Maior que meu horizonte

Por: Wanessa, 2010

E quando eu penso que ele já está de novo envolvido em meus contornos, hipnotizado pelo balanço dos meus quadris e minha maré, ele foge

MaiorQueMeuHorizonte-03

MAIOR QUE MEU HORIZONTE

.
Lembro bem daquele jeito de andar que é só dele, se inclinando de um lado para o outro, pendulando sutilmente, ocupando seu espaço no universo. Não mudara quase nada na última vez que o vi: o cabelo (que alívio!) permanecia curto, a mochila nas costas, o domecq no bolso. Inconfundível. Era mesmo ele, com o mesmo sorrisinho safado pra loirinha desmiolada de sol, como ele gosta de me chamar. Quando ele chega, traz mil agrados, livros pra lançar, festas, aquele olhar contemplativo que mexe com a minha vaidade e depois vai embora, empobrecendo minha alma e minha arte.

Não é de hoje essa relação complicada, cheia de chegadas e despedidas. O jovem aprendiz de escritor que vi nascer em minha paisagem cresceu, experimentando o mundo, saboreando cada nova descoberta com seu espírito aventureiro e uma ânsia de viver maior que o meu horizonte. Mais um, eu pensava, que quer voar alto pra longe das minhas ruas, dos meus bares e do meu sol, menino ingrato! Menino sim, que esse cabelo rareando não me engana, ele continua o mesmo garoto desajeitado que vivia num uniforme do Colégio Militar, e as piadas infames, o ar despreocupado e aquela camiseta do Fortaleza continuam lá que eu sei.

Fui testemunha de inúmeras dores de cotovelo causadas por mulheres selvagens indomesticáveis e assisti impassível a porres escabrosos embalados pelas baladas bregas do Roque Santeiro. Por onde andará o terninho branco do Kelmo Lonner? E quem ficava sério assistindo aos manifestos do performer da Intocáveis Putz Band?

Foram tantas noites incríveis, paixões inesquecíveis, poemas em guardanapos amassados… São muitas as lembranças. Meu menino aventureiro sempre em busca de mais uma conquista, me surpreendendo, me divertindo, seja pulando numa multidão de punks pra resgatar uma Playboy, vestido de moça no carnaval ou escrevendo seus livros que também têm minha cara e minha história.

E quando eu penso que ele já está de novo envolvido em meus contornos, hipnotizado pelo balanço dos meus quadris e minha maré, ele foge. E reclama da minha indiferença às suas crias, da minha generosidade com os forasteiros, que exagero! Então me escapa para o Rio, São Paulo, sem ligar muito pro destino final porque o importante é a estrada. Seu blues não quer mais saber do meu forró.

E ele mesmo diz que eu brinco de morder e soprar com meus artistas, com ele não é diferente. Afinal, o que seria de mim sem meu melhor cronista? O que seria de minhas belas pernas sem seu jeito sacana e aquele olhar que consegue ser cético e místico ao mesmo tempo? Hum, falando assim me bateu uma saudade… mas agora só me resta preparar mais uns presentinhos e esperar até que seu irresistível charme aporte por aqui mais uma vez.

.
Por Wanessa, 2010

> Texto inspirado na crônica Inculta e Bela, Dengosa e Cruel do livro Blues da Vida Crônica

.

LEIA NESTE BLOG

IncultaEBelaDengosaECruel-6aInculta e bela, dengosa e cruel – Então arrumei de novo a mochila, me despedi com muitos beijos, seu hálito de vodca me soprando toda a sorte do mundo, eu barquinho de papel rio abaixo, louco para ir, doido para ficar

Cristal – Ele quer falar sobre tudo que viveu ali dentro, todos aqueles anos, os amores e desamores, o quanto sofreu e fez sofrer, perdeu e se encontrou… Mas não precisa, ela já sabe

Desconstruindo Kelmer (por Wanessa, inspirado no conto Cristal) – Totalmente metida e curiosa, eu me debrucei sobre o conto e fiz minha própria interpretação

Essa loirinha desmiolada de sol – Duvido que ela tenha uma marquinha de biquíni assim – a loirinha insiste, com a graciosidade tristonha das cidades que sabem que seus argumentos são ótimos mas que não vão adiantar

Confissões de uma leitorinha nua (por Leitorinha) – Fiquei tão à vontade pra ler a página dele na net que agora o fazia completamente nua

Canalha Kelmer (por Rômero Barbosa) – Cara, essa tal de Cibele queria era te dar. Queria ler sacanagens escritas por você pra depois tu comer ela todinha

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer(arroba)gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

.

.

.

MaiorQueMeuHorizonte-03a

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: