RicardoKelmer

SobreRK-02.

.

Cidadão do planeta Terra nascido em Fortaleza-CE, em 21 de outubro de 1964. Engano os agentes da Matrix mudando de cidade – atualmente tô em São Paulo, desde 2006. Vim pra cá por causa de um sonho que tive.

Escritor-artista. Ou artista-escritor? Mas ataco também de roteirista, letrista e dono de bordel. Uau.

RK201301-02aTem gente que diz que a vida é uma luta. Iaí, como vai a vida? Na luta. Poizeu não. Eu vou lá lutar contra a vida! Eu celebro a vida. E celebro-a diariamente através da amizade, do amor e da paixão, da arte e da literatura, da fantasia, do erotismo e do humor.

Até que tenho uma rodagem. Cursei Comunicação e Letras, fui dono do inesquecível bar Badauê (na Praia de Iracema, em Fortaleza) e participei das bandas Os The Breg Brothers e Intocáveis Putz Band. Trabalhei como contínuo, escriturário, redator publicitário, radialista, editor de jornal de bairro, fazedor de festas malucas, organizador de bloco de virgens e, juro que é verdade, vendedor de água de coco congelada.

Aos 30 anos dei uma guinada em minha vida e decidi três coisas: faria mais o que me dá prazer, não teria mais patrão e aplicaria toda minha criatividade e persistência pra me sustentar como escritor.

Então é isso: os vários Ricardos sustentam o RK escritor. Dou aulas de roteiro de sitcom e faço palestras sobre literatura e a carreira de escritor. E me apresento por aí com os shows musicais-literários Vinicius Show de Moraes e Trilha da Vida Loca. E produzo o sarau Bordel Poesia. E assim sigo sendo eus num eu só.

.

RK201301-160c.

.

BLOG DO KELMER - blogdokelmer.com
Um escritor em liberdade incondicional

BDKLogo-03Este blog foi criado em jun2008 com o objetivo de ser minha casa na internet, concentrando todos os aspectos do meu trabalho: o escritor, o artista, o roteirista, o produtor cultural e o letrista musical. Os Leitores Vips ganham as senhas de acesso às postagens secretas, descontos nos livros e convites para lançamentos e festas. Escolhi a frase “Um escritor em liberdade incondicional” porque ela representa bem o espírito da minha vida e do meu trabalho. Sim, sei que não existe liberdade total, mas existe a liberdade máxima em cada contexto.

.

DGNKlogo1bASSESSORIA DE IMPRENSA

A DGNK faz a assessoria de imprensa de Ricardo Kelmer.

DGNK Assessoria de imprensa (Nicolau Kietzmann Goldemberg)
11-98273.6669, 11-3042.3111
http://www.dgnk.com.brnicolau@dgnk.com.br

.

.

SEI, ACREDITO E PREFIRO

Sou ateu não materialista mas sei que todos os deuses existem para quem neles crê.

Acredito em: Autoconhecimento, Democracia, Liberdade de Expressão, Respeito às Diferenças, Liberdades Individuais, Viver as Fantasias, Estado Laico, Abolição das Fronteiras, Cidadania Global, Conscientização Ecológica e Livre Circulação de Pessoas, Ideias e Produtos.

Meus guias são Jung, Vinicius de Moraes, o taoísmo, o xamanismo, a mulher e, é claro, a literatura.

Sou adepto do Amor, da Liberdade, da Vida Simples, do BDSM, do Blues e do Jack Daniel´s.

Não acredito em capitalismo, comunismo, neoliberalismo, religião, fronteiras, patriotismo, guerra às drogas, guerra contra o terrorismo, guerra nenhuma, porte de arma, raça e voto obrigatório.

Tenho um chama eterno para gente livre, doidos, amigos fiéis, grandes oportunidades, dinheiro na hora em que preciso e mulheres lindas, livres e que se excitam com literatura, chocolate e mulheres, de preferência tudo junto, uau.

Prefiro morrer livre que viver numa escravidão tranquila.

Amor baseado na liberdade, sim. Amor baseado na posse do outro, este eu dispenso.

Meus planos para amanhã: sentir-se cada vez mais vivo e livre. Antes que chegue o dia em que o dinheiro e as religiões acabarão com a humanidade.

.

.

Contato: rkelmer@gmail.com
Twitter: twitter.com/ricardokelmer
Facebook: facebook.com/RicardoKelmer
Instagram: ricardo_kelmer
TV Kelmer no YouTube: youtube.com/user/Ricardokelmer

.

.RK201411-515X1Literatura, uísque e indecências – A sacaníssima trindade

.

RK201411SonhosUrbanos-625f2XPorque seu nome é renascer…

.

.

CAMPANHA PROTEJA SEUS AMIGOS – Ao enviar mensagens coletivas de e-mail, jamais deixe os endereços dos destinatários expostos pois é justamente isso que municia os criminosos da rede, que catam endereços nas mensagens para enviar suas armadilhas e infectar nossos computadores. Ponha os endereços na <CÓPIA OCULTA> (cco ou bcc) pois, assim, quem recebe a mensagem não vê os endereços dos demais destinatários da mensagem.

.

RICARDO KELMER

RK nasceu em 21.10.1964, em Fortaleza-CE. Mora na cidade de São Paulo.

Seu fascínio por literatura vem da infância, onde se escondia na biblioteca do colégio Santo Inácio para folhear os livros. Ainda criança contraiu uma forta pneumonia que quase o fez partir mais cedo. Obrigado a ficar de cama durante muitos dias, ganhou de seu pai uma pilha de livros e revistas. Bendita pneumonia: foi a proximidade da morte que permitiu que aflorasse a paixão pelas letras e lhe fez decidir, aos 10 anos de idade, que queria ser escritor.

Estreou como cronista de jornal em 1993, aos 29 anos, e em 1995, morando no Rio de Janeiro, publicou seu primeiro livro.

A literatura, porém, sempre foi apenas um aspecto de seu grande interesse por comunicação e entretenimento e que o fez desenvolver trabalhos em diversas áreas, fazendo dele um experimentador de muitas linguagens: cursou Letras e Comunicação, foi redator de publicidade, dono de bar na Praia de Iracema, integrante de banda de rock, fundador de bloco carnavalesco, radialista, palestrante e produtor cultural.

Além de Fortaleza, morou em Manaus (1991/92), Rio de Janeiro (1995/96) São Paulo (1996) e em 2004 voltou a viver na cidade do Rio de Janeiro. Em 2006 mudou-se novamente para São Paulo, onde vive até hoje.

Tomou gosto por fazer palestras ainda adolescente e desde então se apresenta em colégios, faculdades, empresas espaços culturais para falar sobre a profissão de escritor e sobre cinema, mitologia e psicologia.

Em 2002 criou, em Fortaleza, a festa Cabaré Soçaite, que explorava a sensualidade e o erotismo de forma artística e divertida, com palco livre para performances espontâneas, estúdio fotográfico, telão com vídeos e literatura erótica e concurso Musa e Muso do Cabaré. A festa foi realizada por RK até abr2014, com 15 edições em Fortaleza e duas em São Paulo.

Especializou-se como roteirista de sitcom após estudar com roteiristas americanos em 2004-05, no Rio de Janeiro. Seu primeiro trabalho como roteirista foi no sitcom Mano a Mano, cuja primeira temporada foi exibida e reprisada em 2005 pela RedeTV.

Em 2007 criou a Oficina On-Line de Sitcom, a primeira do gênero no país. Com aulas através do programa MSN e tarefas por e-mail, a oficina tinha por objetivo ensinar roteiristas a criar e desenvolver sitcons, modalidade de seriado de humor que faz sucesso no mundo inteiro.

Em 2008 criou o Blog do Kelmer, abandonando seu site ricardokelmer.net. Em 2013 o blog ganharia um domínio próprio: blogdokelmer.com.

ViniciarteImprensa-101aEm 2009 criou o Letra de Bar, projeto que aproveita o ambiente dos bares e espaços culturais para divulgar a literatura. Criou o espetáculo Viniciarte – Vida, música e poesia de Vinicius de Moraes, em que também atua.

Em 2011 a Editora Arte Paubrasil (do grupo editorial Escrituras) passou a republicar alguns de seus títulos, começando pelo romance O Irresistível Charme da Insanidade.

Em 2012 relançou, pela Editora Arte Paubrasil, seu livro de contos Guia de Sobrevivência para o Fim dos Tempos. Iniciou uma parceria com o músico Felipe Breier e passou a se apresentar em bares, restaurantes, clubes e teatros com o show Vinicius Show de Moraes, adaptado de seu espetáculo Viniciarte.

Em 2013 estreou o show literário-musical Trilha da Vida Loca, em que interpreta contos inspirados em clássicos musicais da dor de cotovelo, acompanhado do parceiro Felipe Breier (voz e violão). Neste mesmo ano lançou o livreto Trilha da Vida Loca – Contos do amor doído (em formato bolso), com os contos que lê no show.

Em 2014 retomou em São Paulo o sarau Bordel Poesia, criado em 2009 quando passava temporada m Fortaleza.

.

.

VINICIUS SHOW DE MORAES (clipe)

.

BORDEL POESIA
O sarau mais sedutor da cidade

.

.

.

CARREIRA LITERÁRIA

Os primeiros textos são versinhos para as professoras do primário. Depois vêm as redações do colégio e os poemas da adolescência. Entre os 20 e 30 anos a questão financeira e a necessidade de experimentações falam mais alto e RK direciona as energias para diversos projetos artísticos e culturais, envolvendo viagens, música, publicidade, vídeo e produção de eventos, o que faz com que o velho sonho de ser escritor fique em segundo plano ‒ mas não esquecido.

Em 1993 começa a escrever crônicas para jornais de Fortaleza. Em janeiro de 1995, aos 30 anos, larga tudo (faculdade de Letras, produção de eventos e sua banda Intocáveis Putz Band) e se muda para a cidade do Rio de Janeiro, disposto a investir na carreira literária. Retornaria a Fortaleza em 1997, com dois livros publicados pela editora Universalista.

O primeiro livro, Quem Apagou a Luz? (1995), é um resumo de suas ideias espiritualistas à época. Apesar de publicado por uma editora muito pequena e com distribuição ineficiente, chega à 5a. edição, vendendo sete mil exemplares, abrindo as portas do mercado para o autor e a editora. O sucesso do livro, porém, é freado dois anos depois pelo próprio autor, desinteressado em prosseguir tratando das ideias do livro e incomodado com o possibilidade de ser conhecido como autor de autoajuda. Este livro não foi mais editado.

Em 1996 a Universalista publica seu primeiro romance, O Irresistível Charme da Insanidade, uma história de amor e viagens no tempo, com pitadas de sexo, uísque e blues.

Em 1997 RK volta a viver em Fortaleza e lança seu terceiro livro, Guia Prático de Sobrevivência para o Final dos Tempos (que depois seria relançado com o nome Guia de Sobrevivência para o Fim dos Tempos). Nos nove contos que formam o livro, o fantástico e o sobrenatural estão sempre presentes, levando os personagens a intensos conflitos com o mundo e consigo mesmos ‒ um reflexo da crise pessoal que o autor vivia na época.

Em 1998 RK deixa a editora Universalista e lança seu primeiro livro independente, e que se tornaria o mais polêmico: Baseado Nisso – Viagem pelo universo folclórico da maconha (o subtítulo depois mudaria para “Liberando o bom humor da maconha”). O livro traz contos que abordam, com bom humor, o universo dos usuários e também um glossário com termos e expressões canábicos, ilustrado pelo desenhista Hemetério. A primeira edição de mil exemplares é bancada pelo próprio autor e se esgotaria em 2005.

Em 2000 a editora Elevação compra os direitos sobre o Guia Prático… e o republica.

Em 2003 RK lança Matrix: o Segredo dos Predestinados, livreto de bolso contendo artigos sobre o filme Matrix. A ideia nasceu nas palestras que RK fazia sobre o filme Matrix desde 2000 e seria o embrião do livro Matrix e o Despertar do Herói, que publicaria em 2005. É a primeira publicação da Miragem Editorial, selo criado pelo autor para editar seus trabalhos independentes. A partir daí, até 2010, todos os seus livros seriam lançados por esse selo.

Ainda em 2003 RK lança A Arte Zen de Tanger Caranguejos, (formato padrão e bolso) uma coletânea de crônicas, algumas inéditas e outras publicadas em jornais, revistas e sites na internet. O livro se divide em três partes, a primeira reunindo textos onde a tônica é o bom humor e a irreverência, a segunda com textos sobre cinema e a terceira parte com crônicas de teor mais reflexivo.

Em 2004 RK passa a escrever a coluna Kelméricas no jornal O Povo (Fortaleza), publicando crônicas, contos e artigos.

Em 2005 lança Matrix e o Despertar do Herói – A jornada mítica de autorrealização em Matrix e em nossas vidas (formato bolso). Nesse novo livro o autor se utiliza da mitologia e da psicologia do inconsciente para investigar a estrutura mitológica do enredo de Matrix (o mito da jornada do herói) e compara a aventura de Neo ao processo de autorrealização do ser humano, numa linguagem simples e direcionada ao público médio.

No mesmo ano RK relança Guia Prático de Sobrevivência para o Final dos Tempos e O Irresistível Charme da Insanidade, ambos em formato de bolso e reescritos, sendo este último com um novo final. Este romance possui uma trilha sonora, disponibilizada na internet.

Ainda em 2005 RK relança, em formato de bolso e reescrito, Baseado Nisso, alterando o subtítulo (para “Liberando o bom humor da maconha”). A nova versão mantém as ilustrações do desenhista Hemetério na capa e contracapa e traz quatro novos contos. Neste mesmo ano o livro A Arte Zen de Tanger Caranguejos também é relançado em formato de bolso.

Em 2007 RK lança dois livros novos, em formato de bolso. Blues da Vida Crônica traz os temas prediletos do autor (sociedade, relacionamentos, arte, internet, drogas, futebol, política, misticismo, Natureza, erotismo, mulher…) numa seleção de 46 textos, representando o melhor da produção de crônicas do autor entre 2003 e 2006. Todas as crônicas são inéditas em livro e a maioria foi publicada na coluna Kelméricas do jornal O Povo (Fortaleza).

O outro livro é Guia do Escritor Independente (formato bolso), um resumo da palestra/oficina que RK apresenta em colégios, faculdades e espaços culturais. Nele o autor mostra que as mudanças na sociedade e as novas tecnologias fornecem cada vez mais aos escritores a possibilidade de desenvolver suas carreiras sem necessariamente estarem ligados a alguma editora. Com sua experiência no mercado editorial oficial e alternativo, RK mostra que hoje é possível publicar, divulgar e vender a própria obra usando-se a internet e outros meios alternativos, baratos e eficientes.

Em 2008 RK lança Vocês Terráqueas – Seduções e perdições do Feminino (formato padrão), um livro com 36 contos e crônicas nos quais RK mistura humor e erotismo para celebrar a Mulher em suas diversas e irresistíveis encarnações. É seu primeiro livro com versão eletrônica: além da tradicional versão impressa, Vocês Terráqueas também foi lançado em versão pdf e livro-blog.

Ainda em 2008 cria o Blog do Kelmer (blogdokelmer.com), onde passa a concentrar seu trabalho de escritor, roteirista e agitador cultural.

Em 2011 publica pela Editora Artepaubrasil seu romance O Irresistível Charme da Insanidade. O livro, que foi reescrito e ganhou uma nova conclusão, marca seu retorno ao circuito editorial oficial, do qual estava afastado desde 2005.

Em 2012, para divulgar seu livro O Irresistível Charme da Insanidade, cria o projeto Turnê do Livro, que consiste na circulação permanente de 27 exemplares do livro pelo país, sendo um para cada estado, permitindo aos leitores lerem e repassarem de mão em mão, e concorrerem a vales-compra na livraria Artepaubrasil.

Ainda em 2012 a Editora Arte Paubrasil publica Guia de Sobrevivência para o Fim dos Tempos, seu livro de contos que havia sido publicado em 1997 pela Editora Universalista e reeditado por conta própria em 2005 em formato de bolso. Para esta nova edição, RK reescreveu os contos (alguns mudaram bastante) e alterou o título.

RK201411-253c1Ainda em 2012 a editora russa Impeto publica Guia do Escritor Independente em esperanto (Manlibro de la sendependa verkisto) e em formato de bolso.

Em 2014 a Editora Arte Paubrasil publica Indecências para o Fim de Tarde, livro de contos eróticos, com uma seleção de textos escritos entre 1989 e 2013.

Apesar de pretender sempre manter uma parte de sua carreira independente, RK não descarta negociar sua obra com editoras de distribuição nacional.

.

.

LITERATURA – COMEÇOU COM A PROFESSORA…

Com nove anos de idade iniciei minha produção literária, escrevendo versinhos de aniversário pra dona Conceição, minha professora no colégio Santo Inácio. Como você pode ver, eu já era meio interesseiro…

Depois tomei gosto: vieram as redações, os poemas e os contos eróticos que meus colegas liam escondido nas aulas ‒ começava aí minha perigosa carreira de corruptor da juventude. Decidi que seria escritor ainda menino, mas eu era covarde demais pra assumir a sina. A coragem só veio aos 30 anos.

Necessidade orgânica, urgência espiritual ou pra não ser covarde? Não sei exatamente por que escrevo. Só sei que a palavra escrita tem muito poder: ela reorganiza a vida em mim. É escrevendo que recrio o mundo e me entendo com meus demônios. Acho que no fundo é isso: escrevo pra não enlouquecer de vez.

Sou andarilho, artista, meio índio. Louco alucinado, sonhador, possuído, apaixonado, tarado véi seboso, descabelado, chato, brega, sem-noção, ridículo, insuportavelmente otimista e pentelho das minhas causas impossíveis. Sinceramente? Me acho meio bizarro. Mas tem gosto pra tudo, né?

Gosto de gente doida e coisas absurdas. Adoro futebol, controle remoto e sexo selvagem no convento. Tô aprendendo a não me levar muito a sério e a ser o primeiro a me ridicularizar. Tenho alguns guias na vida: o taoísmo, a psicologia junguiana, o xamanismo e a mulher. E sou não fumante sindicalizado. Ah, e contenho glúten. É isso aí.

.

.

LIVROS PUBLICADOS
Relação completa, não incluídos os livretos de coletâneas

Quem Apagou a Luz? - Certas coisas que você deve saber sobre a morte para não dar vexame do lado de lá. Editora Universalista, 1995. Ensaio.

Guia de Sobrevivência para o Fim dos Tempos
Contos. Editora Universalista, 1997. Editora Elevação, 2000. Miragem Editorial 2005. Editora Artepaubrasil, 2012.

Baseado Nisso – Liberando o bom humor da maconha
Contos + glossário de termos e expressões. Miragem Editorial, 2005.

A Arte Zen de Tanger Caranguejos
Crônicas e artigos. Miragem Editorial, 2003.

O Irresistível Charme da Insanidade
Romance. Editora Universalista, 1996. Miragem Editorial, 2005. Arte Paubrasil 2011.

Matrix e o Despertar do Herói - A jornada mítica de autorrealização em Matrix e em nossas vidas
Ensaio. Miragem Editorial, 2005

Blues da Vida Crônica
Crônicas. Miragem Editorial, 2007.

Guia do Escritor Independente - Como publicar livros e gerenciar a carreira literária.
Dicas. Miragem Editorial, 2007.

IFTRKDiv-12Vocês Terráqueas – Seduções e perdições do Feminino
Contos e crônicas. Miragem Editorial, 2008.

Indecências para o Fim de Tarde
Contos eróticos. Arte Paubrasil 2014.

.

.

.

.

COMENTÁRIOS

01- Caro Ricardo , Fiquei sendo seu fã desde que em 1999 qdo assiti a uma palestra tua no auditório do colegio capital sobre o filme MATRIX. O fato é que ouvir aquelas tuas palavras me levou a uma pesquisa igual “A ILHA”. Continue sempre assim… em constante questionamento consigo mesmo pois acredite foi assim que passei a ser uma pessoa melhor. Luiz Ferreira de Sousa Junior, Fortaleza-CE- nov2004

02- Olá Ricardo, Fiquei contente por te reeencontrar na web. O site está bastante mais prático e organizado, sim senhor. Espero que estejas feliz, fazendo o que gostas. Valeu a pena mesmo dar o chute dos 30 ;) beijos. Susana Xavier Mota, Leiria-Portugal – mai2005

03- Adorei!! Como você é profundo e consegue descrever a alma feminina assim? Visitei o seu site e assim pude conhecê-lo um pouco melhor, fiquei maravilhada!! Como é bom poder compartilhar dos seus escritos,mais uma vez: Muito prazer em lhe conhecer!!! Renata Fiorinni, Rio de Janeiro-RJ – mar2005

04- Faz tempo que sou sua admiradora silenciosa. Apesar de não ser muito assídua no mundo virtual, pois tenho dois filhos pequenos, sempre que sento e recebo um e-mail seu leio e gosto. Sabe aquela sensação de ler algo e pensar: que idéia legal porque eu não pensei antes? Cada vez chego mais a conclusão de que as melhores idéias (ou as que mais te agradam) estão sempre associadas a esta sensação. Vera Sabóia, Fortaleza-CE – jul2005

05- Oi Ricardo, Sabe você tem algo mágico que não sei dizer bem ainda, mas com certeza vou descobrir. Acho você encantador, com suas histórias e as vezes me vejo nelas. Adoro você. Beijos de Sua Fã. Cacilda Luna, Fortaleza-CE – jul2005

06- A busca pela psique, pela espiritualidade, o gosto pela palavra escrita… O teu imaginário é sublime e para mim é uma delícia ler o que escreves. um beijo. Ana Valeska, Fortaleza-CE – ago2005

07- gosto muito do que você escreve. simples e muito natural. e me inspirei em você(na sua bela) para construir uma prostituta que fiz em um texto do alberto de abreu. acho que a foto tá no meu flog (flogao.com.br/frutilidades). Daniela Costa, Brasília-DF – out2005

08- Não o conheço pessoalmente
Mas conheço a sua alma através dos seus textos
Não tenho muito a dizer
Se perguntassem sobre ele, diria:
O homem que melhor escreveu sobre Jim Morrison
O homem que me fez chorar lendo o Jornal O Povo em um fim de tarde com uma saudade vazia…
E de repente a saudade se tornou algo real por alguns minutos entre aquelas linhas…
O homem que aumenteou, se é que isto é possível, a minha saudade do que não vivi.
Esse é o Ricardo Kelmer. Pelo menos pra mim.
Beijos! Um brinde ao Rei Lagarto!
Elisângela Aguiar, Fortaleza-CE – out2005

09- Tornei-me sua fã recentemente desde que li um texto seu na página do IG. semanalmente abro seu site para ver as novidades. Você parece ser um estilo raro de homem não o conheço,mas mesmo assim me identifiquei algumas de suas produções,outras fiquei um pouco cismada como no caso de “lolita” me senti agredida não se foi porque já pasei dos trinta, ou se porque como mãe de duas garotas e ainda mais sendo professora tive a impressão de que estava lendo uma apologia ao sexo com menores de idade. De qualquer forma voltei outras vezes para desfrutar de suas idéias,li e vi sua revelação nos quarenta anos,Adorei seu texto suas fotos então…. bjs e muito sucesso!!!! Sua fã. Diva645 , Rio de Janeiro-RJ – out2005

10- Diga ai, vc um quarentão enxuto só vai ficar velho mesmo quando voltar a sua galáxia. Nossa, por trás daquelas sacanagem toda, rola uma pessoa pra lá de especial, talentosa, amigo e um ótimo profissional só podia ser de libra mesmo. E tenha certeza que vc é muito amado mesmo por muitas mulheres tá solteiro é porque quer, pois opção não te falta viu, eu sei que vc preza muito a sua liberdade e tal. Mas tirando as questões materiais, sua alma é linda e encantadora. Vi suas comunidades, mas não consigo te ver naqueles perfil em comunidade a energia que eu sinto é de uma pessoa detalhista e muito tranquila e aquelas comunidade algumas delas é só brincadeira de um E.T que quer curtir o planeta terra. Maria Auxiliadora, Campina Grande-PB – nov2005

11- Conheci o Ricardo através do Caboca ( site cultural de fortaleza) trabalhei em algun eventos com ele..e depois quando descobri seus escritos passei a tê-lo como meu mentor…rs E ele nem sabe…. Ele é louco mas não morde não…pelo contrário…o Ricardo é o CARA !!!! Fabiano Brilhante, Fortaleza-CE – nov2005

12- Kelmer e eu pertencemos a uma fraternidade secreta (ih, lá vai o segredo) chamada “Ensaboados da Nova Consciência”. Essa irmandade encontra-se regularmente em Campina Grande no período do carnaval. Em nosso primeiro contato, ele palestrava sobre o Matrix, palestra que resultou no livro que neste momento (às 13:20 de 01/12/2005) tem sua capa exibida como tema desta comunidade. A curiosidade me fez descobrir que morávamos na mesma cidade (Fortaleza, na época), convidei-o para um bate-papo com uns amigos que também se interessavam pelo tema. E assim passamos a desenvolver uma amizade que tem tido seus pontos altos nas conversas que temos tido em Campina Grande durante o Encontro para a Nova Consciência. Sou fã de seus textos, dos escrachados aos filosóficos, de seus livros, de suas músicas e de sua pessoa. Tenho em boa conta suas opiniões, que em geral, embora polêmicas, têm um direcionamento ao novo paradigma da humanidade. Bem, acho que falei demais… Paz a todos, P.S.: Kelmer , isso foi só prá despistar os terráqueos bobões que não entederiam o paradigma espaço-temporal em que estamos excluídos. Saudações markansianas a você companheiro das estrelas. Marcus Markans, Fortaleza-CE – dez2005

13- Tenho saudades de ouvir vc no programa Por uma cultura de paz. Vc tem uma voz!!! Kathia Albuquerque, Fortaleza-CE – set2006

14- Nossa Kelmer!! vc continua o Ricardo cheio de boas idéias que conheci e passei a admirar instantaneamente nas noites insanas e dengosas(rolou um plágio!!) de Fortaleza. Eveline Peixinho, Rio de Janeiro-RJ – nov2006

15- Me caro irmão Ricardo (saiba que tenho você como irmão), Sua autobiografia está muito boa, embora você tenha esquecido de comentar sobre os desenhos e falas que você fazia dos super-heróis Marvel na infância. Não lembra? Passava horas desenhando (as primeiras ficaram uma merda,mas depois até que pegou o jeito..tô brincando cara!) Um grande abraço! Do amigo Asclépios Franco, Fortaleza-CE – jan2006

16- Ricardo, So pra te dizer que li todos os contos e estou aqui rolando de rir! Seu sarcasmo eh perfeito, alguma editora tem que descobrir esses textos hilarios que voce escreve e publicar um livro… Ana Claudia Domene, San Diego-EUA – jun2006

17- RK, estou virando sua fã de carteirinha… A sua irreverência me faz bem, o seu humor sarcástico é um desafio, e você é uma G-R-A-C-I-N-H-A! Tá bom, tem horas que você rasga o verbo… mas esse é o seu charme. Beijo da Bellinha Sandra Ribella, Limeira-SP – jun2006

18- Parabéns por toda a inventividade que percorre tua escrita e tua vida. Patrícia Rochael, Goiânia-GO – jun2006

19- é eu conhecí ricardo quando ele tocava no pirata na abertura do show do falcão! pelos bares da praia de iracema ( antes do dominio das colegas putas) bons tempos aqueles… Michele Diamanti, Taranto-Itália – jun2006

20- VOCÊ É MUITO SENSÍVEL .. ISTO É UMA QUALIDADE DE ESPÍRITOS EVOLUIDOS .. METADE DO CAMINHO JÁ PERCORRIDO .. beleza, está indo muito bem …. QUE DEUS CONTINUE ILUMINANDO VOCÊ, E TODOS QUE FAZEM PARTE DA SUA HISTÓRIA .. MUITA PAZ INTERIOR PARA QUE A ESPIRITUALIDADE MAIOR CONTINUE TE INSPIRANDO E INTUINDO POESIAS, CRÔNICA, ENFIM, TEXTOS MARAVILHOSOS, que, embora tenha lido poucos, MAS, TENHO CERTEZA QUE SÃO ÓTIMOS .. SAUDAÇÕES. Lucimar Rabello, Vila Velha-ES – jul2006

21- Leio habitualmente sua coluna no jornal O POVO moro em Fortaleza. Aceite se quizer. As vezes sinto vontade de escrever algo quando leio suas colunas que me despertam: vezes risos, vezes indignação, vezes tempo ganho, vezes tempo perdido e vezes gosto do que você escreve. Quanto ao seu perfil nada de surpreendete deve também algo ser mentira.Não vou passar mensagens prontas para você nem correntes, quanto a orações nem chego a fazer o suficiente por mim. Magina se vou perder tempo passando oração pra vc.. Se acha que precisa que o faça.Tambem não pense que me apaixonei por vc.Sou apaixonada por meu marido de 53 anos que parece ter sessenta e o quero como se tivesse 20. Também não o interesso para genro.Até logo ou até nunca. Francisca das Chagas, Fortaleza-CE – jul2006

22- Você sempre me provoca dois sentimentos: o primeiro é de inveja, porque gostaria de escrever como você escreve; o segundo é de prazer, o prazer de ler você, o prazer de saber que você vai escrever de novo e eu vou ler novamente. Nem conheço você muito bem pessoalmente, mas dentro da minha mente você é um velho conhecido. Bjs. Virgínia Lígia Freitas, Fortaleza-CE – jul2006

23- desejari ter um pouco do seu dom para conseguir colacar na oralidade o que sinto quando leio o que escreve , é interessante o dom que tem para juntar palavras conhecidad e fazer delas um caminho para viagens tão fantásticas. parabéns!!! Valéria Moraes, Cordeiro-RJ – set2006

24- Continua escrevendo pra não enlouquecer, continua escrevendo pra não ser covarde, e…continua escrevendo pra me enlouquecer. Adriana da Silva de Souza, Porto Alegre-RS – set2006

25- Sou sua fã e admiradora. Ler sua coluna é para mim, uma oração diária.Vc é sensacional!!!!! Bjos. Ângela Gadelha, Fortaleza-CE – set2006

26- Alô, Ricardo! Beleza? Aqui, que vos escreve, é Marcos. Sou baiano, moro no Rio desde julho de 2006. O primeiro texto seu que li foi “Queremos mulheres carnudas”, que recebi através de uma lista de discussão por e-mail. Sou amigo e colega de trabalho, da Petrobras, de Clarisse Furlani, jornalista cearense. Ela é namorada de Drawlio Joca, seu amigo. Conheci Joca também, gente finíssima. Figuraça! Aí passei a ser um frequentador assíduo da sua página. Curti muito e me identifiquei com o seu estilo. Simples, direto, inteligente e espontâneo. Meus mais sinceros parabéns. Também escrevo algumas crônicas, versos e contos. Já tem uns 4 meses que eu, com 25 anos, tomei a mesma decisão que você tomou aos 30. Saí do ármario e decidi levar a sério esse negócio de escrever. Estou mantendo um blog. Tenho vontade de trocar idéias sobre escrever com você. Aprender um pouco com quem já está no caminho há mais tempo. Acabei de ler o “Esfaquiei o deputado…” Muito bom! Seu texto conseguiu, de alguma maneira, traduzir o insconsciente coletivo. Esse é o segredo. Eu estava pensando um monte daquelas coisas que você escreveu. Meus parabéns mais uma vez! Já coloquei seu link no meu blog. http://coisasdemarcos.blogspot .com MSN: marcossiqueira2@hotmail.com abração! Marcos Siqueira, Rio de Janeiro-RJ – jan2007

27- Achei você bárbaro. Muito inteligente e interessante. Parabéns. Lais Paulinelli, Belo Horizonte-MG – jan2007

28- Cara na boaaa To apaixonada!!! hehehe Todo dia eu do uma espiadinha, e entro na sua pagina pra ler alguns trechos das suas obras…Um tesão de leitura! Parabéns Parabéns Parabéns! Amanda Gallindo Borges, Florianópolis-SC – fev2007

29- Olá, caro escrevivente! Há tempos me recordo de tua presença na VII Bienal do Ceará e de palestras no Centro Cultural BNB, além de acompanhar alguns textos teus no jornal. Aprecio tuas idéias, especialmente o despojamento arrebentador ou arrebatador de elitismos cults. Paola, Fortaleza-CE – mar2007

30- Caro Ricardo, Há uns meses que me peguei lendo suas crônicas e confesso que me perco completamente nas ruas, bares e cabarés dessa Fortaleza que não existe mais e que me dá tanto banzo por não tê-la. Parece que a caneta (ou teclas) comandam você. Avise-me quando estiveres aqui em Fortaleza que quero ter com você, certamente em suas palestras, saraus ou coisa que o valha! Um papo bom, inteligente e saudável é sempre bom! E saudável! Um forte abraço e parabéns! Humberto de Melo Batista, Fortaleza-CE – mar2007

31- Ricardo, desde uma entrevista sua na rádio Universitária FM em Fortaleza na última semana (7 de março 2007), que sou seu fã! pois, até agora estou tentando ter palavras para descrever o que achei de sua personalidade, excelente proficional, assim que puder comprarei todos os seus livros! Boa sorte! Andreson Monteiro, Fortaleza-CE – mar2007

32- Dear Ricardo Kelmer. Meu nome é Fernando Veras, 50, publicitário aposentado e escrevo cônicas para jornais do interior onde moro Camocim. Sou seu leitor e amigo de um de seus maiores fãs, o poeta Dunga Odakan. Li dois de seus livros e estranhei a falta do excelente “Quem apagou a luz” não estar em seu catálogo eletrônico”. Gostei muito do “Baseado Nisso” e sempre leio seus textos nos jornais e na internet. Fernando Veras, Camocim-CE - abr2007

33- adoro ler o que vc escreve, vc realmente noutra encarnação devia ser mulher, pois traduz nossos pensamentos, sentimentos, sensações mais intímos com muita propriedade. bjs. e sucessos!!!!! Sidiane Sobrinho, Macapá-AP – abr2007

34- Desde que li pela primeira vez sua coluna não consigo mais deixar de esperar que chegue quinta-feira para saber qual é a da vez. Suas histórias são muito boas sr das kelmericas… kkkk Muchos besos! Amanda Lopes, Fortaleza-CEjun2007

35- Oi Ricardo, entrei no seu site, li seus contos e me interessei pelas suas propostas…Aliás, que contos são aqueles?! Vc é muito bom mesmo…parabéns!!! César Lima, Lins-SP – jun2007

36- Olah, recebi um mail com uma de suas crônicas e foi paixão à primeira vista (no bom sentido, é claro!) … por isso predisponho-me para a deliciosa leitura de teus textos e novidades!!! Beijos. Aline Cerqueira, Feira de Santana-BA – jun2007

37- Querido Ricardo, Hoje foi mais um daqueles dias em que me peguei lendo suas crônicas, e claro, fiquei mais uma vez comovida! E percebi que me comovo até com seu humor maravilhoso! Fico sempre me perguntando: por quê? Por que isso sempre acontece quando leio as coisas que você escreve? A resposta? Ainda não encontrei. Talvez porque você consegue ver nas coisas mais simples o que quase ninguém vê. É como se você conseguisse sentir o que sinto quando passo por determinadas situações. E isso me toca de tal forma que não consigo explicar. Vânia Vieira, Fortaleza-CE – jun2007

38- Amo este homem,o Ricardo Kelmer ,ele é demais em tudo que escreve.Pena que nao pode participar da nossa comuna… Celinha Maia, Alemanha – Comun. Orkut Mulheres Repensando Conceitos – set2007

39- Adoro as crônicas dele,são tão lúcidas!!! Desde que conheci os escritos dele eu fiquei apaixonada.Ele tem muita coisa boa… Visite o site dele, o blog e verá. Morganacyber, Rio de Janeiro-RJ – Comun. Orkut Mulheres Repensando Conceitos – set2007

40- é um cearense,bem arretado… bons tempos…foram os meados da década de 90,qdo ele vivia aqui no Rio em nosso meio… hj,está por sampa… esse moço tem alma feminina,tão bem descreve o sexo oposto… Laura Machado, Rio de Janeiro-RJ - Comun. Orkut Mulheres Repensando Conceitos – set2007

41- Qual livro você recomenda? Uma perguntinha…estou pensando em comprar um livro do Ricardo Kelmer , pois gostei muito, muito dos seus textos on-line. Maaaaas…não consigo me decidir! :/ Por isso gostaria de idéias…qual livro vocês recomendam para ser o primeiro? Primeira vez, sabe como é… Muito obrigada! Mari, Chipre – Comun. Orkut Eu Leio Ricardo Kelmer – set2007

42- Adoro suas crônicas e descobri teu site recentemente… Estou me fartando com elas lá no site… Obrigada… Desde que comecei a lê-los, descobri que tb sou ex-traterrestre (embora todo mundo já me dissesse isso desde criancinha)… Claudia Gonzalez, Rio de Janeiro-RJ – mar2007

43- Kelmer, a melhor propaganda é a do BOCA A BOCA, apesar der não confiar totalmente no veículo até que funciona…uma amiga minha, Rejane Oliveira descobriu vc e nos apresentou. Achei muito bom o seu trabalho. Você até q Poderia contaminar outros homens com esse virussss… as coisas ficariam mais leves…. Aila Fonseca, Brasília-DFabr2008

44- Já marquei a sua estrelinha,pois eu admiro muito você,o seu trabalho e as suas palestras.Beijo. Bia Leite, São Paulo-SP – ago2008

45- só p/ lhe dizer da satisfação de ler seus livros e constatar que vc. é múltiplo,plural,alem do que está escrito em sua pequena biografia,vc. vai-se revelando,alem de escritor,músico,palestrante,etc,etc,você é um excelente psicólogo e sua cultura diversificada é cativante como seu senso de humor, e” muchas otras cositas más”…E que ótimo escritor…Parabens!!! Bjss. Leilah Carvalho, Recife-PE – mar2009

46- adorei seu espaço e a maneira como se comunica com os diversos universos…Sou uma apaixonada pelo ser humano, e encontrei em suas palavras a mesma paixão…PARABÉNS!!!! Stela Hoffman, Curitiba-PR – mar2009

47- sei que conselhos nada sao agradaveis de tentar se dar..mais por favor vejam o blog do RICARDO KELMER..pessoal da arte..nao deixem de ver… !!!!!! Rossana Kopf, Fortaleza-CE – mar2010

48- oiiiiiiii…sou d sp e moro atualmete nos eua. tenho amigos q me passaram seu blog, o qual ameiiiiiii!!! parabensssssssss. Tatiana Pryor, Lake Ozark-EUA – mar2010

49- srsrsrsrsrs…vc é divino…dabolicamente divino… …amo seus textos…sua fonte de inspiração deve ser louvada sempre…bjs meu escritor preferido… Sidiane Sobrinho, Belém-PA – abr2010

50- Sábado encontrei aqui uma pessoa de Fortaleza com a cara muito conhecida. Dijé. Ela falou que é muito sua amiga e eu me lembro demais dela, dos antigamentes de Fortaleza. E me disse: “Tu sabia que o Ricardo agora é um grande escritor??” CLARO QUE SABIA, se não sou eu que conheço ele desde criança!!!! Saudades, Beijos. Lilica, Lisboa-Portugal - abr2010

51- Li, entre sexta à noite e domingo ao meio dia, os livros “O Irresistível charme da Insanidade”, “Blues da vida crônica”, “Guia Prático de sobrevivência para o final dos tempos” e “Matrix e o despertar do herói – A Jornada mítica de autorrealização em Matrix e em nossas vidas”. Aproximadamente 680 páginas de leitura. De boa leitura e bons ensinamentos. E boas risadas. João Bosco de Oliveira Junior, Fortaleza-CE – abr2010

52- Gostei do seu livro mais recente, sim (da dedicatória, sobretudo), e de reler os anteriores. Faço sempre isto quando sinto falta das peculiaridades da minha terra, gosto de como você escreve, com poucas ressalvas na linguagem e ainda assim lindamente culto. Natural com as palavras. Acho que é assim quando se ama o humano em nós, não é? Deve ser. Christiane Oliveira, João Pessoa-PB – abr2010

53- adoro seu trabalho… é maravilhoso..! bjussssss… no seu coração… Cida Brígido, São Paulo-SP – mai2010

54- Eu conheci o blog por meio do jornal O POVO, uma matéria sobre as dificuldades que os escritores novos têm de divulgar e vender os seus livros. Gostei da matéria e acessei o blog. Gostei do blog, do seu modo irreverente e verdadeiro de escrever. E estou aqui querendo ser uma leitora vip. Maria Amável Sobrinha, Fortaleza-CE – mai2010

55- Cada dia que descubro algo do seu trabalho, gosto cada vez mais!!! Engraçado… Acabei descobrindo seu trabalho “por acaso” na net, e agora já sou sua fã! rsrssrs. Andréia Cristina, Natal-RN – set2010

56- Já te disse que sou muito fã do seu trabalho? adoro o blog, visito sempre que preciso me conhecer melhor! Nina Vieira, Criciúma-SC – set2010

57- Oi Ricardo! O talento e lucidez com que escreve sobre os mais variados assuntos sempre me encanta. Visito seu site com certa freqüência… Tenho grande admiração por ti! Grande Beijo! Elaine Martins Faria, Niterói-RJ – set2010

58- Ola Ricardo, Sou leitor assiduo do teu blog ha muito tempo. Ja nem lembro mais como cheguei la, mas sei que cheguei e adorei. Abro-o todos os dias. Pepe Silva, Maputo-Moçambique – out2010

59- Em dezembro vai fazer 2 aninhos que eu, navegando por este insondável oceano virtual, te encontrei com as suas tão divertidas e inteligentes estorinhas. E tão eroticamente doidinhas tb.  Sabia? Pois é…. os maluquinhos sempre se encontram pela vida, seja na vida real, virtual ou sideral.  E todos os maluquinhos são tão divertidos. E muuuuuuito criativos. O Menino Maluquinho, de Ziraldo, nunca saiu do meu juízo :-) Patrícia Lobo, Salvador-BA – out2010

60- Rapaz, sabe que não me recordo de que maneira conheci seus textos?? Sei que foi uma daquelas descobertas boas que a gente fica abobado uns dias, feliz da vida por ter encontrado algo tão bom! Mais ainda quando li que você era fã do Sabino! Ah!! Taí, acho que procurei no Google algo sobre Cuba, e achei um texto seu, por acaso, a partir de então li tudo que me apareceu! Cara, seus livros, por enquanto, só encontro em sebos?? Gostaria muito de tê-los em versão física. Dá aquela sensação boa de poder botar na estante, pegar sempre que der na telha, proximidade. Parabéns! Encontro no seu texto uma alegria de viver que me inspira muito! Uma leveza, como que uma grande fé na vida, mesmo com todos os problemas, uma força que passa longe da tristeza! Thiago Cunha, Governador Valadares – nov2010

61- Ricardo é uma estrutura vivente sem par. Apaixonante, há nele um murmúrio de lago tranqüilo, desses que a gente se debruça desarmada e ouve…sem pressa. Gente…ele existe…é tem pés e mãos, tem humor e reações humanas…e dança! Do jeito dele, claro. Ricardo pode não pertencer a este mundo, e pode ter potencial além do que exige nossa humanidade imperfeita. Mas ele vive aqui, pertinho… E eu estou longe de ser escritora, meu amigo, mas te agradeço por existir. Agradeço pelo livro e pela dedicatória. E me deve outro beijo…. (sobospesdabruxa.blogspot.com) Sandra Xavier, Poá-SP – nov2010

62- Aprecio seu trabalho da coluna “Kelméricas’ do OPOVO, e dos seus textos em sites e blogs. Parabéns pelos livros e obrigado pela sagacidade e humor da sua escrita! Francélio Figueredo, Fortaleza-CE – dez2010

63- Ricardo, sou seu fã de carteirinha, os textos são maravilhosos, excelentes. Muito obrigado pelas senhas, estou ansioso para começar a ler. Abraços. Ivan Martins, Fortaleza-CE – fev2011

64- Total parabens meu querido!! O mínimo que vc faz é arrasar (risos)!! Ninguém conhece mais sobre o mundo feminino do que tu!!! Coisa como sexo virou uma coisa natural com a sua presença, e pode ser comentada em qualquer lugar, a toda hora!! Muitos abraços!! Marcio March, São Paulo-SP – fev2011

65- Eu sou fã de carteirinha! Addddooooorrrooooo a forma despojada, leve, bem humorada que trazes consigo de assuntos sobre sexualidade. Traz uma linguagem fácil, inteligivel, gostosa e não apelativa. Espontaneidade é sua marca! Amei a entrevista com o ateu! Falas do universo feminino com pitadas filosóficas e psicologicas sutis que deixa tudo muito rico! Queres mais? Já joguei toda minha purpurina guardada pro carnaval! Estou te acompanhando.. Grande beijo! Maísa Matos, Fortaleza-CE – mar2011

66- Que fantástico! Vc está de parabéns! Seu blog é muito bem “transado”. ;) Quanta coisa diferente!!! Obrigado, grande Kelmer! Abraço. Sergio Viula, Rio de Janeiro-RJ – mar2011

67- UM FORTE ABRAÇO, PRA VC E MAIS UMA VEZ, PARABÉNS, PELOS LIVROS, PELO SEU BLOG, POR SUAS IDÉIAS, TÃO MARAVILHOSAS, INQUIETANTES, QUESTIONADORAS, PROPOSITIVAS, ENFIM, NÃO TENHO MAIS ADJETIVOS. Iolanda Santos, Fortaleza-CE – jun2011

68- Pra quem conhece e, principalmente, para aqueles que nunca ouviram falar ou leram Ricardo Kelmer, deixo, simplesmente isso: um dos melhores escritores contemporâneos! O cara é fera em tudo; excelente poeta, ator, escritor, intérprete… Lúcia Gonczy, São Paulo-SP – jun2011

69- vc sabe que me curvo diante de sua maturidade literária. sou sua fã assumida… obrigado querido. Érika Zaituni, Fortaleza-CE – jul2011

70- Querido, muito prazer e alegria em compartilhar um Planeta, Um Tempo-espaço com Você… Gratidão… Adoro seus escritos, fazem Viajar!!!! Lua Cândido, Fortaleza-CE – set2011

71- já tinha ouvido falar nas tuas festas… toto mundo ja ouviu falar hehehe. e to na maior vontade agora de ler o teu livro. p falar a verdade, sou sua fã… fã de como vc transforma sua vida em uma vida prazeirosa, vejo seu blog, sei de suas conquistas e o q faz por ai… hehehe. Andréa Santos Góis, Toscana-Itália – out2011

72- Meu amigo escritor, Obrigada! Li algumas de suas histórias e não pude deixar de agradecer pelo seu humor e pelo seu brilhantismo em escrever histórias tão pessoais. Eu realmente adorei. Vou dormir feliz. Boa Noite. Dani Quartarolli, São Paulo-SP – nov2011

73- Olá Kelmer. Desde out de 2011 (encontrei por acaso no mecanismo de busca do google ao buscar uma palavra específica) que eu venho lendo os artigos do seu blog, confesso que quanto mais leio mais empolgada e apaixonada fico. Admiro na sua forma de escrever a leveza e a forma sutil que você brinca com as palavras, sem falar no conteúdo que muitas vezes me levam às nuvens. Parabéns pelo seu trabalho, continue a escrever e que Deus te proteja, sempre. Um Beijo. Paula Cristina, Fortaleza-CE – jan2012

74- Muito bom, como você escreve,li na ultima edição / jornal do parque um texto seu,continuarei a ler…Hoje lembrei de um fato que ocorreu qundo estava passando um tempo em campos do jordão(2002) dentro de uma comunidade. Todos os dias na hora do almoço faziamos leitura em grupo, e uma dessas leitura foi um artigo sobre Matrix escrito por você,depois disso passei a olhar o seu blog. bj. Carol Lima, Fortaleza-CE – jan2012

75- Ricardo, pode parecer viagem, talvez seja mesmo. Gosto muito de vc. Talvez porque vc me permita lembrar uma parte de mim que estava morta. kkkk. naquela noite que te escrevi pela primeira vez eu estava doente da coluna com a sensação de que o mundo inteiro estava existindo menos eu …qdo recebi o link do seu post um ano de seca consegui me entreter. depois que escrevi aquele email, senti que talvez vc seria o unico que podeia entender sem julgar, mesmo sem me conhcer e sem eu te conhecer. acredite, eu nunca mais fui a mesma kkkkk. terapia mais louca essa.  entrei em contato com uma parte minha muito viva, louca, criativa, livre… e vc me ajudou a refletir isso, mesmo sem saber. S. A., Fortaleza-CE – mar2012

76- Cara, tô perdendo noites de sono no teu blog! Parabéns pelas crônicas, séries eróticas e tudo mais :-) o teu perfil erótico é diferente, na verdade difere pq é um homem q ta escrevendo né, nunca tinha lido com essa perspectiva. eu nunca tinha lido algum conto erótico com a visão masculina, fica muito melhor falar de sexo qnd não se mede palavras, seus contos não são mecânicos, a leitura rende. Isadora Baptista Monteiro, Barretos-SP – mai2012

77- Desde bem nova que eu te leio…Não sei bem a ordem dos fatore: se a mulher livre se desprendeu lendo Kelmer ou se ela lê Kelmer porque é livre! Não se precisar ao certo; só lembro que, aos 15, pedi “Mulheres que correm com lobos” de aniversário, acho que por indicação sua. Hoje eu ainda sou “novinha”, só tenho 21. Mariana Melo, Maceió-AL – mai2012

78- Olá Ricardo Kelmer,antes de mais nada,gosto muito do seu trabalho.Moro no RJ há 28 anos e mesmo assim continuo mantendo contado com o meu Ceará e foi através de sua coluna Kelméricas do jornal opovo que conheci a sua literatura. Parabéns!você está à frente. Um grande abraço! Francisco Coelho, Rio de Janeiro-RJ – jun2012

79- Ricardo, vc tem muito talento cara, suas cronicas nos dois livros que li são bem deliciosas ao leitor, engraçadas, elas são textos maravilhosos que da muita vontade de ler… Valeu! E minhas próximas leituras será: O irresistível charme da insanidade e um ano de seca. Ana J Souza, Fortaleza-CE – jul2012

80- Adoro o blog… Comecei a ler por acaso, ao receber um email de uma amiga, e agora sou fã rsrsrsrsrs. Vika Mancini, Leme-SP – jun2012

81- Esse seu Blog é DO KRL! UHUHUSHSUHSUHSUHSUHSUHUHS Pense…. ADOGUEIIIII!!!!!!!!!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Tamara Colares, Fortaleza-CE – set2012

82- Eu realmente estou encantada pelo seu trabalho.Sucesso pra você. Joanna Rosa K, Fortaleza-CE – nov2012

83- acho que teu blog tem algum estímulo viciante ou sei lá o que, não conseguia parar de ”pular” de página em página :D é um blog bem organizado e faz o leitor ir ficando e ficando mais. Herlene Santos, Fortaleza-CE – dez2012

84- Vc é muito massa, autÊntico e vários outros adjetivos que já devem ter te rotulado….hehhehe. Dadynha Saturnino, Fortaleza-CE – dez2012

85- Olha só, parabéns por seu trabalho, suas crônicas são massa: uma mistura de humor, reflexão, sensatez e, claro, uma pitada de loucura. Fernanda Santos, Fortaleza-CE – dez2012

86- Vc tem muita sensibilidade nos seus textos! Acho que vc deve ser um bom observador, pq seu ponto forte tá aí, nos detalhes. A gente se vê, de alguma forma, na sua escrita. Sua descrição, seja de pessoas ou atos, é sempre instigante! Dalu Menezes, Fortaleza-CE – dez2012

87- Chama eterna pra gente doida e amigos fiéis! Kkk eu quero dizer que eu vou ficar na lista dos amigos fiéis! Kkkk de perto ninguém é normal mesmo. Adoooooro suas deliosas maluquices. Ivonesete Rodrigues, Fortaleza-CE – mar2013

88- kelmerrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr hipnotizante seu blog. rs. ate agora to so nos arquivos secretos. rs. a pouca vergonha do escritor peladao é ooooootima. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Bruna Barros, Campina Grande-PB – abr2013

89- Saudade de conversar com o escritor que me fez abrir os olhos para o feminismo e por isso, sou muito mais livre hoje não totalmente, mas encontrei mais liberdade depois da tua palestra na FAC, obrigada eternamente! Herlene Santos, Fortaleza-CE – mai2013

90- te vi uma vez na cama opssssss!! no programa da Regininha Duarte e virei fã e seguidora do teu blog. bom pra caralho!! parabéns! Débora Araújo, Fortaleza-CE – mai2013

91- Ricardo, meus alunos das novas turmas leem teu blog e comentam sempre a mesma coisa: ele é doido! Kkkkkkkkk. Mas é interessante pq eles percebem a essência dos teus textos e, na verdade, é isso que vale, né? As meninas, de vez em qd, perguntam como vc é, rs… Leitorinhas salientes, rs… Dalu Menezes, Fortaleza-CE – mai2013

92- vou sempre no seu blog me deliciar com os seus textos… Gerliane Campello, Peritoró-MA – mai2013

93- Adorei suas crônicas. Bjos ;) Taís Krugmann, Campo Grande-MS – jun2013

94- Sempre leio alguns artigos seus; meu amigo artista!!Parabéns por seu trabalho. Tibério Pessoa, Fortaleza-CE – jun2014

95- Vc e seus textos continuam fazendo o maior sucesso com as minhas turmas… E com as minhas alunas, em especial, do jeito que vc gosta! Rs.
Beijos!! Dalu Menezes, Fortaleza-CE – set2014

96- Seu blog é divamente explêndido, a perfeição, juro! rs. Nossa como eu me superidentifiquei com suas histórias, me sinto mais leve, leio seus contos e dou gargalhadas sozinha. Me sinto mais feliz quando abro seu blog. Só fiquei muito triste porque, não vi na sua agenda, Santa Catarina. Queria eu acompanhar seus passos, seus shows mais de perto. Bjss!! Cristina Purcina de Campos, Imbituba-SC – nov2014

97- Boa tarde! Nem acredito que te encontrei na véspera do lançamento do seu livro! Estou torcendo pra que eu possa ir! Adoro teus contos! Amo teu blog. VC é maravilhoso !!! Tem minha admiração. Clélia Martins, Santa Quitéria-CE – dez2014


IFTDivFACEBOOKPag-09b

21 respostas para RicardoKelmer

  1. Beatris Rocha disse:

    Eu acho que eu me enquadro no “gente louca” e “amigas fiéis”.Bjs.

    Curtir

  2. MOHAN DAS disse:

    Eu ouvi falar de Ricardo Kelmer quando ainda existia um site chamado Garagem Hermética (Ô site-zinho bom) isso foi no começo da decada de 1990. O texto era sobre a Federação Galactica que vinha pegar um bag aki na terra he he he . . . . ! E ourtro falava no dia em que papai e mamãe ficaram muito loucos………………….!
    Curti muito esse lado do Kelmer, não conheco a produção literária dele mais a fundo portanto não posso dizer que sou seu fã, mas digamos que vou me empenhar he he he! Grande abraço……………………………..! Mohan Das

    Curtir

  3. Raissa Santiago disse:

    Bem eu estava na internet procurando um cronista para quem eu pudesse relatar algumas crônicas q escrevo.Não são de valias tão imensas como a de Kelmer e até mesmo por não conhecer a fundo ,mais bem q eu gostaria de passar para ele ver o nível de que elas estão.O blog é excepcional.Aguardarei o retorno!Um grande abraço Kelmer e sucesso.

    Curtir

  4. Margareth Novais disse:

    Os usuários do Hospital Dia Mental do Cariri, adoram seu livro “Vocês Terráqueas”,apresentado pelo Centro Cultural Banco do Nordeste ,na pesssoa de Paula Isabela.Adoram também sua visita! e aguardam retorno. Um Abraço, Margareth Novais

    Curtir

  5. Margareth Novais disse:

    Os usuários do Hospital Dia do Cariri, perguntam qunado será seu novo lançamento,pois eles aguardam mais literatura.Voce, deixou a saúde mental com mais saúde, após lançamento do livro. Um Abraço, de todos aqueles que brincam de viver!

    Curtir

  6. apolônia alexandrina disse:

    “INCULTA,BELA,DENGOSA E CRUEL” E “A MULHER LIVRE E EU”
    acabei de ler, adorei…talvez pela identificação.
    Não fui ao Sarau de poesia no Acervo Imaginário (fortaleza) por falta de tempo,espero poder ir a algum aqui em SP, ainda estou me situando por aqui.

    Curtir

  7. andre monteiro disse:

    olá ricardo,faz tempo que estava curioso p/ entrar em um “blog” só p/ ver como era…pois bem, acabei de descobrir! foi bom ter sido iniciado por vc.que ja conheço da casa do Marcão&Carol em Serra Negra e do “Baseado Nisso” que comprei p/ presentear meu amigo Fié,que é do ramo, e adorou!
    Bacana! dei uma geral e me surpreendi com temas e posturas suas que compartilho e cultivo cada vez mais…agora ando curtindo a “RESILIÊNCIA”,modo de encarar a vida e suas inerentes dificuldades, que desenvolvi intuitivamente e agora descobri que tem nome (este)e já teve seus principios devidamente sistematizados e agora divulgados em workshops….
    gostaria de ouvir ou ler sua opinião a respeito…
    abraços, ANDRÉ MONTEIRO.

    Curtir

    • ricardokelmer disse:

      Resiliência. Ato de retorno de mola; elasticidade. Trabalho necessário para deformar um corpo até seu limite elástico. Característica mecânica que define a resistência aos choques de materiais. Resiliência aplicada à vida cotidiana: resistência pra suportar situações difíceis e extrair delas a força que nos impulsionará em direção a situações melhores. O taoísmo fala sempre em harmonizar-se com a vida. Resiliência é uma forma de harmonização.
      Que bom que você gostou do blog, André. E que o Fié viajou no Baseado. Volte sempre!

      Curtir

  8. Marília Lima disse:

    Ele é meu mágico de Oz….

    Curtir

  9. …então, um final de semana, uma noite de sábado meio cansativo no Esp.Cultural, uma última mesa, uma taça de vinho e tivemos um tempo para falar oi. Depois uma chuva forte que me prendeu em Sampa e desta vez não uma taça, mas um , dois copos de vinho, juntamente com alguns amigos…
    Eu acredito em árvores plantadas que dão frutos…
    Parabêns, você é muito mais que imagina, obrigada pela atenção, até breve..
    Uma Ariranha, vugo Jac rrrsssss

    Curtir

  10. Rochelle Melo disse:

    Saudações… Num mundo onde as pessoas sabem o preço de tudo e o valor de nada , você faz a diferença…
    Estarei declamando novamente no Encontro para a Nova Consciência…Campina Grande o aguarda em breve…
    Poeticamente, Rochelle Melo…

    Curtir

  11. Ricardo, adoré la lectura de su libro, o irresistível charme da insanidade, y apuesto mucho por sus próximos libros.
    Estoy entusiasmada por leer más de sus historias apasionadas y muy atrapantes. Saludos desde Argentina. Beijos!

    Curtir

  12. Josiane disse:

    o Irresistível charme da insanidade… muito mais que esperava, magico!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 158 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: