Ser feliz é para os fracos

227jul2020

Se tem uma coisa que não é nada criteriosa em relação aos atributos dos candidatos, é a felicidade. Qualquer idiota pode ser feliz

SER FELIZ É PARA OS FRACOS

.
Quer saber, meu amor? A felicidade não passa de uma obsessão neurótica, inventada para vender de um tudo, de margarina a previdência privada, de casamento a mega sena acumulada. Aliás, se tem uma coisa que não é nada criteriosa em relação aos atributos dos candidatos, é a felicidade. Qualquer idiota pode ser feliz, já percebeu? Poizé.

Desculpa dizer isso assim a essa hora, você ainda de camisola, mas, olha, a felicidade é um terreno no céu que te venderam, e que você vai passar a vida inteira pagando. Certíssimo está Odair José, que há quarenta anos nos diz, na sabedoria simples de sua canção, e que ainda ontem ouvíamos no meio do nheco-nheco, lembra?, felicidade não existe, o que existe na vida são momentos felizes. É tão óbvio, mas tão óbvio, que não captamos. Tivéssemos entendido, não desperdiçaríamos a vida tentando a todo custo ser feliz, quando podemos simplesmente reconhecer e usufruir dos bons momentos, sem pensar em para sempre. Sem nos cobrar nada mais que isso. Nada mais.

Vem, me dá um abraço acochado e esquece esse negócio de ser feliz. Melhor parar agora de pagar o terreno no céu. Em vez da tal felicidade, que ninguém sabe que horas vai chegar, e se ficou mesmo de vir, melhor buscar ser quem verdadeiramente somos, e não aquilo que a sociedade, a família ou a religião querem que sejamos. Quer mais café? Sim, claro que é difícil. Ser quem realmente se é exige profundo autoconhecimento. Implica entrar no fogo dos piores medos, tornar-se o que se evita ser. Sim, requer coragem e honestidade. Não é mesmo para os fracos.

Se formos quem verdadeiramente somos, isso nos fará feliz? Foi o que ela perguntou depois, nós nos despedindo no ponto de ônibus, o vento a brincar com seu cabelo, o olhinho dela piscando daquele jeito que você nem imagina como é lindo. Não sei, meu amor, mas saber quem somos nos permite viver uma vida verdadeira, que eu acho que é a única coisa que realmente deveria importar a qualquer um que está vivo, né não? Eu ia dizer isso, mas não deu tempo. Ela me beijou e prometeu que voltaria no sábado. O ônibus chegou, abriu sua bocarra traseira e engoliu a mulher amada, e eu corri pela calçada dando tchauzinho, feito um idiota feliz, mas acho que ela nem viu a marmota.

Saí andando, dobrei a esquina e cheguei em casa preocupado com o aluguel atrasado, já esquecido do nada mais que isso tão maravilhoso que ontem nos demos.

.
Ricardo Kelmer 2018 – blogdokelmer.com

.

.

LEIA NESTE BLOG

Dez segundos para ser feliz – Seus olhos continuam sorrindo mesmo quando ela conta, sem pudor, das imensas bobagens que fez em nome de sua busca por felicidade

Insights e calcinhas – Uma calcinha rasgada pode mudar a vida de uma mulher? Ruth descobriu que sim

Carma de mãe para filha – Os filhos sempre pagam caro pelos pais que não se realizam em suas vidas

Cerejas ao meio-dia – Linda e poética, ela dá a volta no carro e todas as buzinas se calam. Claro, um poema de cereja em plena avenida, não é todo dia

A gota dágua – A força da tempestade, o poder do desejo. Ela deveria resistir, mas…

Ventos do óbvio – Ela tinha o controle de sua vida, ela e mais ninguém. Renascer. Renovar-se

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: