Enroscando com Guilherme Lamounier

19jun2015

A arte de Guilherme se abria magicamente para mim, feito as asas translúcidas de uma borboleta caleidoscópica

EnroscandoComGuilhermeLamounier-02

ENROSCANDO COM GUILHERME LAMOUNIER

.
Patrícia enroscou o meu pescoço, deu um beijo no meu queixo e gemeu. O dia estava nascendo e nos chamava pra curtir com ele. Ah, eu adorava seu sorriso bobo na sua cara de assustada…

Era 1977, e eu curtia minha paixão por Patrícia, a filha bela e rebelde do rígido empresário Sérgio Mello. Real e imaginário se misturavam em minha mente adolescente, e a personagem vivida por Elizângela no folhetim Locomotivas, da Rede Globo, de algum modo existia de verdade, e era com ela que eu sonhava, embalado por Enrosca, sua música-tema, sucesso de Guilherme Lamounier, que depois Fábio Jr. regravaria. Eu sei que só tenho 13 anos, Patrícia, mas vem, enrosca o meu pescoço e não queira mais pensar em nada…

O tempo passou, deixei de ver novelas, sonhei outras Patrícias, virei cinquentão. E aí dia desses lembrei de Enrosca e fui pesquisar outros sons de Guilherme Lamounier. Encontrei Seu Melhor Amigo, outro sucesso dele, que eu também adorava, e encontrei mais músicas, e quanto mais ouvia, uau, mais queria ouvir. A arte de Guilherme se abria magicamente para mim, feito as asas translúcidas de uma borboleta caleidoscópica. Baixei tudo que encontrei e desde então escuto direto. Putz, acho que o cara pôs um grilo em minha cabeça.

Guilherme gravou três discos, em 1970, 73 e 78, foi gravado por vários artistas, teve músicas suas em trilhas de novelas e filmes e experimentou certa notoriedade no fim dos anos 1970. Compôs sozinho e com vários parceiros, principalmente com Tibério Gaspar, corresponsável por seu melhor disco, o de 1973. Dotado de uma bela voz e de boa técnica vocal, ele fazia um pop cabeça-feita em harmoniosas melodias, com arranjos elaborados e orquestrados, onde se mesclavam rock, blues, folk, funk e progressivo, com uma deliciosa levada soul e um tempero de psicodelia. Suas letras falavam de paz e amor, cantavam a liberdade do viver a vida e dos cabelos soltos ao vento, e hoje podem até soar ingênuas, mas mantêm um poético frescor, bem próprio dos que têm uma criança no olhar.

Quando pesquisei, havia poucas notícias disponíveis sobre ele na internet. Nascido no Rio de Janeiro em 1950, Guilherme herdou a veia musical da família, morou quando criança no Canadá, largou uma banda e lançou-se em carreira solo no fim dos anos 1960, apadrinhado pelo controverso Carlos Imperial. Atuou como ator numa filmagem estadunidense do romance Capitães de Areia, de Jorge Amado, e participou do Festival Internacional da Canção em 1969, quando Tony Tornado venceu com BR3. Guilherme abandonou a carreira artística na metade dos anos 1980, já com sintomas de esquizofrenia. Hoje, cuidado pelos familiares, ele continua compondo, mas tem uma vida social muito restrita e é arredio a entrevistas.

Talvez a doença tenha atrapalhado no prosseguimento da carreira, ou talvez ele tenha se desiludido com as leis da indústria cultural. De todo modo, é uma pena, pois a genialidade de Guilherme poderia estar ainda hoje nos proporcionando maravilhosos deleites musicais.

Madrugada, quatro horas no meu quarto, alucinado estou a ouvir Guilherme. Viajando pelos telhados do mundo, voo até a casa onde Patrícia mora e agora sou um índio apache e ela é a mocinha lá do forte. Mas, putz, foi seu pai quem atendeu, dizendo que ela não estava… Depois dessa, quero mais é viver como bicho na terra, indo sempre atrás da vida que espera, podiscrer, que a cabeça feita não marca bobeira. Sim, viver do passado é viver enterrado entre coisas que não podem mais voltar, eu sei, mas a arte de Guilherme está fora do tempo, flutuando sobre os jasmins das serenatas perfumadas. Dançando com havaianas no céu. Derrapando pelas curvas de Patrícia. Enroscando em meu pescoço.
.

Ricardo Kelmer 2014 – blogdokelmer.com

.

.

Para ouvir Guilherme Lamounier

GuilhermeLamounier-03Seleção de 34 músicas
(1970-1983, arquivo zip, 124mb)

Disco de 1970Disco de 1973
Guilherme Lamounier – Enrosca
Guilherme Lamounier – Cabeça feita
Guilherme Lamounier – Patrícia
Guilherme Lamounier – Seu melhor amigo
Guilherme Lamounier – Sandra
Guilherme Lamounier – Passam anos, passam Anas
Guilherme Lamounier – Serenatas perfumadas com jasmim

.

LEIA NESTE BLOG

Breg Brothers com fígado acebolado – Encher a cara, curtir dor de cotovelo e brindar a todas as vezes em que fomos cornos…

A celebração da putchéuris – A história fuleragem da Intocáveis Putz Band

A sociedade feladaputa de Geraldo Luz – Crítica social, literatura, filosofia, anarquismo, sacrilégios explícitos e sodomismos irreparáveis

O brega não tem cura – Porque o senhor sabe, né, o brega sempre puxa uma dose, que puxa outra, que puxa a lembrança daquela ingrata, que puxa outra dose…

Odair José, primeiro e único – Se você, meu amigo, é desses que sentem atração por esse universo brega pré-FM, feito de bares de cortininha, radiola com discos arranhados e meninas vindas do interior… então escute Odair

Paz e amor express – Durante cinco dias o Festival Express cruzou a leste-oeste do verão canadense levando em seus vagões os ideais da união pela música, a esperança ainda viva de um mundo de paz e amor

Maluquice beleza – Já que a formiga só trabalha porque não sabe cantar, Raulzito pegou a linha 743 e foi ser cigarra

Eu, Ro Ro e lado B – Naquele momento o lado B do mundo sorria pra mim cantando blues, oferecendo tão somente seu calor e seu endereço

.

.

elalivro10Seja Leitor Vip e ganhe:

Acesso aos Arquivos Secretos
Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Brilhante como sempre, Ricardo! Waldemar Falcão, Fortaleza-CE – jun2015

02- Ela “pos um grilo na sua cabeça”..rsrs. Alan Morais, Fortaleza-CE – jun2015

03- O dia está nascendo e nos chamando pra curtir com ele – e ainda por cima é sexta, Ricardo Kelmer. Ana Karla Dubiela, Fortaleza-CE – jun2015

04- E Guilherme vai renascendo através das palavras soltas e sinceras de Ricardo Kelmer, que nos convida a mergulhar nessa viagem musical. Maravilhoso! Renata Kelly, Fortaleza-CE – jun2015

Anúncios

2 Responses to Enroscando com Guilherme Lamounier

  1. Sofia Egito disse:

    Também sou apaixonada pelo som do Guilherme. Fiz este vídeo há uns anos para demonstrar minha admiração:

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: