As Preciosas do Kelmer – fev2017

28fev2017

aspreciosasdokelmer201702.
As Preciosas do Kelmer
é uma revista que criei no Facebook. Ela é feita de dicas e comentários sobre variados assuntos, com ênfase no feminino. A periodicidade é mensal, funciona por meio de uma única postagem que abasteço com subpostagens e os leitores podem comentar a qualquer momento e até sugerir assuntos. Por seu caráter dinâmico e interativo e por construir-se a cada dia, eu diria que é uma revista orgânica. A capa da revista é a própria imagem da postagem.

Meu objetivo com As Preciosas é dar vazão à minha necessidade de comentar fatos do cotidiano. Pra mim, o Facebook é ideal pra isso. Aqui no blog postarei a edição do mês e a atualizarei a partir das atualizações no Facebook, sempre com imagens. Espero que você goste.

> No Facebook (todas as edições)

> No Blog do Kelmer

.

AS PRECIOSAS DO KELMER

aspreciosasdokelmer201702Dicas e pitacos para o mês
#53, fev2017
> Esta edição no Facebook

Capa do mês: Mata Hari (1876-1917), dançarina exótica dos Países Baixos acusada de espionagem e condenada à morte por fuzilamento.

.

*** PUTAFEMINISMO

O feminismo das prostitutas acordou. E fala cada vez mais alto, em muitos países. Ao contrário do que muitos pensam, inclusive outras feministas, elas não se consideram vitimas coitadinhas e exploradas do machismo e do patriarcado. Tudo que querem é ser respeitadas em seus direitos de trabalhadoras do sexo.

Aqui você pode ler alguns textos sobre mais essa linha do pensamento feminista, que no Brasil é representada por Monique Prada, Amara Moira e outras prostitutas. > Mais

.

*** MÉDICOS DA MORTE (1)

Imagine que você é internado num hospital, que seu caso é grave. E que o médico pega seus exames e, sem consentimento seu ou de sua família, divulga-os publicamente, para o país inteiro ficar sabendo.

Foi isso que fez a médica Gabriela Araujo Munhoz, com dona Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Lula. Seu ato, que fere profundamente a ética médica, causou-lhe a demissão do Hospital Sírio-Libanês, onde trabalhava. Por que ela fez isso? Apenas por não gostar de Lula?

Atitudes como estas são o resultado da campanha de ódio a Lula que a mídia de direita tem promovido nos últimos anos. Diariamente, feito um conta-gota, os noticiários inoculam pessoas como essa médica com o vírus do ódio e da intolerância, tornando-as zumbis de seus interesses políticos. > Mais

.

*** MÉDICOS DA MORTE (2)

politicamortemarisaleticiarichamfaissalellakkis-01Com seu comentário sobre dona Marisa Letícia, o neurocirurgião Richam Faissal Ellakkis deu uma importante aula sobre ética médica a todo o povo brasileiro. Aliás, sobre falta de ética. Foram poucas palavras, mas elas resumem bem o que a campanha de ódio a Lula, feita há anos pelos grandes grupos de mídia, tem causado na mente de parte da população. Ao tomar conhecimento das informações sigilosas vazadas por outra médica, Gabriela Araujo Munhoz, sobre o estado clínico da ex-primeira dama, o médico comentou num grupo de Whatsapp, sugerindo procedimentos para matar a paciente: “Esses fdp vão embolizar ainda por cima. Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela”.

A direção da Unimed rescindiu o contrato com o médico, que atuava como terceirizado no hospital próprio da cooperativa em São Roque-SP. Anteriormente, o Hospital Sírio-Libanês demitira a médica Gabriela Araujo Munhoz, por divulgar dados sigilosos do diagnóstico de Marisa no mesmo grupo, formado por antigos colegas da faculdade.

“As demais medidas relacionadas ao caso estão sendo apuradas pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), conforme o Código de Ética Médica”, diz ainda a nota da Unimed São Roque.

Como a campanha de ódio a Lula não terminou, até porque ele é fortíssimo candidato à presidência, podemos esperar mais atitudes estúpidas com a desses dois médicos. O fato de ter curso superior não impede que muitas pessoas se tornem zumbis da mídia. > Mais

.

*** MATA HARI

Mata Hari, que nasceu Margaretha Gertruida Zelle (em Leeuwarden, Holanda, em 7 de agosto de 1876), tornou-se Mata Hari quando começou a apresentar-se na França em sensuais e exóticos números de dança. Inventou para si um passado oriental de princesa javanesa, ficou famosa, colecionou vários amantes pela Europa e envolveu-se atrapalhadamente em episódios de espionagem durante a primeira guerra mundial. Foi julgada e declarada espiã num processo cheio de falhas e morreu fuzilada, em 15 de outubro de 1917, em Vincennes, na França.

Por onde passava, despertava imensa curiosidade e fascínio. A mistura de arte exótica, o passado obscuro e a sexualidade livre formaram uma das figuras públicas mais polêmicas do século 20. Suas relações com milionários, políticos e militares de vários países despertavam desconfiança de todos. Não é exagero dizer que ela foi vítima do próprio personagem que criou para si, com suas mentiras e dissimulações, mas também pode-se dizer que o mundo não estava preparado para seu espírito ousado e sua liberdade sexual. > Mais

.

*** MÉDICOS DA MORTE (3)

Mário Munhoz, pai da médica reumatologista Gabriela Munhoz, de 31 anos, demitida do Hospital Sírio-Libanês suspeita de vazar dados sigilosos sobre o estado de saúde da ex-primeira-dama dona Marisa Letícia, negou que sua filha tenha divulgado exames ou feito comentários maldosos sobre a esposa do ex-presidente Lula nas redes sociais.

A versão que ele conta, na defesa que faz da filha, ainda que seja verdade, não a livra da quebra da ética médica. Aliás, o Dr. Munhoz, devidamente orientado por seus advogados e com a sua conta do Facebook cheia de posts sobre o amor por animais, se esqueceu, no entanto, de apagar um onde chama o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, de “crápula de toga”, por ter absolvido José Genoíno no processo que ficou conhecido como “mensalão”

A jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S. Paulo, informou que o ex-presidente Lula, ao saber do ocorrido com a médica, pediu que ela não fosse demitida, mas que em vez disso passasse por um curso de ética profissional, permanecendo no emprego. > Mais

.

*** MOZART SUBLIME

Embora seja uma obra inconclusa, a “Missa em dó menor” é uma das obras mais importantes de Wolfang Amadeus Mozart no campo da música religiosa. Infelizmente não se sabe muito sobre sua criação, que ocorreu nos anos vienenses de 1782 e 1783, e nem sobre sua primeira apresentação, na igreja de Saint Pierre de Salzburg, em 26 de outubro de 1783.

Acho linda essa missa. Sim, sou ateu, mas isso não me impede de ver beleza em obras sacras, né? Além do mai, podemos focar na melodia e esquecer perfeitamente os dizeres. Meu trecho favorito é o de abertura, o Kyrie. Como é sublime…

.

*** 26° ENCONTRO DA NOVA CONSCIÊNCIA

O Encontro Da Nova Consciência é um festival multicultural que acontece desde 1992 em Campina Grande-PB, reunindo atividades ligadas a arte, ciência, filosofia e religião. Além das palestras e dos debates, há passeios, vivências, atendimentos, feiras, lançamentos de livros e espetáculos artísticos. Eu participo desde 1996, ininterruptamente. Adoooro! 🙂 Confira a programação da edição 2017. > Mais

.

.

.

AS PRECIOSAS DO KELMER

aspreciosasdokelmer201702> Esta edição no Facebook
> No Blog do Kelmer

.

.

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

 


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: