Não saia com ele (1)

06ago2008

Bons tempos em que a gente podia ser cafajeste à vontade, sem medo de ser fichado pelo Sindicato das Coitadas

NÃO SAIA COM ELE

.
Sabe aquele carinha que aprontou pra cima de você? Que mentiu, te enganou, te ludibriou, disse que estava apaixonado, mas que só queria mesmo era te comer – e você caiu direitinho? Lembra da raiva que você sentiu do cafajeste? Lembra que você quase cometeu um crime, ainda bem que na hora não tinha nenhuma faca por perto, lembra?

Ah, seria ótimo se existisse um lugar onde você pudesse botar a foto do demente e alertar a todas as mulheres sobre quem na verdade ele é, né, um crápula vil e mentiroso, um colecionador de xoxotas barato. Xoxotas baratas, não, leia direito, menina! Até porque a sua não tá em liquidação, né? Poisbem. Já pensou como isso seria útil à sociedade e, principalmente, à classe feminina?

Pois este lugar existe, acabei de descobrir. O site se chama Não Saia Com Ele (www.naosaiacomele.com) e lá estão todos os canalhas que aprontaram com vocês. Bem, todos não, claro, pois canalha é um bicho danado pra se reproduzir, todo dia nascem milhares, e cada vez mais sorrateiros e ardilosos, nem o site mais ágil do mundo daria conta de atualizar os números e estratégias de mercado da canalhice masculina. Mas lá dá pra ter uma boa noção dos tipos de sacripantas maquiavélicos que uma pobre e indefesa mulher pode encontrar numa única encarnação na Terra.

O site, que certamente é uma iniciativa do atento e atuante Sindicato das Coitadas, funciona assim: você publica seu relato, bota a foto do calhorda ordinário que só queria chafurdar dentro de você, disponibiliza informações sobre o patife (cidade, e-mail, orkut etc) e quem quiser pode comentar, te apoiar e apedrejar o meliante. Você pode escrever livremente, pois o site garante o anonimato e nem checa a veracidade das informações. Ou seja, você pode ser beeeem escrota mesmo, exagerar na canalhice do crápula nojento e até diminuir cinco centímetros no tamanho do pau do desgraçado só pra ficar rindo, imaginando a cara do pilantra salafrário quando ele souber. Vingança malígrina!

Putz… As mulheres andam muito vingativas, dona Orestina. Bons tempos em que a gente podia ser cafajeste à vontade, sem medo de ser fichado pelo Sindicato das Coitadas. O pior não é nem ser fichado, isso no outro dia sai na urina, e além do mais até os melhores partidões do planeta têm a ficha suja. Chato mesmo é ver reveladas publicamente todas as nossas incríveis táticas maquiavélicas, arquitetadas com esmero durante anos, e de repente ter que trocar todas elas, pois vai que a próxima coitada acessou o site e conferiu nossa ficha quilométrica, né?

Por exemplo, a velha tática de dizer que eu ainda não terminei com a outra porque domingo é o aniversário dela e obviamente seria pouco cavalheiresco dar esse tipo de presente. Essa é boa, mas já não ia colar mais. E nem certas versões da clássica “vou botar só a cabecinha”. Heim? Nessa você não cai? Não diga isso, mizifia, essa é a tática-rainha, funciona desde o tempo do tataravô da Chita e vai continuar funcionando porque o que pega mesmo é o jeitinho com que se diz. Tipo assim, se a gente disser que vai botar só a cabecinha, você vai achar supergrosseiro e pode até vomitar encima da gente, eca. Maaaas… se a gente disser que não quer transar, mas quer apenas sentir um pouquinho da divina sensação de estar às portas do santuário da mulher mais maravilhosa que a gente já conheceu, e levar essa sensação na lembrança feito uma bênção, e dormir agarradinho com essa sensação pra poder sonhar com o dia em que a gente finalmente poderá ter essa divina sensação de verdade e… Tá vendo? O pingolim já entrou.

Bem, mas deve haver algo de positivo nessa vingança do Sindicato das Coitadas. Sim, claro que há! Agora somos obrigados a frequentar cursos de reciclagem profissional pra ficar por dentro das novas necessidades do mercado. É, isso é bom, mas o investimento não vai sair barato, e alguém terá que pagar a conta. Adivinha quem. Isso mesmo, vocês! Afinal agora vocês são financeiramente independentes e estão tomando nossos postos de trabalho, nem em posto de gasolina a gente arruma mais emprego. Ou seja: os canalhas continuarão sendo canalhas como sempre foram, e você, querida, ainda terá que desembolsar uma graninha considerável…

Gente, estamos complicando a coisa mais do que precisa. Saudade daquele doce tempo, em que a gente fingia que não queria apenas sexo, vocês fingiam que acreditavam e depois espalhavam pras amigas que a gente não prestava e elas não resistiam à tentação de conferir pra ver se era verdade mesmo.

Pelo retorno aos velhos tempos! Era mais simples e saía mais barato pra todo mundo.

 

.
Ricardo Kelmer 2008 – blogdokelmer.com

.

.

OBS.: Aparentemente, o site naosaiacomele.com.br foi retirado do ar, certamente por conta de reclamações por parte dos homens que tiveram seus dados e fotos expostos. Prevendo que isso pudesse acontecer, felizmente copiei alguns depoimentos. Eles são ótimo material pra escrever crônicas sobre os universos feminino e masculino.

.

LEIA TAMBÉM

Não saia com ele (1) – Bons tempos em que a gente podia ser cafajeste à vontade, sem medo de ser fichado pelo Sindicato das Coitadas.

Não saia com ele – Titiko – Parece que a Renata tava mais interessada em restaurante chique do que em namorar… Coitadinha

Menu de homem – Na onda da mulher-melancia, mulher-jaca, mulher-filé e outras classificações femininas hortifrutigranjeiras, nada mais justo que nós, homens do sexo masculino, sermos também classificados.

Como afugentar um homem – Velha tendência feminina, essa ansiedade louca pelo amor, essa mania de fazer a relação ocupar todo o espaço na vida de ambos…

Amar duas mulheres – Não se preocupe, eu te entendo, bode velho, eu também sempre tive essa fantasia de comer a Hello Kitty

A garçonete rolante – E como ela já tem nome de vodca, uau, nosso Stone deve ficar louco sem saber se come ou se bebe a moça

.

.

Seja Leitor Vip e ganhe:

– Acesso aos Arquivos Secretos
– Descontos, promoções e sorteios exclusivos
Basta enviar e-mail pra rkelmer@gmail.com com seu nome e cidade e dizendo como conheceu o Blog do Kelmer. (saiba mais)

.

.

Comentarios01COMENTÁRIOS
.

01- KKKKKKKKKKKKKKKKK bravo KKKKKKKKKKKKKKKKKK. Séfora Tavares, Fortaleza-CE – jan2012

02- kkkkkkkkkkkkk mentira que isso existe? se comporte Marcos Moraes senão pode ser fichado no sindicato das coitadas! =P kkkkkkkkk. Samantha Pimentel, Campina Grande-PB – jan2012

03- Porra Ricardo Kelmer num divulga isso não cara, assim se ferra com a classe. kkkkk. Adorei o texto. Marcos Moraes, Campina Grande-PB – jan2012

04- Fantastico! Silvana Reis, Lisboa-Portugal – jan2012

05- kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….adorei o texto Kelmer. Castiele Holanda, Fortaleza-CE – jan2012


4 Responses to Não saia com ele (1)

  1. valesca disse:

    Nossa, vc é adoravelmente terrivel.Amei o texto, eo pior e que vc tem toda razão , messo com toda a revolução de hoje, continuamos gostando dos cafajestes de sempre e gozando pelos ouvidos, eita desastre rsrsrsrs.

    bjuus, valesca

    Curtir

  2. Chris disse:

    Ricardo vc fez uma crônica trepidante!!!!
    Ahahah
    Tempos de internet e de invasão de privacidade, as vizinhas fofoqueiras no portão foram substituidas pelos internautas mixiriqueiros.Adorei a crônica, meu querido!!!!!!!
    Ficou show!!!!!!Bjus

    Curtir

  3. valesca disse:

    Oi

    Muito legal a dica do site,olha e um exercicio sobra a natureza humana rsrsrrs, a mulherada com raiva e fogo, agora so falta criar um site pra ver o outro lado das historias, loucura , loucura.

    Abraços ,Valesca

    Curtir

  4. Chris disse:

    Às vezes procuro seu nome neste site, vc andou fichado por lá, né não????Haja email de RK pedindo pra ser excluído do mesmo.Ahaha
    Bjos cariocas

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: