E o poeta me retratou

22jun2016

Eu, meu trabalho e minhas ideias no retrato do bardo Arnaldo

RK201509Shirlene,Marici,Arnaldo-02a

E O POETA ME RETRATOU

.
A coluna de Arnaldo Afonso, Sarau, Luau e o Escambau, no jornal O Estado de S. Paulo, vulgo Estadão, é um interessante retrato da produção artística da capital paulista, mostrando o que acontece além dos padrões da indústria cultural. Na edição de hoje, a coluna dedicou um generoso espaço ao meu trabalho, o que muito me honrou. Fiquei surpreso, pois não esperava, e muito gratificado pela qualidade da matéria, bastante fiel ao sentido do que faço e penso. Segue um trecho, em que me vejo, e realmente me vejo, retratado na deliciosa prosa poética do bardo Arnaldo:

“O Kelmer canta, conta causos, interpreta, diverte a gente. Tem raciocínio rápido e humor aguçado: a marca dos inteligentes. Mais um grande artista do fértil solo cearense. Humorista antenado, tirador de sarro e ativista, dá voz a quem não tem. Escreve bem o que vê e o que imagina: é ficcionista também. Seus contos estão prontos pra serem filmados. Observador nato, é cronista (e romancista, claro). Tem ampla visão da cidade e sertão, da política e cultura. Depura a opinião dos amigos, conserta os equívocos da imprensa, comenta sem ranço. Pacientemente nos convence. Esclarece as mil e uma obscuridades do poder. Dá leveza às ditas obscenidades físicas: só o falso moralista vê maldade quando se brinca. Brinda à Vinicius e denuncia: no grande bordel da vida real, imoral e vergonhoso é roubar o dinheiro do povo. Não foge ao combate, polemiza, pisa em terreno minado: nomeia os tiranos de rosto abstrato. Didático, desenha pra quem não capta: leia, saiba. Seu texto denso alarga os pensamentos estreitos. Antifanático, Kelmer defende o estado laico, as liberdades civis e os direitos democráticos (tão ameaçados). Escancara o silêncio da selva domesticada e encara a turba ignara conectada ao atraso: é o puxador da alegria no bloco dos filósofos anárquicos. Kelmer absorve os conceitos, tritura e nos oferece sua água pura. Alquimista da utopia, destila a dor e nos alivia com suas doses de quimera fria. Sonhador sereno, seu blog pé-no-chão nos ilumina. Kelmer é um ponto de luz nas trevas de nossa idade mídia.” (Arnaldo Afonso)

.

ArnaldoAfonsoBlogEstadao201606-101

Leia a matéria na íntegra

.

.

.

.

Ricardo Kelmer 2016 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

ODilemaDoEscritorSeboso-01aO dilema do escritor seboso – Certos escritores amadurecem cedo. Tenho inveja desses. Porque nunca viverão o constrangimento de não se reconhecerem em suas primeiras obras

O encontrão marcado – Fechei o livro, fui até a janela e olhei pro mundo lá fora. E disse baixinho, com a leveza que só as grandes revelações permitem: tenho que ser escritor

Pesadelos do além – O pior pesadelo para um escritor é ser psicografado. Ou melhor: ser mal psicografado

Meu fantasma predileto – Diziam que era a alma de alguém que fora escritor e que se aproveitava do ambiente literário de meu quarto para reviver antigos prazeres mundanos

Kelmer no Toma Lá Dá Cá – Aqueles aloprados moradores do condomínio Jambalaya descobriram meu livro maldito

O escritor grávido – Será um lindo bebê, digo, um lindo livrinho, sobre o mais belo de todos os temas

Obrigado, J K Rowling – Em todo o planeta milhões de crianças adquiriram o hábito de ler livros graças às aventuras de Harry Potter

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer
 (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- Merecido!! Fauhber Pinheiro, Fortaleza-CE – jun2016

02- Partilho inteiramente da opinião de Arnaldo Afonso. Do trabalho do kelmer que tenho lido/ouvido/visto (ainda em fase de descoberta para mim) ,o que desde logo sobressai é a força da ironia inteligente,e, por isso, desconcertante e deliciosamente cómica, sem qualquer registo de superioridade presunçosa. Por outro lado, também, assombra a maneira como pode usar clichés (tão gastos já por muitos que se dizem humoristas) sem ser nunca vulgar ou brejeiro. Não é para muitos! Elisabete Maria Ferreira, Lousã-Portugal – jun2016

03- Muito bom! 🙂 Juliana Melo, Fortaleza-CE – jun2016

04- Fantástico e muito merecedor de tudo isso que o Arnaldo Afonso falou. Vilma de Oliveira, Fortaleza-CE – jun2016

3 Responses to E o poeta me retratou

  1. Verídicos os comentários de Arnaldo Afonso.Assino embaixo.

    Curtir

  2. Somente um artista sagaz para retratar a sagacidade de outro artista!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: