. Isso nos afastas das pessoas e, me parece, faz as pessoas que ali vivem se julgarem superiores às de fora, quando na verdade elas é que estão presas. Muito bem dito! 🙂 Ana Cristina Martins, São Paulo-SP – mai2017

22- Por isso gosto de andar a pé. Vejo e converso com as pessoas, reparo as mudanças, qualidades e dificuldades da cidade. Vivo seu cotidiano e isso faz um bem danado. Virginia Bastos, mai2017

23- Excelente texto! André Marinho Marinho, Fortaleza-CE – mai2017

24- Vou andar é nú ! Andre Soares Pontes, Fortaleza-CE – mai2017

25- Como você, já mudei muito. Inicialmente sendo carregada pela profissão de meu pai e atualmente pela minha profissão. Diferentes cidades, bairros, prédios e costumes. Morei em uma Fortaleza quase “provinciana”, quando ainda era uma cidade pequena, segura e cheia de casas. Em Brasília, grande ilha da fantasia, tudo é feito de carro…de “garagem em garagem”, mas as quadras são grandes condomínios abertos e verdes, muito verdes. Quase um grande parque, porém com pouca calçada e portanto pouca chance de interação entre os habitantes. A segurança de caminhar tranquilamente encontrei em uma grande capital européia. De volta ao Brasil após vários anos, e assustada com a pouca segurança, me rendi às garagens da Capital Federal. Também não gosto de condomínios, muros altos e grades…mas o “sistema é foda” e te faz prisioneiro em liberdade. Cristiana Pontual, mai2017

26- Segura estou eu, que vivo no fim do mundo e no meio de nada. Carro aberto, vizinhos gentis ao lado, laranjas docinhas apanhadas na hora, gatos à solta e tomar banho de mangueira no pátio… Isto sim, é qualidade de vida! Susana X Mota, Leiria-Portugal – mai2017

27- Quase um arquiteto! Leia Cidade Caminhável do Jeff Speak. Constructo teórico para seu pensamento! 👏 👏 👏 Yvana Oliveira, mai2017

28- A Verdade e que nos Brasileiros temos que lutar para acabar com essa classe de bandidos com bons e reais presidios instrutores e recuperadores de cidadaos. E que tenhamos nossas casas abertas em bairro com arvores e uma boa comunidade. Eu moro na Lagoa do Paraiso ” vida rural ” perto da Grande Cidade Babilonia Top Cearense Jericoacoara. Quem quiser vir eh bem-vindo para conhecer e desfrutar a moradia. Edith V Dragaud, mai2017

29- Concordo! Em condomínio o que acho mais triste é a nossa privacidade comprometida! Tenho amigos que moram assim e insatisfeitas com vizinhas, que vão entrando sem marcar e sem pedir licença; oi amiga kd o café? Se sentam e aí ficam! Você vai sair, me leva? Ih….recebeu visita….quem era aquele gatão? Saiu foi tarde, não foi? Tem conta no banco do Brasil né?…. As crianças invadem sua casa atrás dos amiguinhos, buscando lanche revirando tudo! Condomínio pra mim só se for com os da familia, pois toda bagunça e perturbação é aceita e relevada! Oneide Braga, Fortaleza-CE – mai2017

30- Desde sempre soube como estes redutos são péssimos. Saindo do Rio para Fortaleza, tudo ficou ainda mais enclausurado, sem vida de rua, tão bem vinda. Até os carros: blindados! Busquei um AP perto de gente, pra andar mesmo que em calçadas/estacionamentos. Hoje saio e meus amigos ficam pasmos com a minha tranquilidade e nunca vi nada de ruim, sei lá pq. Marcela Brasileiro, Fortaleza-CE – mai2017

31- Quatro meliantes invadiram minha casa , armados, nos renderam . Foi, aproximadamente, 1h e 30min de terror. Depois de colocarem a casa abaixo, fugiram com tudo que conseguiram levar, incluindo o carro. Mas , levarem bens materiais não significou nada . O ruim mesmo foi o horror de estar na presença deles, na mira de uma arma. E assim, cheguei a conclusão que quero morar no presídio de luxo cercado de seguranças armados e câmeras. Ana Shérida Alexandrino, Fortaleza-CE – mai2017

….. 32- Sinto muito pelo que te aconteceu, Ana Shérida. Nós sofremos a violência todos os dias e sabemos o quanto isso dói e traumatiza. Mas tudo isso deve nos motivar a lutar para diminuir a desigualdade social em nosso país. Espero que você esteja bem. Ricardo Kelmer, mai2017

33- Belo texto. Iris Medeiros, Campina Grande-PB – mai2017

34- Como sempre, uma bela redação…. E sinceramente, além do mais… não entendo muito as pessoas, choram pra saírem do aluguel e correm pra morar em apartamentos onde se tem um “aluguel” vitalício, além de não ser tão seguro assim, pois se rendem os porteiros, todos os moradores estão lascados… Fermon Kaíto, mai2017

35- Verdade verdadeira Ricardo. Esses condomínios fechados e carros blindados me fazem pensar a um safári que tem perto daqui de casa, onde nós andamos no nosso carro fechado e os animais selvagens em liberdade. 😂😂😂 Não podemos sair momento nenhum do carro para não correr o risco de ser atacados. O que me desola mais é que nas cidades dos países com baixo nível de segurança pública , São pessoas que tem um cérebro com a capacidade de raciocínio , que atacam pessoas. Luciana Loreau, Nantes-França – mai2017

….. 36- Mas também há demasiado medo. A escolha é só uma, ou segurança ou liberdade. Susana X Mota, Leiria-Portugal – mai2017

37- Excelente texto! Cidinha Madeiro, mai2017

38- Quanto mais violência, mais lucro para o mercado da insegurança (condomínios fechados, armas, segurança 24h, produtos e serviços diversos). Por isso, para esse segmento, não são bem vindas as políticas públicas que visam a diminuição da desigualdade social. Ricardo Kelmer, Fortaleza-CE

39- só li verdades, xuxu! Clarisse Ilgenfritz, Fortaleza-CE – mai2017

40- Total. Luiza Perdigão, Fortaleza-CE – mai2017

41- Tenho reparado que crianças que crescem em condomínios fechados tendem a ter maior dificuldade para se relacionar com o diferente. Alguém mais percebe isso? Ricardo Kelmer, Fortaleza-CE

42- Concordo, mas em parte… também já morei em diversos lugares, em rio preto morei até em sítio. Aqui em fortaleza morei anos numa casa na lagoa redonda, e ali me senti prisioneira, às vezes queria sair mas tinha medo de deixar a minha pequena sozinha em casa, quando ela não queria vir junto. Moro num condomínio de apartamentos no coco hoje, meus vizinhos são uns bestas mas convivo bem com os empregados do prédio. Isso foi uma liberdade pra mim e pra ela. Podemos sair, ficar fora um tempo, deixá-la sozinha, sem medos ou surpresas de alguém arrebentando a porta da nossa casa. São modos de viver na cidade… Andreia Turolo, Fortaleza-CE – mai2017

43- http://brasil.elpais.com/brasil/2016/11/02/politica/1478113314_293585.html?id_externo_rsoc=FB_BR_CM. Sabrina Nádia de Sousa, Fortaleza-CE – mai2017

> Postagem no Facebook


Ao meu velho amigo Paulo Marcio

05/04/2017

05abr2017

Então fizemos uma aposta. Qual dos três conseguiria resistir mais tempo ao casamento?

AO MEU VELHO AMIGO PAULO MARCIO

.

Paulo Marcio, nossa amizade tem 42 anos, olhassó
Amigos sobreviventes assim, coisa rara, né não?
Unidos por um amor de companheiro, sempre
Lembro de tanta coisa agora…
O Rock in Rio de 85, eu na enfermaria, tu rindo da minha lombra
Momentos mágicos no Bigode, Sal Doce, Badauê, Café, Opção
Aquela noite em que fui ao teu apê chorar por uma ingrata
Raparigas fulerages nas Belas da Tarde, nós fomos com orgulho
Cara, fiz até uma música pra tocar no teu enterro, ahahah!
Incrível como continuamos os mesmos merdas de sempre
Ordinários, bebuns, ridículos, tudo que não presta. Que bom!

> Ao meu velhíssimo amigo Paulo Marcio, meu Ratito Sensação, que aniversaria hoje, 05abr.
.

Ricardo Kelmer 2017 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

Ser mulher não é pra qualquer um – É dada a saída, lá se vai o trenzinho. Num vagão as Belas, abalando nos modelitos, no outro as Madrinhas, abalando com o isopor e o estojinho de primeiro-socorro

A celebração da putchéuris – A história fuleragem da Intocáveis Putz Band

Roque Santeiro, o meu bar do coração – Uma homenagem ao bar Roque Santeiro

Breg Brothers com fígado acebolado – Encher a cara, curtir dor de cotovelo e brindar a todas as vezes em que fomos cornos…

A pouca vergonha do escritor peladão – Foi minha vizinha louca de Botafogo, a Brigite, quem me deu a ideia: Por que você não faz um ensaio fotográfico peladão pra comemorar seus 40 anos?

O dia em que morri no Rock in Rio – O primeiro baseado que fumei daria um filme. Um não, vários

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01 COMENTÁRIOS
.

01-


As Preciosas do Kelmer – mar2017

30/03/2017

30mar2017

.
As Preciosas do Kelmer
é uma revista que criei no Facebook. Ela é feita de dicas e comentários sobre variados assuntos, com ênfase no feminino. A periodicidade é mensal, funciona por meio de uma única postagem que abasteço com subpostagens e os leitores podem comentar a qualquer momento e até sugerir assuntos. Por seu caráter dinâmico e interativo e por construir-se a cada dia, eu diria que é uma revista orgânica. A capa da revista é a própria imagem da postagem.

Meu objetivo com As Preciosas é dar vazão à minha necessidade de comentar fatos do cotidiano. Pra mim, o Facebook é ideal pra isso. Aqui no blog postarei a edição do mês e a atualizarei a partir das atualizações no Facebook, sempre com imagens. Espero que você goste.

> No Facebook (todas as edições)

> No Blog do Kelmer

.

AS PRECIOSAS DO KELMER

Dicas e pitacos para o mês
#54, mar2017
> Esta edição no Facebook

Capa do mês: Kim Min-hee, atriz sul-coreana que interpreta a jovem herdeira no filme A Criada, de 2016.

.

*** DIA INTERNACIONAL SEM MULHER

Prepare-se. No próximo 8 de Março, em muitos países do mundo, Brasil incluído, muitas mulheres farão greve e não trabalharão. O movimento vem crescendo em todo o mundo e visa protestar contra as desigualdades de gênero e a violência machista. A nova agenda feminista é antirracista, anti-imperialista, antineoliberal e anti-heteronormativa, e inclui as mulheres trans, que não são vistas com simpatia por algumas linhas do movimento feminista.

Tem meu apoio. Precisamos urgentemente equilibrar os princípios yin e yang na sociedade. Esse processo, porém, começa na psique individual, em cada um de nós. > Mais

.

*** CPI PARA EXAMINAR AS CONTAS DA PREVIDÊNCIA

As mudanças nas regras da aposentadoria proposta pelo governo golpista de Michel Temer dificultará bastante a vida dos trabalhadores brasileiros. A justificativa dada é que a Previdência é deficitária. Porém, há especialistas que afirmam que isso não é verdade, e há suspeitas de que as novas regras da aposentadoria são um pretexto para favorecer grupos de saúde privados.

Talvez uma CPI esclareça a questão de uma vez por todas. > Mais

.

*** OFENSAS A ELEITORES DO NORTE E NORDESTE DÁ CADEIA

“Parabéns especial para o povo nordestino, nortistas e para os cariocas também!!!! Mais uma vez vcs acabaram de f**** com o Brasil seus b*****!!!!!! Na hora de pedir comida, teto, saúde e o caramba a quatro, veem para SP pedir nossa ajuda. Meus parabéns povinho de m****!!!!”

As eleições serão em 2018. Mas é bom avisar desde já: discriminação pela internet também é crime. A mensagem acima foi postada por um homem em seu Facebook em outubro de 2014, após o resultado do segundo turno das eleições presidenciais. A Justiça Federal em Taubaté-SP, condenou-o a dois anos e quatro meses de reclusão por incitar a discriminação contra habitantes da cidade do Rio e das regiões Norte e Nordeste do Brasil. > Mais

.

*** PADRES ARGENTINOS ABUSADORES DE CRIANÇAS

Na Argentina, continuam surgindo casos envolvendo abusos sexuais cometidos por padres com crianças. As vítimas, que costumam carregar seus traumas em silêncio durante muitos anos, revoltam-se contra a impunidade de seus abusadores.

Deixai vir a mim as criancinhas. Esses religiosos levam muito a sério essa frase. > Mais

.

*** O CASO DANDARA

Em 15.02.17 a travesti Dandara dos Santos foi espancada e morta em Fortaleza. O vídeo com cenas do crime espalhou-se pela internet e chocou o país inteiro, provocando protestos e apelos por justiça, além de ações do Estado no sentido de assegurar os direitos da população LGBTT.

Que o sacrifício de Dandara não seja em vão. > Mais

.

*** DANDARAS VIVEM

No mesmo local da violência e crueldade que resultaram na morte da travesti Dandara dos Santos em 15fev, tomam lugar a resistência, a luta e a diversidade. O bairro Bom Jardim, em Fortaleza, recebe hoje, 18mar, no CCBJ, o ato Dandaras Vivem, manifestação artística de repúdio à violência sofrida por LGBTs. É a arte contra a barbárie. > Mais

.

*** OS SEIOS DAS FEMINISTAS

A atriz britânica Emma Watson foi acusada de trair seus ideais feministas por ter posado para uma foto mostrando parte dos seios. Ela reagiu: “Eu estou surpresa. As pessoas falaram que eu não posso ser feminista e ter seios. Isso sempre me revela quantas concepções equivocadas e quanto mal-entendido existe sobre o que é o feminismo. Feminismo é isso. É sobre dar as mulheres o poder de escolha. Não é uma vara com que se bate em outras mulheres. É sobre liberdade, sobre libertação, sobre igualdade.”

A questão da nudez é um velho ponto de controvérsia entre as linhas ideológicas do movimento feminista. Há feministas que consideram que a nudez das mulheres sempre prejudica a causa da emancipação, e há feministas que defendem a nudez como forma de protesto e resistência contra o machismo. Eu, particularmente, entendo os dois lados, e sei que a nudez feminina é bastante explorada comercialmente e de modo pouco digno, mas entendo que ela pode, sim, ser usada de modo artístico e como forma de reivindicação e luta pela igualdade. Todo apoio a Emma Watson. > Mais

.

*** NÓS VAMOS INVADIR SUA PRAIA

Em Fortaleza, pobre invade a praia com isopor. Rico invade a praia com prédio de luxo.

A praia do Mucuripe, imortalizada na bela canção de Belchior e Fagner, é lembrada pelas velas das jangadas que ainda hoje saem para pescar. Mas algumas construtoras querem a praia apenas para elas. Por isso, ergueram espigões à beira-mar, e um deles tem até pier particular. Os prédios são o hotel Golden Tulip, o flat Porto Jangada Business e os residenciais Ancoradouro, Costa Marina e Yacht Coast Residence. O MPF quer a demolição dos prédios, em vez de multa. Muito justo. Mas vai continuar querendo. > Mais

.

*** TESTADOR DE MOTEL

Testador de motel. Essa profissão existe. E é no Brasil. Um testador de motel viaja pelo país, hospeda-se em um motel por dia (podendo levar acompanhante) e avalia a qualidade de seus serviços. Ganha um salário de R$ 2 mil, com carteira assinada pela CLT, com plano de saúde e odontológico, vale-refeição e reembolso de custos com automóvel. A contratante é a empresa Guia de Motéis. O anúncio publicado pela empresa chamou a atenção de muita gente, inclusive da imprensa. O melhor de tudo são os comentários na postagem do Facebook. > Mais

.

.

AS PRECIOSAS DO KELMER

> Esta edição no Facebook
> No Blog do Kelmer

.

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

 



%d blogueiros gostam disto: